Natação: dia 4 na Rio 2016

Natação: dia 4 na Rio 2016
Nadadoras largam para a semifinal dos 200m livre (Foto: Adam Pretty/Getty Images)

Esse é o fim das competições no dia de hoje. Um dia certamente histórico para Michael Phelps e a natação mundial, com provas excelentes como a dos 200m livre feminino. E mais uma consagração para Katinka Hosszú. É assim que nos despedimos e relembramos que AMANHÃ TEM MAIS! Boa noite a todos e amanhã estaremos juntos conferindo as emoções da natação

MEDALHA DE OURO PARA OS ESTADOS UNIDOS! Michael Phelps fecha o revezamento, que totalizou 7:00.66 e ganha sua 21ª medalha de ouro! A Grã-Bretanha consegue a medalha de preta graças à excelente prova de James Guy e o Japão fica com o bronze

O ouro já é virtualmente dos Estados Unidos. Ryan Lochte abriu uma diferença muito grande para os adversários antes de entregar para Michael Phelps. O Japão vem na segunda colocação e a Grã-Bretanha na terceira posição

Townley Haas, segundo nadador dos Estados Unidos, entrega ainda na liderança. David McKeon recupera a segunda posição para a Austrália!

A primeira passagem termina com Conor Dwyer, dos Estados Unidos, na frente. Na segunda colocação vem o Japão, com o nadador Kosuke Hagino

Agora teremos a final do revezamento 4x200m livre masculino. Michael Phelps cairá nas piscinas novamente em busca de sua 21ª medalha de ouro.

MEDALHA DE OURO E RECORDE OLÍMPICO PARA KATINKA HOSSZÚ! A Dama de Ferro húngara bate seu próprio recorde olímpico, marcando 2:06.58 leva a sua terceira medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Espetacular a participação de Hosszú. Siobhan-Marie O'Connor fecha na segunda posição e fica com a prata. O bronze vai para os Estados Unidos, com Maya Dirado

Na virada dos 100m, Katinka Hosszú abre no estilo de costas e vira na primeira colocação. O'Connor vem na segunda posição

Depois de toda essa emoção, iremos à final dos 200m medley feminino

O estadunidense proporciona mais uma grande imagem da Olímpiada: quebra totalmente o protocolo, sobe até sua família e pega o pequeno Boomer Phelps, seu filho de três meses

Impressionante a imagem de Phelps tentando conter as lágrimas no pódio, mesmo tendo passado por esse momento tantas outras vezes

Michael Phelps é ovacionado pelo público presente no estádio olímpico. Merecidíssimo. O nadador demonstra toda a emoção no seu rosto

Agora teremos mais um momento de consagração para Michael Phelps. O estadunidense receberá a sua VIGÉSIMA medalha de ouro.

Os oito classificados para a final são:
Ippei Watanabe (JAP)
Andrew Willis (GBR)
Josh Prenot (EUA)
Yasuhiro Koseki (JAP)
Kevin Cordes (EUA)
Anton Chupkov (RUS)
Marco Koch (ALE)
Dmitriy Balandin (CAZ)

Andrew Willis, marcando 2:07.73, termina a segunda bateria na primeira posição. Watanabe mantém seu recorde olímpico e se classifica para nadar na raia de número 4

Quem vence a série é o japonês Ippei Watanabe, marcando 2:07.22, estabelecendo novo recorde olímpico! Excelente prova do nadador

E agora sim, teremos às semifinais dos 200m peito masculino

Vamos agora à premiação dos 200m livre feminino

As classificadas para a final são: 
Madeleine Groves (AUS)
Mireia Belmonte Garcia (ESP)
Zhou Yilin (CHN)
Natshumi Hoshi (JAP)
Zhang Yufei (CHN)
Hali Flickinger (EUA)
Brianna Throssell (AUS)
Cammile Adams (EUA)

Vitória para Madeleine Groves, com o tempo de 2:05.60. Mireia Belmonte Garcia chega na segunda colocação com um excelente fim de prova

Quem fecha a primeira bateria na primeira colocação é Zhou Yilin, com o tempo de 2:06.52

Depois de presenciar a história sendo escrita, vamos às semifinais dos 200m borboleta feminino

Prova absolutamente sensacional. Presenciamos um mito, uma lenda, um monstro, vencendo a sua 20ª medalha de ouro! Todas as honras são pequenas para Michael Phelps

MEDALHA DE OURO PARA OS ESTADOS UNIDOS! É A 20ª DE MICHAEL PHELPS! O estadunidense marca seu nome mais uma vez na história, recuperando o título dos 200m borboleta. Absolutamente sensacional, liderando de ponta a ponta! A prata fica para o Japão, com Masato Sakai e Tamas Kenderesi, da Hungria, leva o bronze

Na virada dos 100m, Michael Phelps vem na liderança! Laszlo Cseh na segunda colocação!

