Natação: dia 1 na Rio 2016

Natação: dia 1 na Rio 2016
Natação: dia 1 na Rio 2016

Por hoje é só, amigos que acompanharam as emoções da natação aqui na VAVEL Brasil! Um dia excelente para todos que buscavam emoções nas piscinas e tudo indica que os próximos dias serão ainda melhores. Fique ligado conosco amanhã, a partir das 13h da tarde, para acompanhar TODAS as provas da natação nesse segundo dia!

Toca o hino da Austrália e vamos chegando ao fim do primeiro dia de competições da natação com a comemoração do revezamento feminino australiano

Todas as 12 nadadoras de Austrália, Estados Unidos e Canadá sobem ao pódio para receberem suas medalhas referentes à prova do revezamento 4x100m livre!

Na sequência, a premiação das primeiras colocadas no revezamento 4x100m livre feminino!

A nadadora Katinka Hosszu recebe sua medalha de ouro e também ouve o hino da Hungria como honra à sua vitória espetacular nos 400m medley

MEDALHA DE OURO E RECORDE MUNDIAL PARA A AUSTRÁLIA! O revezamento australiano não se contentou em bater o recorde olímpico na parte tarde e também quebrou o recorde mundial agora! Os Estados Unidos ficam com a medalha de prata e o Canadá completa o pódio!

Na passagem para a última nadadora, a Austrália toma a ponta e vão tentando abrir para os Estados Unidos. Chance de recorde mundial!

A segunda nadadora americana entrega na frente. A Austrália segue na perseguição em busca do ouro!

Na primeira parcial de 100m, quem termina na frente são os Estados Unidos, seguidos muito de perto pela Austrália

Agora teremos a última prova da noite, com o revezamento 4x100m livre feminino! As australianas têm o favoritismo depois de estabelecerem novo recorde olímpico na parte da tarde

Os dois brasileiros conseguem avançar para a final dos 100m peito, que será disputada amanhã!

Adam Peaty vence a bateria com tempo muito próximo do recorde mundial: 57.62s. Felipe França termina em quarto e piora seu tempo, fechando a prova com 59.35s

Na raia de número 4, destaque para o britânico Adam Peaty, que estabeleceu novo recorde mundial nas eliminatórias

Felipe França é anunciado para a segunda bateria, na raia de número 5. É uma das maiores esperanças de medalha para a natação brasileira!

Yasuhiro Koseki vence a primeira bateria com o tempo de 59.23s. João Gomes fez boa prova de recuperação e por pouco não conseguiu a vitória, chegando em terceiro, apenas 13 centésimos atrás do japonês

Agora teremos brasileiro na piscina! As semifinais dos 100m peito masculino estão para começar e na primeira série, João Gomes estará na água, na raia de número 6

O hino australiano é executado para a premiação de Mack Horton, campeão olímpico dos 400m livre

Após essa prova espetacular e a destruição de um recorde mundial, vamos à premiação dos três primeiros colocados dos 400m livre masculino

MEDALHA DE OURO E RECORDE MUNDIAL PARA A HUNGRIA! Katinka Hosszu faz uma prova absurda, destroi o recorde mundial, baixando a marca em 2 segundos e vence os 400m medley! Maya Dirado, dos Estados Unidos, quase cinco segundos depois, fica com a prata e a espanhola Mireia Belmonte Garcia fica com o bronze

Katinka Hosszu abre os últimos 100m nadando 5 segundos abaixo do recorde mundial. O ouro é virtualmente dela!

Chegamos à metade da prova e a liderança da húngara não é ameaçada. Maya Dirado vem na segunda posição e também nada abaixo do recorde mundial

Nos primeiros 100m a húngara Hosszu já abre vantagem e passa na primeira colocação e começa a sonhar com o recorde mundial. Shimizu vem na segunda posição e Belmonte Garcia na terceira

A seguir, teremos a final dos 400m medley feminino, tendo a húngara Katinka Hosszu como favorita disparada, após prova espetacular nas eliminatórias

O hino japonês ecoa no Estádio Aquático Olímpico, para homenagear o campeão olímpico Kosuke Hagino

No momento vão sendo entregues as medalhas para os três primeiros colocados na prova dos 400m medley masculino

MEDALHA DE OURO PARA A AUSTRÁLIA! Mack Horton disputou braçada a braçada nos últimos 50m com o chinês Sun Yang, que fez excelente prova de recuperação e ficou com a prata. O bronze fica para o italiano Gabriele Detti.

