Atletismo: tudo o que você precisa saber para o Rio 2016

Conheça cada modalidade, as curiosidades, os campeões, favoritos e muito mais no Guia da VAVEL Brasil para as Olimpíadas de 2016

Atletismo: tudo o que você precisa saber para o Rio 2016
Atletismo: tudo o que você precisa saber para o Rio 2016

O atletismo é um dos esportes mais tradicionais e populares das Olimpíadas, sendo o mais antigo do mundo. Há registros que indicam que competições de atletismo já eram realizadas entre egípcios e outras civilizações, eram corridas de aproximadamente 192 metros.

No fim do século 19, o esporte passou a ser implementado na educação militar, deste modo as competições passaram a ganhar mais força com mais variedades de provas como corrida, salto, arremesso, lançamento, heptatlo e decatlo. Em 1896 a prática se espalhou no mundo inteiro após a primeira edição dos Jogos Olímpicos e mais tarde se fortalceu com a criação da Fundação Internacional de Atletismo (IAAF). Ainda pode ser disputado em pistas, ruas, campos com diferentes formas em cada local. 

As provas de atletismo nas Olimpíadas de 2016 serão disputadas entre os dias 12 e 20 de agosto de 2016, no Estádio Olímpico.

Modalidades

O atletismo é composto por 20 modalidades, elas podem ser disputadas em campo, rua ou pista. Nas Olímpiadas as modalidades disputadas são:

Provas de velocidade

Disputada tanto no feminino quanto no masculino, existem provas de 100m, 200m e 400m. Ainda englobado nessa categoria há as provas com barreira, sendo 100m para disputas femininas, 110m masculinas e 400m para ambos.

Provas de fundo

São as provas de 5000m e 10000m, as mais longas disputadas dentro de estádios. Os atletas tem físico mais franzino do que os competidores das provas de velocidade, pois a prioridade deles é pela resistência.

Provas de meio-fundo

As provas são de 800m e 1500m, além da resistência, os atletas precisam de mais velocidade, para isso existem competidores que correm mais rápido para forçar outros atletas a acelerarem o ritmo

Prova dos 3.000 metros com obstáculos

Os competidores devem enfrentar obstáculos como barreiras de aproximadamente 1 metro de altura e saltar lagos de cerca de 3 metros comprimento. Nas Olimpíadas, só passou a ser modalidade feminina em 2008.

Revezamento 4x100 e 4x400 metros

São equipes formadas por quatro pessoas, a troca de atletas e passagem de bastão ocorre a cada 100m ou 400m. Quando o corredor recebe o bastão, ele precisa já estar correndo para manter um ritmo.

Decatlo

Esta modalidade só pode ser disputada por homens e reúne 10 provas realizadas em dois dias, são elas: 100 metros, salto em distância, arremesso de peso, salto em altura, 400 metros, 100 metros com barreiras, arremesso de disco, salto com vara, arremesso de dardo e 1.500 metros.

Heptatlo

Também realizada em dois dias, mas só é disputada por mulheres e são sete provas: 100 metros com barreiras, salto em altura, arremesso de peso, 200 metros, salto em distância, lançamento de dardo e 800 metros.

Maratona

Realizada em um percurso de rua tem a distância de 42,195km, por isso é a prova mais longa dos Jogos Olímpicos, sendo os 400 metros finais da corrida dentro de um estádio.

Marcha Atlética

O atleta necessita manter um dos pés sempre no chão e o joelho da perna não pode ser flexionado até que o passo termine, para isso diversos árbitros fiscalizam a corrida podendo dar advertências, em caso de três advertências o corredor é desclassificado. Existem duas distâncias para as competições oficiais: 20 km ou 50 km.

Salto com vara

Os atletas usam uma barra flexível de 4 a 5m, dependendo do tamanho da pessoa, e correm uma distância de 45 metros. Os competidores utilizam a vara para tentar ultrapassar uma barreira que a cada rodada sobe 5cm, eles tem três tentativas para passar por cada altura, sendo o resultado final a tentativa mais bem sucedida.

Salto em altura

Os atletas precisam ultrapassar uma barra horizontal suspensa por dois suportes verticais sem derrubá-la, com direito a três tentativas. Ao conseguir, a barra é elevada em no mínimo três centímetros. O resultado é a melhor das tentativas bem-sucedidas.

Salto em distância

Cada competidor corre até chegar na linha reta e saltar, para alcançar a maior distância possível, tendo três tentativas para execução. O salto é medido da linha de onde foi feito o pulo até a marca mais distante na caixa de areia, vence quem tiver o salto mais distante dentro das regras. Nas eliminatórias, apenas 12 participantes vão à final.

