Ouro Olímpico: relembre a conquista da Vela nos Jogos Olímpicos de Moscou 1980

Confira o ouro inédito de Lars Björkström e Alexandre Welter na Vela

Ouro Olímpico: relembre a conquista da Vela nos Jogos Olímpicos de Moscou 1980
Ouro Olímpico: relembre a conquista da Vela nos Jogos Olímpicos de Moscou 1980

A Vela, ou Iatismo, é uma modalidade olímpica cujos competidores usam um barco à vela, em lugares amplos como mares ou lagos, a fim de percorrerem o percurso proposto pela modalidade. O esporte estreou como modalidade olímpica em 1900, nos Jogos Olímpicos de Paris, França. A modalidade foi ganhando cada vez mais prestígio e com o passar do tempo ganhou mais adeptos também.

A Olimpíada de Moscou, em 1980 foi a que o Brasil levou mais competidores desde Melbourne, em 1956 e ficou na melhor colocação no quadro de medalhas da história dos Jogos, mas o cenário era animador apenas para a nossa delegação. Com o mundo vivendo a Guerra Fria, que foi uma das piores da história, os Estados Unidos boicotaram o evento, fazendo muitos países que eram seus aliados não comparecem aos Jogos de Moscou.

Sem as maiores potencias do esporte, os países socialistas dominaram os pódios e assim tivemos a Olimpíada menos competitiva de todas. Melhor para o Brasil, que não conquistava um ouro olímpico desde 1956, em Melbourne. O retrospecto no Iatismo não era dos melhores para nossa delegação, que só havia conquistado duas medalhas de bronze antes, com Reinaldo Conrad e Burkhard Cordes na classe Flying Dutchman, em 1968, no México; e em 1972, com Peter Ficker, em Munique.

Os nossos medalhistas são Lars Björkström e Alexandre Welter. Lars nasceu na Suécia, mas foi naturalizado brasileiro. Welter viveu na Alemanha um tempo, mas regressou ao Brasil. Os dois se conheceram por acaso, mas criaram uma sólida amizade e uma paixão em comum: velejar. Com técnica europeia, os companheiros começaram a disputar alguns campeonatos e logo se destacaram, chegando às Olimpíadas.

Nos Jogos Olímpicos a dupla que percorreu uma longa trajetória, na classe Tornado. Após quatro regatas disputadas havia quatro prováveis duplas campeãs – Lars e Welter eram uma delas. O grande trabalho se sobressaiu na quinta corrida, que eles venceram. O ouro histórico veio dia 29 de julho de 1980, na vitória da sexta regata. Incrédulos, Lars e Alexandre sabiam do potencial que eles possuíam, mas quando cruzaram a linha de chegada, sentiram uma emoção muito grande ao escrever os nomes na história do Iastismo. O curioso é que não foi na cidade de Moscou que a Vela foi disputada, foi em Tallin, capital da Estônia, que os campeões da vela de 1980 subiram no lugar mais alto do pódio. Essa é a história da dupla de engenheiros e amigos se uniu, e juntos chegaram a um lugar jamais alcançado antes, o ouro olímpico.