Placares elásticos marcam primeiro dia do rúgbi feminino; Brasil começa mal

Seleção Brasileira teve problemas e saiu sem tries nos dois jogos do primeiro dia; confira todos os resultados deste sábado

Placares elásticos marcam primeiro dia do rúgbi feminino; Brasil começa mal
(Foto: David Rogers/Getty Images)

Após 92 anos, o rúgbi está oficialmente de volta aos Jogos Olímpicos. Na modalidade Sevens, que conta com sete jogadoras e dois tempos de sete minutos, o primeiro dia de disputas teve duas derrotas brasileiras, surpresa com Fiji, que bateu os Estados Unidos, e placares com diferenças grandes.

Confira todos os resultados e detalhes do primeiro dia de disputas do Rúgbi Sevens dos Jogos Olímpicos Rio 2016:

1ª rodada

11h: França 24x7 Espanha - Grupo B

Na primeira partida de rúgbi dos Jogos Olímpicos Rio 2016, quem abriu o placar foi a França com Grassieau. As fracesas conseguiram abrir 19x0 cedo e logo depois levaram os primeiros sete pontos da Espanha, mas não se abalaram e conseguiram chegar aos 24 pontos pouco depois.

11h30: Nova Zelândia 52x0 Quênia - Grupo B

Foi um massacre. Melhor seleção no cenário mundial, a Nova Zelândia não deu nem chance para o Quênia tentar reagir e destruiu as adversárias, aplicando uma lavada de 52x0. As neozelandesas, que ficaram com uma jogadora a menos após cartão amarelo, marcaram os primeiros sete pontos logo com um minuto de disputa, mostrando que não seria um duelo disputado. Portia Woodman fez um hat-trick.

12h: Grã Bretanha 29x3 Brasil - Grupo C

A estreia do Brasil não foi como as meninas esperavam. Diante da forte seleção britânica, as brasileiras erraram bastante e cederam muitos espaços, permitindo que a diferença no placar ficasse cada vez maior. A Grã Bretanha até demorou a conseguir controlar a bola e precisou fazer muito esforço defensivamente para segurar um empenhado Brasil, mas elas conseguiram superar a pressão e encontrar brechas na marcação.

Raquel, que marcou os três pontos com um chute após penal, se tornou a primeira pontuadora da história do rugby brasileiro nos Jogos Olímpicos.

12h30: Canadá 45x0 Japão - Grupo C

O Canadá também não deu chance ao Japão, vencendo as adversárias com sete tries, sem dar oportunidade para as japonesas. Farella e Landry fizeram dois tries cada.

13h: EUA 7x12 Fiji - Grupo A

A surpresa da primeira rodada ficou por conta de Fiji, que conseguiu uma inesperada vitória contra os Estados Unidos por 12x7. As fijianas não tem nível técnico muito abaixo das norte-americanas, por isso conseguiram equilibrar o duelo e desbancar o favoritismo adversário no confronto. Tisolo e Ravisa cruzaram o in-goal de Fiji.

13h30: Austrália 53x0 Colômbia - Grupo A

Mais um jogo terminou com placar elástico. No último duelo da rodada, a Autsrália venceu sem nenhum problema a Colômbia, marcando nove tries e abrindo um ótimo placar de 53x0. Charlotte Caslick conseguiu um hat-trick.

2ª rodada

16h:  França 40x07 Quênia - Grupo B

Apesar de marcar pontos, o Quênia não deu trabalho para a França, que passou com facilidade pelas adversárias e venceu a segunda partida do dia. As francesas marcaram cinco tries, sendo dois com Ladagnous.

16h30: Nova Zelândia 31x5 Espanha - Grupo B

A Nova Zelândia conseguiu marcar cinco tries, sendo dois com Kayla McAlister, e derrotou a Espanha, garantindo lugar na próxima fase. Mesmo que as espanholas tenham feito muita força para vencer, as neozelandesas não deram espaço e conseguiram o segundo resultado positivo do dia.

17h: Grã Bretanha 40x0 Japão - Grupo C

Em seu segundo jogo do dia, o Japão levou novamente 40 pontos e não conseguiu reagir para buscar a desvantagem. Diante da forte Grã Bretanha, as japonesas foram massacradas e viram as adversárias conseguirem a classificação para as quartas de final antecipadamente.

17h30: Canadá 36x0 Brasil - Grupo C

Não foi dessa vez que o Brasil conseguiu marcar um try. Em outra derrota, que não eliminou a seleção graças à derrota do Japão, as brasileiras sofreram bastante contra as canadenses e viram as adversárias dominarem do início ao fim. Apesar da expectativa pela vitória das Yaras, a partida não teve surpresas, já que o Canadá era favorito contra as donas da casa. Foram quatro tries no primeiro tempo e mais dois no segundo. Karen Paquin e Bianca Farella fizeram dois tries cada.

18h: EUA 48x0 Colômbia - Grupo A

Depois da derrota contra Fiji, a seleção norte-americana conseguiu colocar a cabeça no lugar e venceu sem dificuldades a Colômbia, marcando 48 pontos e seguindo em busca da classificação para as quartas de final.

18h30: Austrália 36x0 Fiji - Grupo A

A Austrália também garantiu seu lugar na próxima fase ao vencer Fiji com ótima vantagem. Apesar da surpresa no duelo contra os Estados Unidos, as fijianas acabaram não conseguindo repetir o bom desempenho e a pressão, levando 36 pontos das australianas.