Quatro brasileiros conseguem vaga nas semifinais da natação

Etiene Medeiros, Henrique Rodrigues, Thiago Pereira e Léo de Deus avançaram

Quatro brasileiros conseguem vaga nas semifinais da natação
Michael Phelps (esq.) e Thiago Pereira sorriem vendo seus tempos na prova dos 200m medley (Foto: Martin Bureau/AFP/Getty Images)

Com mais um dia de eliminatórias, a natação começou no Parque Olímpico e a torcida presente teria a chance de ver dois brasileiros com grandes chances de avançar às semifinais: Leonardo de Deus, nos 200m costas, e a dupla Henrique Rodrigues e Thiago Pereira, nadando nos 200m medley. Thiago é, inclusive, uma das maiores esperanças de medalha para a natação brasileira nessa Olímpiada. Além dos dois brasileiros, o monstro Michael Phelps também nadaria os 200m medley. Entre as mulheres, a expectativa ficava por conta de Sarah Sjöström, um dos destaques dos Jogos Olímpicos, que nadou os 100m livre, assim como as brasileiras Etiene Medeiros e Larissa Oliveira.

Os 100m livre feminino fizeram a abertura das competições e por pouco não foram perfeitas para a torcida brasileira. Etiene Medeiros, nadando na penúltima bateria, fez um ótimo tempo, marcando 54.38, apenas 12 centésimos acima de sua melhor marca. Larissa Oliveira, no entanto, não conseguiu avançar, marcando 54.72. O melhor tempo foi da australiana Kate Campbell. A marca de 52.78 significou um novo recorde olímpico para a nadadora.

Nos 200m costas masculino, aguardava-se uma boa participação de Leonardo de Deus. O brasileiro já havia sido semifinalista olímpico anteriormente e tinha boas chances de conseguir uma vaga entre os 16 melhores dessa prova. Nadando na última bateria, Léo de Deus conseguiu fazer boa prova, quebrou o recorde brasileiro e marcou 1:57.00, suficiente para passar às semifinais com o 12º tempo. A melhor marca foi a do russo Evgeny Rylov, que terminou as eliminatórias se classificando com o tempo de 1:55.02.

Na sequência, tivemos a única prova sem presença de brasileiros ou brasileiras. Os 200m peito feminino não tiveram muitas surpresas, a não ser pela prova que a russa Yulia Efimova fez. Passando com muita tranquilidade e sem forçar, Efimova terminou os primeiros 50m na última colocação, mas aumentou a intensidade nos 100m finais e fechou na terceira colocação, garantindo vaga nas semifinais.

Nos 200m medley masculino, a torcida tinha muita esperança de vaga nas semifinais com Thiago Pereira e Henrique Rodrigues. Henrique nadou logo na segunda bateria, fechando em terceiro, com o tempo de 1:58.86, suficiente para garantir vaga na fase seguinte. Na última bateria, Thiago nadou ao lado de Michael Phelps e conseguiu o tempo de 1:58.63, ficando apenas 22 centésimos atrás do estadunidense, também conseguindo a classificação. Os brasileiros fizeram, respectivamente, o quarto e o quinto tempo das classificatórias.

Para fechar a primeira parte das atividades nas piscinas, tivemos as eliminatórias do revezamento 4x200m livre feminino. O revezamento brasileiro nadou na segunda bateria, com Manuela Lyrio, Jéssica Cavalheiro, Gabriele Roncato e Larissa Oliveira,  estabelecendo a marca de 7:55.78, estabelecendo um novo recorde sul-americano, mas sem conseguir avançar para a final da prova. Os Estados Unidos conseguiram a melhor marca, fechando em 7:47.77.