Estão todos na água! Phelps e Le Clos têm excelente saída

Depois dessa prova espetacular das mulheres, vamos para os 200m borboleta masculino. Tem Michael Phelps na água e o estadunidense pode conseguir sua 20ª medalha de ouro, mas tem a concorrência de Chad Le Clos e Laszlo Cseh, além de Tamas Kenderesi

MEDALHA DE OURO PARA OS ESTADOS UNIDOS! Katie Ledecky conseguiu tomar a liderança da australiana Emma McKeon, foi muito pressionada por Sarah Sjöström, mas apertou o ritmo nos últimos metros e levou a medalha de ouro com o tempo de 1:53.73. Sarah Sjöström, da Suécia, fica com a prata e Emma McKeon levará o bronze para a Austrália

Ao fim dos primeiros 100m, quem lidera é Emma McKeon, com Katie Ledecky colada nela

As nadadoras caem na água!

Agora vamos à final dos 200m livre feminino. A prova promete demais, com a presença de Federica Pellegrini, Sarah Sjöström, Katie Ledecky e Emma McKeon

Os classificados para a final são: 
Nathan Adrian (EUA)
Kyle Chalmers (AUS)
Cameron McEvoy (AUS)
Santo Condorelli (CAN)
Caeleb Dressell (EUA)
Pieter Timmers (BEL)
Duncan Scott (GBR)
Marcelo Chierighini (BRA)

Kyle Chalmers fecha a prova na primeira colocação com o tempo de 47.88. Marcelo Chierighini fecha a bateria em quinto, mas consegue a vaga para a final!

Agora teremos brasileiro na água! Marcelo Chierighini vem aí para tentar uma vaga na final, nadando na raia de número 1

Nathan Adrian, depois de quase não conseguir avançar às semifinais, vence a primeira série com o tempo de 47.83

Estamos quase lá! A primeira prova é a dos 100m livre masculino, em fase semifinal

Conforme vamos nos aproximando do horário das provas, recebemos a confirmação de que Michael Phelps nadará o revezamento 4x200m livre pelos Estados Unidos. Com isso, o nadador pode chegar a 21 medalhas de ouro em Jogos Olímpicos

Teremos agora uma pausa nas competições da natação e voltamos à noite, às 22h com as finais e semifinais do dia!

Quem vence a segunda bateria é o revezamento da Grã-Bretanha, fechando com 7:06.31

A vitória da primeira bateria fica com o revezamento dos Estados Unidos, marcando 7:06.74. Os brasileiros terminam na última colocação

Os nadadores da primeira bateria caíram na água e tem Brasil na piscina!

A última prova a ser disputada na parte da tarde será o revezamento 4x200m livre

Quem vence a última série eliminatórias é o russo Anton Chupkov, marcando o tempo de 2:07.93. Thiago Simon fecha em último, marcando 2:15.01

A última bateria terá o brasileiro Thiago Simon na água!

Na penúltima bateria, quem fica na frente é Andrew Willis, marcando o tempo 2:08.92

Quem vence a terceira bateria é o japonês Yasuhiro Koseki, com o tempo de 2:08.61.

A vitória da bateria fica com Nicholas Quinn, que marca o tempo de 2:11.67. Tales Cerdeira fecha apenas em quinto com 2:12.83

Temos agora o brasileiro Tales Cerdeira na raia de número 4 da segunda bateria

A primeira bateria termina com vitória de Glen Snyders, da Nova Zelândia. O nadador fecha a prova com o tempo de 2:12.47

Vamos para as eliminatórias dos 200m peito nesse momento

Não deu para Joanna Maranhão, que acaba eliminada dos 200m borboleta

Mireia Belmonte Garcia, da Espanha, termina a prova com o primeiro lugar, marcando 2:06.64

Quem fecha na frente é a estadunidense Natalie Adams, fechando a prova com a marca de 2:06.67. Joanna Maranhão termina na sétima posição, marcando 2:10.69

Katinka Hosszú desistiu da prova e não compareceu. Provavelmente por conta do cansaço, se poupando para a final dos 200m medley, que será realizada mais tarde

Vamos agora à terceira bateria, que tem a presença da brasileira Joanna Maranhão!

