Brasil tem seu pior desempenho no início dos Jogos Olímpicos desde 1980 em Moscou

Nos jogos de Moscou, ainda na época da União Soviética, Brasil terminou a competição com apenas quatro medalhas e um péssimo desempenho do início ao fim

Brasil tem seu pior desempenho no início dos Jogos Olímpicos desde 1980 em Moscou
Foto: Sam Greenwood/Getty Images

O início do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro não é nada animador. Nestes três primeiros dias de jogos, esperava-se mais dos brasileiros em alguns esportes - como o judô que sempre costuma render medalhas no início - mas os atletas não tem correspondido a altura da expectativa dos torcedores, que esperavam melhor desempenho por jogarem em casa. Outra grande decepção foi o início do futebol masculino, com dois empates sem gols contra equipes mais inferiores.

É o pior desempenho do Brasil em Jogos Olímpicos desde a participação em Moscou 1980, ainda na época da União Soviética. Naquela participação, a delegação brasileira terminou com apenas quatro medalhas, sendo duas de ouro e duas de bronze. Nos primeiros dias, apenas uma medalha - de bronze no revezamento 4x200 metros livres na natação. Neste começo de Olimpíada no Rio de Janeiro, o Brasil conquistou apenas uma medalha em três dias - prata com Felipe Wu no tiro esportivo (veja aqui). 

Nos primeiros dias de Olimpíada, a grande decepção ficou no judô, que é um esporte que costuma trazer medalhas. Era esperado um melhor desempenho, principalmente com Sarah Menezes, que conquistou ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Assim como Sarah, no masculino o atleta Felipe Kitadai também caiu cedo e não brigará por medalha. Desde os jogos de 1980 em Moscou que o Brasil não começa sem conquistar medalhas no judô. Desde então, os brasileiros sempre conseguiram ganhar.

Entretanto, o Brasil começou bem nos esportes coletivos. Se o início não é bom, existe a expectativa por recorde de medalhas no final da Olimpíada. O início animador - principalmente das mulheres no futebol, handebol e vôlei de quadra e praia - pode render bons frutos para o Brasil no fim das contas.