COI afirma que Rússia pode ser banida dos Jogos Rio 2016

Em decisão a ser tomada neste domingo, a suspensão pode ser generalizar para todas modalidades esportivas

COI afirma que Rússia pode ser banida dos Jogos Rio 2016
Foto: Getty Images

O escândalo de doping que envolve a participação da Rússia nos Jogos Olímpicos de 2016 figura nos noticiários constantemente. Depois do veto a participação da delegação de atletismo russo, o Comitê Olímpico Internacional pensa em radicalizar a suspensão.

De acordo com fontes do Daily Mail e BBC, o COI irá punir todos os 387 atletas da Rússia. Esta decisão, mais importante da história olímpica, é origem das revelações de doping amparados pelo país. Uma conduta antiesportiva que chocou o mundo.

"Eu penso que o que temos que levar em consideração é o principio da proporcionalidade. Pensar se, na realidade, punir todos os atletas de um país é proporcional a defender a legitimidade dos Jogos Olímpicos", afirmou o ex-presidente da Comissão de Laboratórios da Agência Mundial Antidoping (Wada) e hoje consultor internacional da Agência Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Luís Horta, que também é doutor em medicina esportiva.

Uma investigação da Wada encontrou um esquema do governo russo operava questões de doping para a Olimpíada de Verão em Londres, 2012 e de Inverno em Sochi, 2014. No relatório, o Ministério do Esporte da Rússia é acusado de manipular amostras e fraudar resultados do controle de dopagem.

Antes, apenas desportistas do atletismo, agora todos os representantes do país serão banidos por causa de um grupo que agiu de modo errado frente a seus adversários. Porém, existe ainda um pequeno número de russos que se preparam para competições em países do exterior e passam por controle de medicamentos rigorosos, estes poderão receber um convite para a participação no Rio 2016 sob uma bandeira neutra. Participar da Olimpíada em caráter excepcional demanda uma nova avaliação da situação a 13 dias dos Jogos Rio 2016.

Em novembro, a Federação de Atletismo da Rússia foi suspensa das competições internacionais pela Federação Internacional de Atletismo. O COI deve ratificar a decisão geral neste domingo (24), posto que vai levar em consideração a posição do Tribunal Arbitral, o mais alto do esporte.

As autoridades russas criticaram nesta terça-feira (19) a proibição de toda delegação para os Jogso de 2016. "Nós sinceramente não concordamos com a posição assumida pelo Sr. McLaren (autor do relatório), que acredita que a possível proibição de centenas de atletas russos limpos de participar nos Jogos Olímpicos é uma 'consequência desagradável' mas válida das acusações descritas no relatório”.

Um completo choque para o mundo do esporte, o país que se orgulha de ser potência olímpica não manteve o respeito a sua bandeira e cidadãos, assim, mancha todas as conquistas passadas, presentes e futuras.