Na segunda bateria, a japonesa Suzuka Hasegawa, marcando o tempo de 2:07.35

A primeira bateria termina com vitória da turca Nida Ustundag, com o tempo de 2:10.60

Sem tempo para descanso, seguimos com a prova dos 200m borboleta feminino

Nicolas Oliveira fica de fora das semifinais dos 100m livre, mas Marcelo Chierighini consegue a vaga com o 13º tempo! Nathan Adrian, campeão olímpico, fica com a última vaga e por pouco não consegue avançar

Com o fim da última bateria, a vitória vai para a Austrália, com o nadador Cameron McEvoy, fazendo a marca de 48.12. Nicolas Oliveira fecha em sétimo, virando em 49.05

Agora teremos mais brasileiro. Vem aí Nicolas Oliveira!

Vence a bateira o australiano Kyle Chalmers, quebrando a barreira dos 48s, marcando o tempo de 47.90

A vitória da sexta bateria fica com Santo Condorelli, fechando em 48.22. Marcelo Chierighini termina na quinta posição, com o tempo de 48.53

Agora tem Brasil na piscina! Vem aí Marcelo Chierighini!

Quem leva a quinta bateria é Duncan Scott, marcando 48.01

A vitória da quarta bateria fica com Dylan Carter, de Trinidad & Tobago, com o tempo de 48.80

Na terceira bateria, Oussama Sahnoune, com o tempo de 49.20, termina na primeira colocação

A vitória fica com o nadador de Moçambique Igor Mogne, fechando com 50.65

A segunda bateria tem a presença ilustre de Rami Anis, nadador que compete pelo time dos refugiados. Ele é sírio e nada na raia de número 2

Quem vence a primeira prova é o dominicano Jhonny Perez-Ureña, com o tempo de 51.50

Vamos à primeira série dos 100m livre masculino!

Por fim, veremos o revezamento 4x200m livre masculino, com destaque para a presença dos Estados Unidos, que detém o recorde mundial e olímpico, e para a Grã-Bretanha, classificada com o melhor tempo de balizamento. O revezamento brasileiro nada na raia 1 da primeira bateria

A participação brasileira será dupla nos 200m peito masculino. Teremos Tales Cerdeira e Thiago Simon nadando nas eliminatórias. A expectativa do público é maior para as provas do japonês Yasuhiro Koseki e do alemão Marco Koch, juntamente os estadunidense Josh Prenot e Kevin Cordes

As nadadoras mais aguardadas para a prova dos 200m borboleta feminino são a australiana Madeline Groves, juntamente com, mais uma vez, a húngara Katinka Hosszú, que vai nadar mais uma prova. A espanhola Mireia Belmonte Garcia e a japonesa Natsumi Hoshi também merecem atenção. A brasileira Joanna Maranhão também marcará presença

Nos 100m livre masculino, há de se destacar a participação do refugiado Rami Anis. O maior destaque fica por conta de Cameron McEvoy, da Austrália, e o estadunidense Nathan Adrian. A participação brasileira fica por conta de Marcelo Chierighini, que nada na sexta bateria, e Nicolas Oliveira, que fica na última bateria

Às 22h, as disputas voltam ao Estádio Aquático Olímpico com as semifinais dos 1o0m livre masculino. Em seguida, duas provas valendo medalha, com a final dos 200m livre feminino e dos 200m borboleta masculino. As meninas dos 200m borboleta feminino disputam as semifinais logo após, junto com os homens dos 200m peito. Para fechar a noite, temos a final dos 200m peito feminino e a final do revezamento 4x200m livre masculino

Na parte da tarde, teremos quatro provas eliminatórias, incluindo os 100m livre masculino, uma das mais prestigiadas da natação, abrindo o dia. Na sequência, vamos com os 200m borboleta feminino, 200m peito masculino e, por fim, o revezamento 4x200m livre masculino

Como de costume na natação da Rio 2016, teremos apenas baterias eliminatórias durante o início da tarde. À noite serão disputadas semifinais e finais de algumas provas

Seja muito bem-vindo, leitor da VAVEL Brasil! Acompanhe conosco mais um dia de competições na natação dos Jogos Olímpicos Rio 2016!