Atlético-GO 2016: após eliminações e com novo treinador, Dragão entra forte na disputa da Série B

Mesmo com as eliminações no Goiano e na Copa do Brasil, foco do Atlético é no acesso à primeira divisão

Atlético-GO 2016: após eliminações e com novo treinador, Dragão entra forte na disputa da Série B
Após eliminações e com novo treinador, Dragão entra forte na disputa da Série B

Diferente do que era desejado pelos jogadores e pela comissão técnica do Atlético Goianiense, a estreia da equipe pelo Campeonato Brasileiro da Série B não será tão tranquila. Depois de um bom inicio de temporada que deu esperanças à torcida, a equipe acabou eliminada das duas competições que disputava (Estadual e Copa do Brasil) e começará a disputa do Campeonato Nacional sob pressão.

Início de temporada:

Havia anos que o Atlético não iniciava o estadual com uma campanha tão boa. Foram 4 vitórias nos primeiros 4 jogos, com 9 gols marcados e apenas 1 sofrido. O primeiro tropeço veio apenas na quinta rodada, diante do rival Goiás, fora de casa. Um empate por 2x2 tirou os 100% do Dragão na competição. O bom início foi creditado pelos jogadores à boa preparação na pré temporada. Assim, o time se classificou em primeiro no Grupo B com folga. 30 pontos em 15 jogos, 9 de vantagem para o Vila Nova, segundo colocado.

Porém, vieram as adversidades. Logo na semifinal, a equipe foi eliminada em casa pelo Anápolis, perdendo por 2x1 depois de também ter perdido a primeira partida na casa do adversário, dessa vez por 1x0. Agora o Atlético busca um final mais feliz na Série B.

Temporada passada:

O ano começou bastante movimentado nos bastidores do clube. Houve troca de dirigentes, contratação de mais de 10 jogadores apenas no mês de janeiro e troca até na presidência. Valdivino Jose de Oliveira, à frente do Dragão desde 2005, deu lugar a Marcio Sampaio.

Dentro de campo, depois de mais uma boa campanha na fase de grupos no estadual, o time não conseguiu se classificar para a final e viu o Goiás faturar o título.

No meio do ano, após nova troca de treinador (Marcelo Martelotte deu lugar a Marcelo Chamusca) o time iniciou o Campeonato Brasileiro da Série B com vitória sobre o Boa Esporte, porém a campanha como um todo foi muito irregular e fez com que a equipe fosse ameaçada de rebaixamento durante algumas rodada.

Destque:

Magno Cruz, ex Bahia e Bragantino, chegou ao clube nesse início de temporada e foi uma das boas surpresas do elenco do Atlético Goianiense nesse início de temporada. As boas atuações no início do Estadual e os 4 gols até agora o credenciam como uma das grandes apostas do clube para a disputa do campeonato nacional.

Treinador:

Após as seguidas eliminações para o Ypiranga - RS e o Anápolis, na Copa do Brasil e no Campeonato Goiano, respectivamente, a diretoria do clube decidiu pela demissão do técnico Wagner Lopes. Marcelo Cabo foi o escolhido para assumir a equipe na disputa da Série B deste ano.