Salto Triplo

Os competidores correm em linha reta e precisam alcançar a maior distância após uma série de três saltos. Eles saltam duas vezese só depois de uma marca na pista, saltam com os dois pés em uma caixa de areia. Assim como no salto em distância, só os 12 melhores vão à final e vence quem tiver o salto mais longo.

Arremesso de dardo

Após uma corrida em linha reta os atletas da categoria masculina devem arremessar um bastão de mais de 2,8 metros e 800 gramas, já as mulheres arremessam um bastão de 2,20 metros com peso de 600 gramas. O campo de arremesso é entre duas linhas com 90m de distância.

Arremesso de disco

Em uma área de lançamento de 2,5 metros, o atleta precisa lançar um disco para frente e atingir a maior distância possível. É necessário segurar um disco plano com os dedos da mão e o antebraço. O disco é feito de metal, nas provas masculinas pesa 2 kg e mede entre 219 e 221 mm, já para as mulheres, o disco pesa 1 kg e possui diâmetro de 180 e 182 mm.

Arremesso de peso

São realizados no campo do estádio, os competidores arremessam uma bola sólida de metal o mais longe possível. O peso da bola para homens é de 7,26 kg e para as mulheres de 4 kg. Antigamente o lançamento poderia ser feito com as duas mãos, atualmente as regras mudaram.

Arremesso de martelo

Cada atleta precisa arremessar um objeto composto por uma bola de ferro presa por um alça com arame metálico objetivo é lançar para frente uma bola de ferro presa a um arame metálico. O peso é 7,26 kg, para mais impulso o competidor dá três giros com o martelo sobre a cabeça e depois mais três giros em alta velocidade entorno do próprio corpo.

Estádio Olímpico

Pista recém-inaugurada para os Jogos Olímpícos (Foto: Alex Ferro/Rio 2016)
Pista recém-inaugurada para os Jogos Olímpícos (Foto: Alex Ferro/Rio 2016)

O principal palco do atletismo brasileiro para grandes competições foi construído para a disputa do Pan Americano de 2007 no Rio de Janeiro, o estádio ganhou o apelido de Engenhão pelo bairro onde é localizado: Engenho de Dentro. O Estádio Olímpico é da Prefeitura do Rio de Janeiro, mas o atual locatário é o Botafogo Futebol e Regatas, responsável pela manutenção e a utilização da instalação. 

O entorno do estádio precisou ser reformado, o bairro da Zona Norte carioca ganhou a criação da Praça do Trem, que resgatou galpões ferroviários abandonados ao lado do estádio criando uma grande área de lazer para os moradores da região. Além disso, fica como legado a reurbanização que implementou novas galerias de águas pluviais, com objetivo de acabar com alagamentos nas principais ruas de acesso.

Os eventos-teste foram realizados do dia 14 até de maio com o Campeonato Iberoamericano de Atletismo e o Aberto Internacional de Atletismo (paralímpico).

