Brasil estreia em grande estilo e bate Itália na fase final da Liga Mundial

Selecionado nacional tem ótimo início na fase final da Liga e sai na frente na disputa por uma das vagas nas semifinais

Brasil estreia em grande estilo e bate Itália na fase final da Liga Mundial
Foto: Divulgação/CBV

Nessa quarta, o Brasil enfrentou a Itália em Cracóvia, na Polônia pela fase final da Liga Mundial de Vôlei 2016. E em um enfrentamento em que teve domínio do ínicio ao fim a equipe amarela venceu por 3 sets a 0 parciais de 25 a 18, 25 a 20 e 25 a 19.

Com o resultado o Brasil soma três pontos e lidera a chave, deixando italianos e norte-americanos sem nenhum ponto, a diferença entre eles é que no caso do selecionado americano não entrou em quadra ainda, já a seleção europeia tem um jogo só a mais para realizar. 

Agora o selecionado de Bernardinho folga nesta quinta (14) e só assiste o confronto entre os demais times de sua chave (Itália e Estados Unidos), só voltando a quadra na sexta (15) para enfrentar os americanos e assim tendo a chave para conseguir avançar em primeiro lugar no grupo.

O jogo

A partida começou com algumas nuances no placar porém se manteve equilibrada no geral, tanto que no primeiro tempo técnico o Brasil levou vantagem por 8 a 7. Alguns erros do ataque italiano e o bloqueio brasileiro permitiram uma certa folga no placar na segunda parada técnica, tanto que o time nacional abriu 16 a 12. E assim se aproveitando da incosistência rival e tendo boas respostas nos contra-ataques o Brasil fechou o set em 25 a 18.

Na segunda parcial a tônica seguiu bastante parecida com os times ainda se estudando e cometendo alguns erros, o placar mostrava 8 a 6 no primeiro tempo técnico. De novo baseando nos seus dois pilares, Mauricio Borges e Wallace que estavam bem no ataque e no bloqueio, a equipe não demorou a abrir e fazer 16 a 9 na segunda parada.  Mais uma vez a equipe administrou bem o placar no ataque e no bloqueio e apesar da melhora rival, acabou fechando em 25 a 20.

No derradeiro set, o Brasil repetiu a receita de sucesso de bons bloqueios e virada de bola, com o passe na mão Bruno acionou bem seus atacantes e mais uma vez a seleção nacional abriu 8 a 5 na primeira parcial. Depois os europeus equilibraram bem as ações com melhor volume de jogo defensivo e chegaram a empatar o placar em 14 pontos, porém com bom saque e novamente mandando bem na rede com Mauricio Borges, o Brasil fechou o terceiro set em 25 a 19 e o jogo em 3 a 0.