Museu Cidade Olímpica e Nave do Conhecimento do Engenhão são inaugurados no Rio de Janeiro

Um espaço tecnológico e interativo revitalizou o antigo galpão de trem, agora o local é um dos polos de educação social que trabalha aliado aos ensinamento do esporte para os jovens

Museu Cidade Olímpica e Nave do Conhecimento do Engenhão são inaugurados no Rio de Janeiro
Fachada tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural (Foto: Divulgação/Cidade Olímpica)

Esporte e educação, duas válvulas de transformação social se uniram e farão parte do legado olímpico para o Rio de Janeiro. Nesta terça-feira (5), o prefeito Eduardo Paes acompanhado do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) Arthur Nuzman inauguraram a Nave do Conhecimento integrada ao Museu da Cidade Olímpica. Localizado no Engenho Novo, este centro atenderá, principalmente, jovens e adultos da região Norte do Rio de Janeiro.

O Estádio Olímpico foi construído adequado ao Pan-Americano de 2007, para o Rio 2016, foi reformado e será palco dos jogos de futebol e competições de atletismo. A Praça do Trem, inaugurada em maio deste ano, que fica no entorno do estádio se tornou a maior área de lazer do bairro. Faltava apenas abrir as portas da Nave.

Os galpões ferroviários do antigo Museu do Trem foram tombados pelo Patrimônio Histórico e Cultural, assim para a reforma, foi mantida a fachada e desenvolvido tecnologicamente o interior da construção. A integração de um espaço educacional com o local que guardará as memórias dos Jogos Rio 2016 vem a ser transformado no maior legado sociocultural que a cidade poderia oferecer.

Linha do tempo interativa dos Jogos (Foto:Cássia Moura/VAVEL Brasil)
Linha do tempo interativa dos Jogos (Foto:Cássia Moura/VAVEL Brasil)

"A maior transformação das sedes de Jogos Olímpicos é o Rio de Janeiro. O Rio muda o cenário completo do que serão os Jogos Olímpicos no futuro. O Rio muda a história dos Jogos Olímpicos em vários sentidos. E a tocha olímpica foi uma ação de união do país, os Jogos são no Rio, mas pertence à toda população, precisamos que essa juventude possa estar no esporte, atletas ou não”, disse o presidente do COB, Arthur Nuzman.

São nove Naves do Conhecimento instaladas no Rio de Janeiro, o foco do projeto é desenvolver e formar novos cidadãos aliados às tecnologias atuais através de cursos, eventos e oficinas. Naquele espaço se quer montar um polo de inclusão digital a partir da difusão do saber.

O Museu Cidade Olímpica está formado por uma estrutura completamente interativa, esta foi a forma escolhida para contar a história dos Jogos Olímpicos. O caminho começa na linha do tempo, em um salão com totens de vários atletas que “conversam” com os visitantes. Em outro salão, ficam os simuladores de competições, como ciclismo paralímpico, remo e é possível até correr com o velocista jamaicano Usain Bolt em uma prova dos cem metros rasos do atletismo ou se preferir voar de asa delta pelos pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Simulador da pista de atletismo (Foto: Cássia Moura/VAVEL Brasil)
Simulador da pista de atletismo (Foto: Cássia Moura/VAVEL Brasil)

Diversas curiosidades das modalidades estão expostas no novo Museu, é presente a relação da ciência com o esporte. Momentos emocionantes olímpicos, como o encontro com a tocha, subir ao pódio ou até mesmo ver uma medalha de perto fazem parte do passeio.  No Túnel do Encerramento é apresentado um filme sobre as Olímpiadas, na projeção aparece a mudança da cidade, o percurso da tocha, os atletas que participaram do Rio 2016, o legado e é iniciada a contagem regressiva para a próxima edição, em Tóquio, 2020.

As medalhas olímpicas e paralímpicas do Rio2016 (Foto: Cássia Moura/ VAVEL Brasil)
As medalhas olímpicas e paralímpicas do Rio2016 (Foto: Cássia Moura/ VAVEL Brasil)

Recém-inaugurado, o Museu Cidade Olímpica e Nave do Conhecimento ainda passam por ajustes técnicos para em agosto poder receber todos os visitantes dos Jogos. De portas abertas e sem custo, a previsão de funcionamento normal é de terça-feira a sábado, de 9h as 21h e domingo de 9h30 as 16h30 (Brasília). O espaço reflete em moradores de vários bairros, em questão de possibilidade de emprego, e como de lazer e educação.