Campeões em Londres 2012

MODALIDADE MASCULINO FEMININO
Arremesso de Peso Ouro - Tomasz Majewski (POL) 
Prata - David Storl (GER) 
Bronze - Reese Hoffa (USA)
Ouro - Valerie Adams (NZL) 
Prata - Evgeniia Kolodko (RUS) 
Bronze - Lijiao Gong (CHN) 
Marcha 20 km Ouro - Ding Chen (CHN)
Prata - Erick Barrondo (GUA) 
Bronze - Zhen Wang (CHN)
Ouro - Elena Lashmanova (RUS) 
Prata - Olga Kaniskina (RUS
Bronze - Shenjie Qieyang (CHN) 
Salto em Distância Ouro - Greg Rutherford (GBR)
Prata - Mitchell Wait (AUS) 
Bronze - Will Claye (USA)
Ouro - Brittney Reese (USA)
Prata - Elena Sokolova (RUS) 
Bronze - Janay Deloach (USA) 
10000 metros rasos  Ouro - Mohamed Farah (GBR) 
Prata - Galen Rupp (USA)
Bronze - Tariku Bekele (ETH) 
Ouro - Tirunesh Dibaba (ETH) 
Prata - Sally Jepkosgei Kipyego (KEN) 
Bronze - Vivian Jepkemoi Cheruiyot (KEN) 
Lançamento do Martelo Ouro - Krisztian Pars (HUN)
Prata - Primoz Kozmus (SLO)
Bronze - Koji Murofushi (JPN) 
Ouro - Tatyana Lysenko (RUS) 
Prata - Anita Wlodarczyk (POL) 
Bronze - Betty Heidler (GER)
3000 metros com obstáculos Ouro - Ezekiel Kemboi (KEN)
Prata - Mahiedine Mekhissi-Benabbad (FRA) 
Bronze - Abel Kiprop Mutai (KEN)
Ouro - Yuliya Zaripova (RUS)
Prata - Habiba Ghribi (TUN)
Bronze - Sofia Assefa (ETH) 
100 metros rasos  Ouro - Usain Bolt (JAM)
Prata - Yohan Blake (JAM)
Bronze - Justin Gatlin (USA) 
Ouro - Shelly-Ann Fraser Pryce (JAM) 
Prata - Carmelita Jeter (USA)
Bronze - Veronica Campbell-Brown (JAM) 
400 metros com barreiras Ouro - Felix Sanchez (DOM) 
Prata - Michael Tinsnley (USA)
Bronze - Javier Culson (PUR) 
Ouro - Natalya Antyukh (RUS) 
Prata - Lashinda Demus (USA) 
Bronze - Zuzana Hejnova (CZE) 
400 metros rasos Ouro - Kirani James (GRN)
Prata - Luguelin Santos (DOM) 
Bronze - Lalonde Gordon (TRI) 
Ouro - Sanya Richards-Ross (USA) 
Prata - Christine Ohuruogu (GBR)
Bronze - DeeDee Trotter (USA)
Salto em Altura Ouro - Ivan Ukhov (RUS) 
Prata - Erik Kynard (USA) 
Bronze - Mutaz Essa Barshim (QAT)
Ouro - Anna Chicherova (RUS)
Prata - Brigetta Barrett (USA)
Bronze - Svetlana Shkolina (RUS)
Lançamento do Disco Ouro - Robert Harting (GER)
Prata - Ehsan Hadadi (IRI) 
Bronze - Gerd Kanter (EST) 
Ouro - Sandra Perkovic (CRO)
Prata - Darya Pishchalnikova (RUS) 
Bronze - Yanfeng Li (CHN) 
1500 metros rasos Ouro - Taoufik Makhloufi (ALG) 
Prata - Leonel Manzano (USA) 
Bronze - Abdalaati Iguider (MAR)
Ouro - Asli Cakir Alptekin (TUR) 
Prata - Gamze Bulut (TUR) 
Bronze - Maryam Yusuf Jamal (BRN) 
100 metros com barreiras  Ouro - Aries Merritt (USA) 
Prata - Jason Richardson (USA)
Bronze - Hansle Parchment (JAM) 
Ouro - Sally Pearson (AUS)
Prata - Dawn Harper (USA)
Bronze - Kellie Wells (USA)
Decatlo/Heptatlo Ouro - Ashton Eaton (USA) 
Prata - Trey Hardee (USA) 
Bronze - Leonel Suarez (CUB)
Ouro - Jessica Ennis (GBR)
Prata - Lilli Schwarzkopf (GER)
Bronze - Tatyana Chernova (RUS) 
Salto Triplo Ouro - Christian Taylor (USA)
Prata - Will Claye (USA)
Bronze - Fabrizio Donato (ITA) 
Ouro - Olga Rypakova (KAZ)
Prata - Caterine Ibarguen (COL)
Bronze - Olha Saladuha (UKR)
800 metros rasos  Ouro - David Lekuta Rudisha (KEN) 
Prata - Nijel Amos (BOT) 
Bronze - Timothy Kitum (KEN) 
Ouro - Mariya Savinova (RUS) 
Prata - Caster Semenya (RSA)
Bronze - Ekaterina Poistogova (RUS) 
200 metros rasos  Ouro - Usain Bolt (JAM) 
Prata - Yohan Blake (JAM)
Bronze - Warren Weir (JAM) 
Ouro - Allyson Felix (USA)
Prata - Shelly-Ann Fraser-Pryce (JAM) 
Bronze - Carmelita Jeter (USA) 
Salto com Vara  Ouro - Renaud Lavillenie (FRA)
Prata - Bjorn Otto (GER) 
Bronze - Raphael Holzdeppe (GER)
Ouro - Jennifer Suhr (USA)
Prata - Yarisley Silva (CUB)
Bronze - Elena Isibaeva (RUS) 
5000 metros rasos  Ouro - Meseret Defar (ETH) 
Prata - Vivian Jepkemoi Cheruiyot (KEN) 
Bronze - Tirunesh Dibaba (ETH) 

Ouro - Gelete Burka (ETH)

Prata - Vivian Jepkemoi Cheruiyot (QUN)