Vamos para os últimos 100m com Guy liderando, seguido de perto por Horton e Sun Yang

O britânico Guy segue na liderança após 200m mantendo o ritmo abaixo do recorde mundial. Sun Yang faz prova fraca

James Guy vira na frente nos primeiros 100m, abaixo da marca do recorde mundial

Teremos agora a final dos 400m livre masculino! O recordista olímpico Sun Yang estará na piscina

As classificadas para a final dos 100m borboleta feminino são:
Sarah Sjöström (SUE)
Emma McKeon (AUS)
Penny Oleksiak (CAN)
Lu Ying (CHI)
Chen Xinyi (CHI)
An Sehyeon (COR)
Natsumi Hoshi (JAP)
Kimberly Buys (BEL)

TEMOS RECORDE OLÍMPICO NO RIO! Sarah Sjöström agora detém o recorde olímpico, além do recorde mundial, depois de vencer a segunda bateria com o tempo de 55.84s

Sem perder tempo, as nadadoras da segunda semifinal já vão sendo convocadas!

A jovem japonesa Rikako Ikee, de apenas 16 anos, vence a bateria com o tempo de 57.05. As duas brasileiras acabam em 7ª e 8ª, com tempos acima de 58s e não devem ter chances de classificação

As nadadoras da primeira bateria de semifinal dos 100m borboleta já foram chamadas e estão se posicionando para a largada. Daynara de Paula e Daiene Marçal estão juntas nessa série! Tem Brasil na piscina!

MEDALHA DE OURO PARA O JAPÃO! Kosuke Hagino consegue administrar a vantagem conquistada no começo da prova e vence os 400m medley! Chase Kalisz, depois de grande recuperação, fica com a prata e Daiya Seto consegue o bronze

Na virada dos 300m, Chase Kalisz consegue uma excelente recuperação e assume a segunda colocação, deixando Daiya Seto para trás. Hagino tem vantagem curta

No fim do nado de costas, chegamos à metade da prova e os dois japoneses já vão abrindo uma distância considerável para o resto dos nadadores. Kosuke Hagino assume a liderança e deixa Seto para trás

Começou! E na virada dos 100m, com o fim do nado borboleta, quem lidera é Daiya Seto, seguido por seu compatriota Kosuke Hagino. Fraser-Holmes é o terceiro e Kalisz é o quarto

Todos os nadadores já posicionados aguardando a ordem de saída. Vão começar as emoções das decisões na natação!

Os nadadores dos 400m medley masculino já vão sendo anunciados. O favoritismo fica dividido entre três atletas: Chase Kalisz, dos Estados Unidos e a dupla japonesa Kosuke Hagino e Daiya Seto

Infelizmente o Brasil não tem nenhum nadador ou nadadora envolvido nas finais que serão disputadas logo mais. No entanto, Felipe França, João Gomes, Daynara de Paula e Daiene Marçal estarão nas semifinais dos 100m peito e dos 100m borboleta, respectivamente

As provas a serem disputadas são, na sequência: final dos 400m medley masculino; semifinais dos 100m borboleta feminino; final dos 400m livre masculino; final dos 400m medley feminino; semifinais dos 100m peito masculino; final do revezamento 4x100m livre feminino

Os nadadores e nadadoras já vão se aquecendo nas instalações do Estádio Aquático Olímpico

Estamos de volta com a transmissão da natação para a VAVEL Brasil! Restando pouco menos de 40 minutos para as provas decisivas, a expectativa vai aumentando cada vez mais

As provas da natação agora têm uma pausa e voltam à noite com definições de semifinais e finais, valendo as primeiras medalhas do esporte nos Jogos Olímpicos Rio 2016

As meninas do revezamento brasileiro não conseguiram se classificar para a final da prova

RECORDE OLÍMPICO NO REVEZAMENTO! O revezamento australiano consegue vencer a sua bateria com certa facilidade, estabelecendo novo recorde olímpico com o tempo de 3:32.39

Canadá, Estados Unidos e Austrália, nas três raias centrais, vão brigando pela liderança da prova

Vamos para a segunda bateria do revezamento, com presença do revezamento brasileiro! As nadadoras do Brasil estarão na raia de número 6

No fim, vitória do revezamento italiano, com o tempo de 3:35.90. Federica Pellegrini fechou a série e levou as meninas da Itália à vitória

Na primeira bateria temos briga forte entre as nadadoras de Japão e Holanda pela liderança

Vamos agora para as duas últimas baterias do dia: a briga pela classificação para final no revezamento 4x100 livre feminino

Após o recorde mundial, a confirmação de que Felipe França, com o terceiro melhor tempo das eliminatórias, e João Gomes, avançaram às semifinais dos 100m peito

TEMOS RECORDE MUNDIAL! Adam Peaty confirma favoritismo e ganha com tranquilidade, fazendo o melhor tempo da história dos 100m peito masculino! 57.55 é o novo recorde mundial da prova!

