Brasileirão de Futebol Americano começa neste fim de semana em Manaus
Divulgação/Manaus FA

Depois de dois anos sem campeonatos nacionais devido à pandemia de Covid-19, finalmente será dado neste sábado (7) o kick-off oficial do Brasileirão de Futebol Americano, com a partida entre Manaus FA e Porto Velho Miners, que será realizada no Estádio Carlos Zamith, na capital amazonense.

Organizado pela CBFA (Confederação Brasileira de Futebol Americano), o Brasileirão de FA terá início com um fato histórico: pela primeira vez, a partida de abertura de uma competição nacional da modalidade será realizada entre duas equipes da Região Norte do país. 

Para o gestor do Manaus FA, Renner Silva, essa é uma grande oportunidade para a região. É a chance de mostrar para o país que Manaus tem um bom potencial esportivo e que com o pontapé inicial do campeonato sendo realizado na cidade amazônica, pode gerar oportunidades em curto prazo

“Mesmo sem certezas, fizemos um bom trabalho de casa e agora estamos começando a colher frutos”, destacou Renner, ressaltando como a equipe e a diretoria trabalharam para que a modalidade voltasse depois desses dois anos de pandemia no país.

Head Coach do Porto Velho Miners, Maycon Facuri ressalta o marco histórico do kick-off para a região. “Sabemos que todos os olhos do FABR estarão voltados para a partida, sendo uma ótima oportunidade, não só para o Miners e para o Manaus, mas para o futebol americano do Norte mostrar sua força e se consolidar no cenário nacional”, falou.

Manaus, a grande força do Grupo N do Brasileirão

Considerado por muitos como o time "a ser batido" no Grupo N (chave formada com as equipes da Região Norte), o Manaus FA se reforçou bastante para a temporada, trazendo jogadores de renome nacional e treinadores de fora. 

Para o gestor Renner Silva, a contratação de Rodrigo Rios trouxe outra mentalidade para a equipe na questão de metodologia, mas destaca que se a preparação tivesse começado mais cedo, poderíamos ver um Manaus mais forte, mas garante que os atletas apresentarão uma evolução técnica já no Brasileirão de Futebol Americano e que todos estão ansiosos para entrar em campo.

Já nas expectativas para a competição, diz que existe aquela ansiedade natural, por conta de ser a primeira competição da equipe. Ele destaca a disparidade entre regiões, mas confia que a equipe manauara fará um bom campeonato e evoluirá como time no decorrer da competição nacional.

A estreia de Rondônia em uma competição nacional

O fato da abertura do Brasileirão de FA ser realizado em Manaus não será o único fato histórico da partida deste fim de semana. Pela primeira vez, um time do estado de Rondônia fará parte da elite da modalidade: o Porto Velho Miners, equipe criada em 2014. 

Para Maycon Facuri, head coach do Miners, há dois anos seria quase impossível pensar em um time de Rondônia disputando a elite do campeonato nacional. Ele reforça também que 95% dos atletas do elenco são crias da própria equipe e que a falta de experiência para boa parte dos atletas podem ser um fator contra, mas que todos estão encarando com extrema seriedade e responsabilidade.

Ainda de acordo com o HC da equipe de Porto Velho, a preparação para o Brasileirão de Futebol Americano começou em fevereiro, e foi separada em quatro fases: física, tática, técnica e instalação de jogadas. 

“Conseguimos realizar em média três treinos por semana nesse período, o que contribuiu para a evolução vertiginosa da equipe”, comenta o head coach. 

Para o primeiro jogo, as expectativas são de minimizar erros e maximizar acertos, além de fazer uma boa apresentação. “Temos ciência que a equipe do Manaus é a atual campeã do Norte, e veio se reforçando com atletas de dentro e fora do Amazonas. O resultado do jogo será uma consequência dessa apresentação. Esperamos que no fim, sejamos bem sucedidos”, finaliza Maycon.

Ficha técnica de Manaus FA x Porto Velho Miners

  • Brasileirão de Futebol Americano - 14h (Manaus), 15h (Brasília) do sábado (8)
  • Estádio Carlos Zamith, em Manaus, Amazonas
  • Transmissão: Manaus Sports TV no YouTube

Arbitragem

  • Referee - Paulo Ronaldo dos Santos Junior
  • Umpire - Natanael Rayan de Moura Freires
  • Head lineman - Samuel da Silva de Paula
  • Line judge - Danilo Milone Monteiro
  • Side judge - Jonatan da Silva Bastos
  • Field judge - Ana Carolina Santos Silva
  • Back judge - Thiago Henrique Maia
  • Delegado - João Henrique Rodrigues Vasco
VAVEL Logo