Bronze - Sally Jepkosgei Kipyego (QUN)

Revezamento 4x400 metros rasos  Ouro - Bahamas 
Prata - Estados Unidos 
Bronze - Trinidad e Tobago
Ouro - Estados Unidos
Prata - Rússia
Bronze - Jamaica
Marcha 50 km/20km  Ouro - Sergey Kirdyapkin (RUS)
Prata - Jared Tallent (AUS) 
Bronze - Tianfeng Si (CHN) 
Ouro - Elena Lashmanova (RUS)
Prata - Olga Kaniskina (RUS)
Bronze - Shenjie Qieyang (CHN) 
Lançamento de Dardo Ouro - Keshorn Walcott (TRI) 
Prata - Oleksandr Pyatnytsya (UKR) 
Bronze - Antti Ruuskane (FIN) 
Ouro - Barbora Spotakova (CZE) 
Prata - Christina Obergfoll (GER)
Bronze - Linda Stahl (GER)
5000 metros rasos  Ouro - Keshorn Walcott (TRI) 
Prata - Oleksandr Pyatnytsya (UKR) 
Bronze - Antti Ruuskane (FIN) 

Ouro - Tirunesh Dibaba (QUN)

Prata - Meseret Defar (ETH)

Bronze - Viola Jelagat Kibiwot (ETH)

Revezamento 4x100  Ouro - Jamaica
Prata - Estados Unidos
Bronze - Trinidad e Tobago
Ouro - Estados Unidos
Prata - Jamaica 
Bronze - Ucrânia 
Maratona Ouro - Stephen Kiprotich (UGA)
Prata - Abel Kirui (KEN)
Bronze - Wilson Kipsang Kiprotich (KEN) 
Ouro - Tiki Gelana (ETH)
Prata - Priscah Jeptoo (KEN)
Bronze - Tatyana Petrova Arkhipova (RUS)

Curiosidades do esporte

De todos os esportes disputados, o atletismo é o mais antigo, está presente nos Jogos Olímpicos desde 1896, mas as mulheres só passar a ter liberdade de competir em 1928.

O atletismo é o esporte que mais distribui medalhas nas Olimpíadas, são 141 no total.

A Maratona surgiu em 490 a.C., segundo a lenda, quando um soldado grego sacrificou sua vida para percorrer os 42Km entre as cidades de Maratona e Atenas, para levar a notícia da vitória grega sobre os persas, chegando lá morreu de exaustão.

Em 720 a.C., durante a disputa de atletismo na Grécia Antiga, Orsippus de Megara venceu a disputa cruzando a linha de chegada completamente nu. O hábito de correr sem roupas se tornou comum entre os gregos, que antes corriam de túnica.

Durante as Olímpiadas na Alemanha em 1936, em plena Segunda Guerra Mundial, o atleta Jesse Owens, negro, frustrou as expectativas do ditador nazista de comprovar a teórica supremacia da raça ariana e conquistou quatro ouros no esporte.

Maiores medalhistas olímpicos

Os Estados Unidos lideram o ranking, já ganharam 766 medalhas, seguido do Reino Unido com 194 medalhas e da União Soviética com 193. Já o Brasil ocupa a 35ª colocação, com apenas 14 medalhas, em compensação, nos Jogos Paralímpicos foram 109 medalhas levadas.

Os melhores atletas da história do esporte no Brasil são Maurren Maggi e Adhemar Ferreira. Maurren é a primeira medalhista da categoria feminina, em 2008 subiu ao pódio após protagonizar um salto de 7,04m, levando o ouro pra casa. Já Adhemar, imortalizou seu nome ganhando, o primeiro biolímpico que o país produziu.

Favoritos Rio 2016

Mo Farah - é britânico e bateu recordes mundiais. Insuperável nas provas de 5 mil e 10 mil metros, venceu ambas modalidades na última Olimpíada e nos anos de 2011, 2013 e 2015.

Usain Bolt - O jamaicano é o mais famoso do esporte com tem 4 ouros olímpicos individuais nos 100 e 200 metros rasos, além de 7 títulos mundiais entre 2009 e 2015, nessas provas.

Shelly-Ann Fraser-Pryce - Também jamaicana é bicampeã olímpica e tricampeã mundial nos 100 metros livres.

Fabiana Murer - A brasileira era favorita a um pódio em Londres, mas teve problemas com o vento na sua prova e ficou fora da disputa. Em 2014 atingiu 4m80, mesma marca que rendeu a ela a prata no Pan de Toronto. A altura daria a ela a prata em dois dos três últimos Mundiais e nas duas últimas Olimpíadas.