Felipe França consegue a vitória da bateria, com o tempo de 59.01, estabelecendo novo recorde sulamericano! João Gomes chega atrás de van der Burgh, ficando com a terceira colocação

Felipe França e João Gomes vem aí na próxima série, nas raias 3 e 5, respectivamente. Olho também no nadador da raia 4, o sul-africano Cameron van Der Burgh

Vitória de Yasuhiro Koseki na quarta bateria, com o tempo de 58.91. Único tempo abaixo de 59s para o japonês

O colombiano Jorge Murillo Valdés vence a terceira bateria, com o tempo de 59.93. É o único a nadar abaixo de 1 minuto por enquanto

A segunda bateria ainda tem tempos acima de 1 minuto, com vitória do suíço Yannick Kaeser

O tailandês Radomyos Matjiur vence a primeira bateria da prova com tempo acima de 1 minuto

Vamos agora para as eliminatórias dos 100m peito masculino

As classificada para a final dos 400m medley feminino são as seguintes:
Katinka Hosszu (HUN)
Mireia Belmonte Garcia (ESP)
Maya Dirado (EUA)
Hannah Miley (GBR)
Aimee Willmott (GBR)
Elizabeth Beisel (EUA)
Shimizu Sakiko (JAP)
Emily Overholt (CAN)

Katinka Hosszu vence a prova com um tempo espetacular de 4:28.58 e por um décimo não consegue bater o recorde mundial da prova ainda nas eliminatórias. Excelente desempenho da nadadora húngara

Vamos para os últimos 100m da prova e a húngara segue forte na busca pelo recorde mundial!

Katinka Hosszu vem nadando muito forte, passando 2 segundos abaixo do tempo do recorde mundial

Vamos para a última bateria dos 400m medley feminino. Olho na húngara Katinka Hosszu, que vem com o melhor tempo das classificadas para essa prova

Fim da prova. Maya Dirado vence com o tempo de 4:33.50. A surpresa fica por conta do tempo fraquíssimo da chinesa Ye Shiwen, que não conseguirá vaga na final da prova, ficando com tempo na casa de 4:45

As nadadoras vão se encaminhando para o estilo livre, fazendo a virada dos 300m, com a britânica Willmott liderando, seguida da americana Dirado

Destaque agora para a nadadora chinesa Ye Shiwen, que vem na raia de número 7 da próxima bateria. Ela detém o recorde mundial da prova, estabelecido em Londres, nos últimos Jogos Olímpicos, em 2012

Fim da bateria com vitória da vietnamita Nguyen Thi Ahn, com o tempo de 4:36.85. A brasileira Joanna Maranhão termina na terceira colocação, com o tempo de 4:38.88

Na virada dos 300m a Turquia vem na liderança com Viktoria Gunes. Joanna Maranhão sai do TOP 3 da prova no momento

A nadadora vietnmaita Nguyen Thi Ahn vira os 200m com mais de 1 segundo de vantagem sobre Joanna Maranhão, que vem na segunda posição

Na virada dos 100m, a brasileira já consegue assumir a liderança da prova

Joanna começa forte, virando os primeiros 50m na terceira posição dentro da bateria

Na terceira bateria teremos a presença da experiente nadadora brasileira Joanna Maranhão, que chega à sua quarta Olímpiada. Ela vem na raia 5!

A segunda bateria conta com vitória da croata Matea Samardzic, fechando a prova com tempo abaixo de 4:40, virando 4:39.41

A suíça Martina Van Berkel vence a primeira bateria com 4:45.12, fazendo sua melhor marca pessoal

Já começam as eliminatórias dos 400m medley feminino. A primeira bateria conta também com apenas três nadadoras.

