Guilherme Toldo comemora feito inédito na esgrima e mira florete por equipes: "Estamos entre os melhores do mundo"

Quadrifinalista no florete individual da Rio 2016, esgrimista brasileiro concedeu uma entrevista coletiva à imprensa

Guilherme Toldo comemora feito inédito na esgrima e mira florete por equipes: "Estamos entre os melhores do mundo"
Guilherme Toldo, da esgrima/ Foto:Renato Miyaji/ VAVEL Brasil

Nesta quinta-feira (11), o esgrimista brasileiro Guilherme Toldo concedeu uma entrevista coletiva falando sobre sua segunda participação em Jogos Olímpicos, desta vez, em casa.

Nascido em Porto Alegre (RS), o gaúcho de 23 anos é um dos principais esgrimistas do país. Em Londres 2012, ele participou da equipe brasileira no competição de florete por equipes. Já no ano passado, Toldo conquistou a medalha de prata no Pan Americano de Toronto, Canadá, também no florete por equipe.

Nesta edição da Olimpíada, o gaúcho já disputou o florete individual. Surpreendendo, Toldo fez história chegando às quartas de final, sendo o primeiro do Brasil a alcançar essa fase em Jogos Olímpicos. Na primeira rodada, o brasileiro ganhou do austríaco Rene Pranz - 55º do mundo.

Na sequência, eliminou o favorito e vice líder do ranking mundial, o japonês Yuki Ota por 14 a 13. Nas oitavas, bateu Ka Long Cheung de Hong Kong por 15 a 10. Porém nas quartas, acabou derrotado pelo seu colega de treinamentos, o italiano Daniele Garozzo - 11º do mundo e que conquistaria a medalha de ouro.

"Feliz da vida nem tanto, porque sempre vamos para uma prova para ganhar, mesmo que seja necessário se superar e quebrar tabus. Mas saio bem contente, chegando entre os oito melhores do mundo da modalidade" comemorou o brasileiro e completou: "Acho que o fato de eu ter perdido para o campeão olímpico significou que pude dar o meu melhor, representar o Brasil da melhor maneira."

Em relação ao apoio da torcida, declarou: "Consegui jogar bem, jogar tranquilo, o calor da torcida me apoiou e incentivou, além de me ajudar a quebrar esse tabu."

Outra brasileira, Nathalie Moelhaussen também conquistou um feito inédito, atingindo as quartas de final na espada individual. "Nosso trabalho vem sendo de longuíssimo prazo. A esgrima brasileira vem crescendo de forma interessante. As coisas não acontecem por acaso. Espero continuar subindo" comentou.

Guilherme Toldo entra em ação novamente nesta sexta-feira (12), quando disputa ao lado dos compatriotas Henrique Marques e Ghislain Perrier às quartas de final da competição de forete por equipes contra a Itália. Sobre o confroto, disse: "A expectativa é a melhor possível, vamos com a maior energia possível. Fico contente por estar aqui, fizemos por merecer. Estamos quebrando tabus, conquistando medalhas nos Campeonatos Sul-Americanos. Estamos entre as melhores equipes do mundo."