Os classificados para a final dos 400m livre masculino são:
Conor Dwyer (EUA)
Mack Horton (AUS)
Gabriele Detti (ITA)
Sun Yang (CHI)
David McKeon (AUS)
James Guy (GBR)
Connor Jaeger (EUA)
Jordan Pothain (FRA)

Termina a última bateria dos 400m livre masculino. Conor Dwyer vence a série, com Mack Horton na segunda posição. O americano Dwyer fecha a prova com o tempo de 3:43.42, o melhor de toda a eliminatória

Iremos agora para a última bateria dos 400m livre masculino. Destaque para a presença de Mack Horton, que tem a melhor marca do ano na prova

O chinês não decepciona, vence sua bateria com tranquilidade e faz o melhor tempo da prova até o tempo, com 3:44.23. Bom desempenho do atual campeão olímpico da prova

Para a sexta bateria, o destaque fica para o chinês Sun Yang, campeão e recordista olímpico. Olho para ele, que nada na raia de número 4!

Na virada para os últimos 50m, Brown já estava na segunda colocação e o francês Jordan Pothain fecha a série na primeira posição, com o tempo de 3:45.43, bem acima do recorde mundial

Na quinta série, o sul-africano Brown vem fazendo parciais abaixo do tempo do recorde mundial e vem muito forte

Na quarta bateria, o egípcio Marwan Elkamash, com o tempo de 3:47.43. Tivemos dobradinha egípcia nessa bateria!

Luiz Altamir acaba não conseguindo a vitória na bateria, que fica nas mãos do salvadorenho Marcelo Acosta, com o tempo de 3:48.82. O brasileiro fechou a prova em 3:50.82

Nos últimos 100m, Altamir acaba sendo ultrapassado por Marcelo Acosta, de El Salvador. A briga é boa!

Chegando na metade da prova, o brasileiro Luiz Altamir vai liderando com 0.36s de vantagem para o segundo colocado

Agora temos mais uma participação brasileira: Luiz Altamir vem para a terceira bateria na raia de número 2

A segunda bateria termina com vitória do venezuelano Cristian Quintero, com o tempo de 3:50.84

Vitória do nadador das Ilhas Cayman Geoffrey Butler, com o tempo de 4:07.87

Vamos agora às baterias dos 400m livre masculino. A primeira bateria também começa com apenas três nadadores

A sueca Sjostrom mantém seu domínio e vence a última bateria com o melhor tempo das eliminatórias: 56.26. Com o restante dos resultados, Daiene Marçal e Daynara de Paula conseguiram avançar à próxima fase, com o 15º e 14º tempo das eliminatórias

Vamos para a última bateria, que tem a recordista mundial Sarah Sjostrom na raia 4. Por enquanto, as duas brasileiras seguem se classificando para as semifinais

Kelsi Worrell vence a última bateria com o tempo de 56.97, não conseguindo superar sua compatriota Vollmer. Daiene termina na quarta colocação com o tempo de 58.15

Na última bateria, teremos mais uma brasileira competindo: na raia 7, Daiene Marçal vai cair na água em instantes

A vitória na penúltima bateria dos 100m borboleta feminino fica com Dana Vollmer, dos Estados Unidos. A recordista olímpica da prova bate o tempo de Daynara de Paula e fecha a prova com 56.56

Vamos à quarta bateria, de um total de seis. Daynara tem boas chances de avançar às semifinais

A brasileira consegue um bom desempenho e vence sua bateria, com o tempo de 57.92, o melhor até o momento

Na terceira série, vem aí Daynara de Paula pelo Brasil!

Já na segunda bateria, a nadadora israelita Amit Ivry termina na primeira colocação, com o tempo de 59.42

Na primeira série dos 100m borboleta feminino, uma vitória importante para Yusra Mardini, nadadora que compete pelo time dos refugiados, com tempo na casa de 1min09s

Os classificados para a final são:

Chase Kalisz (EUA)
Daiya Seto (JAP)
Kosuke Hagino (JAP)
Jay Litherland (EUA)
Max Litchfield (GBR)
Thomas Fraser-Holmes (AUS)
Travis Mahoney (AUS)
Joan Lluis Pons (ESP)
 

Bela briga entre o japonês Seto e o americano Kalisz, que acaba conseguindo a vitória com o tempo de 4:08.12. Brandonn Almeida fica em quinto na bateria, com o tempo de 4:17.25

A torcida brasileira vai dando um show empurrando Brandonn Almeida, que vem brigando pela quarta posição na prova

Tem brasileiro na piscina! Brandonn Almeida vem aí na raia 7 da última bateria dos 400m medley!

Com o tempo de 4:10.00, o japonês Kosuke Hagino faz o melhor tempo até agora e vence a terceira bateria dos 400m medley masculino

Lembrando que apenas os nadadores com os oito melhores tempos nessa prova avançam para a final

Na primeira bateria completa, vitória de Travis Mahoney, da Austrália, com o tempo de 4:13.37

Vitória do nadador de Liechtenstein Christoph Martin Meier. Os oito nadadores da próxima bateria já se encontram posicionados esperando a largada

A primeira série contará com apenas três nadadores e os três já estão na água!

Os atletas já se encontram na sala de espera, apenas aguardando a convocação para a piscina

Falta pouco para começarem as provas da natação na Olímpiada do Rio 2016. As primeiras eliminatórias a serem disputadas são as dos 400m medley masculino

As últimas eliminatórias a serem disputadas serão as duas rodadas do revezamento 4x100 livre feminino. A Austrália é a favorita para a medalha, tendo os recordes mundial e olímpico, além de um excelente tempo de classificação. O Brasil aparece na raia 6 da segunda semifinal da prova.

Na prova dos 100m peito masculino, a disputa tem nível altíssimo. Cameron Van Der Burgh e Adam Peaty, recordistas olímpico e mundial, respectivamente, estarão presentes no Rio e a competição ainda conta com os brasileiros Felipe França e João Gomes

Na prova dos 400m medley feminino, o recorde mundial também fica por conta da China. A nadadora Shiwen Ye estará presente nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Apesar disso, o maior destaque da prova fica com a húngara Katinka Hosszu, única nadadora a ficar abaixo da casa de 4min30s. A experiente Joanna Maranhão será a única brasileira na prova.

Se temos a recordista mundial nos 100m borbleta feminino, o recordista olímpico dos 400m livre masculino também estará presente. O chinês Yang Sun nadará na raia 4 da penúltima série de eliminatórias da prova. Luiz Altamir nada na terceira bateria e será o único representante brasileiro nessa prova.

Nos 100m borboleta feminino, o grande destaque fica por conta da presença da recordista mundial Sarah Sjostrom. A sueca tem o melhor tempo de qualificação e ocupará a raia 4 da última eliminatória. O Brasil conta com duas nadadoras: Daiene Marçal e Daynara de Paula.

O Brasil está representado por um único atleta nessa prova, sendo ele Brandonn Almeida, que nadará na raia 7 da última bateria de eliminatórias.

O recorde mundial dos 400m medley masculino é do multicampeão Michael Phelps. O americano venceu a prova na Olímpiada de Pequim, em 2008, com o tempo de 4:03:84. Apesar disso, Phelps não disputará a prova no Rio. Dois japoneses detêm os melhores tempos de classificação: Kosuke Hagino e Daiya Seto.

As provas dos 100m borboleta feminino e dos 100m peito masculino, por serem mais curtas, recebem mais atletas e terão três etapas, sendo que tanto as eliminatórias quanto as semifinais serão disputadas hoje.

As provas de 400m medley, tanto a masculina quanto a feminina, serão disputadas integralmente nesse sábado e não têm a etapa semifinal. Os 400m livres masculino também seguem o mesmo padrão de progressão, com duas etapas: eliminatórias e final.

As provas da natação serão disputadas no Estádio Aquático Olímpico, situado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, mais especificamente no bairro da Barra da Tijuca. As instalações foram levantadas especialmente para o período olímpico e serão desmontadas após as provas

A natação tem como um de seus principais atrativos o fato de ter decisões de medalha em todos os dias. No primeiro deles, saberemos os campeões olímpicos do revezamento 4x100 livre feminino e das provas individuais dos 400m medley masculino, 400m livre masculino e 400m medley feminino

As provas a serem disputadas hoje, na sequência, serão: 400m medley masculino; 100m borboleta feminino; 400m livre masculino; 400m medley feminino; 100m peito masculino; revezamento 4x100 livre feminino

Boa tarde, leitor da VAVEL Brasil! Acompanhe conosco agora as disputas do primeiro dia da natação nos Jogos Olímpicos Rio 2016. A competição começa às 13h, com a disputa da primeira eliminatória dos 400m Medley masculino.