Natação: dia 7 na Rio 16

Natação: dia 7 na Rio 16
Nadadores caem na água para disputa de prova de 100m livre (Foto: Clive Rose/Getty Images)

Essa foi a natação nesse penúltimo dia. Obrigado por nos acompanhar e até amanhã, leitor da VAVEL Brasil!

Vitória da segunda bateria para a dinamarquesa Pernille Blume, fechando com 24.28. Etiene Medeiros avança para a final com o sétimo tempo!

Vamos à segunda bateria! 

Vitória da primeira bateria fica com Francesca Halsall, da Grã-Bretanha, marcando 21.41. Etiene Medeiros fecha na terceira posição, com 24.45, estabelecendo novo recorde sul-americano!

Agora, finalmente, teremos as semifinais dos 50m livre feminino! Tem Etiene Medeiros na piscina!

Vamos agora à premiação dos 50m livre masculino!

Tivemos a premiação dos 100m borboleta masculino e agora vamos à premiação dos 800m livre feminino, com a consagração de Katie Ledecky, mais uma vez

MEDALHA DE OURO PARA OS ESTADOS UNIDOS! Anthony Ervin, com 35 anos, vence a prova com o tempo de 21.40, se torna o nadador mais velho a vencer uma prova olímpica e bate Florent Manadou, da França, por apenas UM centésimo! A prata fica com a França e os Estados Unidos também levam o bronze com Nathan Adrian

Vamos aos 50m livre masculino nesse momento!

A estadunidense chora demais abraçando seus familiares na arquibancada. Cena linda! 

Vamos à premiação dos 200m costas feminino, com ouro para Maya Dirado

MEDALHA DE OURO E RECORDE MUNDIAL PARA OS ESTADOS UNIDOS! Katie Ledecky simplesmente não dá chances para suas adversárias, fecha a prova com o tempo de 8:04.79, conseguindo novo recorde mundial e colocando quase DOZE segundos para a segunda colocada e agora medalha de prata Jazz Carlin, da Grã-Bretanha. O bronze fica com Boglarka Kapas, da Hungria

Katie Ledecky lidera soberana na virada dos 500m, abrindo distância de quase dois segundos para o recorde mundial

Depois dessa prova absurda, com três nadadores empatados na segunda colocação, vamos à final dos 800m livre feminino. A favorita é a estadunidense Katie Ledecky. Chance de vermos recorde mundial sendo quebrado!

MEDALHA DE OURO E RECORDE OLÍMPICO PARA CINGAPURA! Joseph Schooling faz uma prova sensacional, lidera de ponta a ponta e fecha com 50.39, estabelecendo nova marca olímpica! Michael Phelps, Laszlo Cseh e Chad Le Clos empatam na segunda colocação e todos levarão a prata para casa

Teremos, a seguir, a final dos 100m borboleta masculino. Temos ótima briga entre Michael Phelps, em busca de sua 23ª medalha de ouro, Laszlo Cseh e Chad Le Clos

MEDALHA DE OURO PARA OS ESTADOS UNIDOS! Maya Dirado, com o tempo de 2:05.99, ultrapassa Katinka Hosszú praticamente na batida de mão e consegue sair com a vitória! A húngara, apenas seis centésimos atrás, leva a prata e o Canadá, representado por Hilary Caldwell, fica com o bronze

A húngara segue liderando na virada dos 100m, com Maya Dirado chegando na segunda posição, apertando o ritmo para tentar a vitória

Largaram! Hosszú já sai na frente, tomando a liderança logo no começo

Katinka Hosszú vem para a prova, sob muitos aplausos do público

Falta muito pouco e em alguns minutos teremos a primeira final do dia! Vem aí os 200m costas femininos

Os Estados Unidos vencem com o tempo de 3:31.83. Brasil chega na quarta posição e consegue a classificação para a final, com o sétimo melhor tempo!

Começa a segunda série! Tem Brasil na raia de número 6!

A Grã-Bretanha fecha na frente na primeira bateria, marcando 3:30.47

Vamos agora ao revezamento 4x100m medley masculino

Os Estados Unidos vencem a segunda bateria, marcando o melhor tempo: 3:54.67

Revezamento do Canadá fecha na primeira posição com o tempo de 3:56.80. As meninas do Brasil terminaram na sétima colocação da série, com 4:02.83

Agora vamos aos revezamentos 4x100m medley. Primeiramente com as mulheres!

Gregorio Paltrinieri vence a última bateria com o tempo de 14:44.51

Vamos para a última bateria dos 1500m livre!

Jordan Wilimowsky, dos Estados Unidos, vence a bateria com o tempo de 14:48.23

Vem aí o chinês Sun Yang, recordista mundial da prova! Olho nele e em Mack Horton

Jan Micka vence a quarta série, marcando o tempo de 14:58.69. É o melhor tempo até o momento

Começa a quarta bateria!

Na terceira bateria, quem vence é Anton Ipsen, marcando 15:05.91

Ilia Druzhinin, da Rússia, vence a segunda bateria com o tempo de 14:59.56. Os brasileiros terminam quarta e quinta colocações. Brandonn marcou 15:14.73 e Miguel fechou em 15:22.57

Agora teremos os dois brasileiros na pisicina! Miguel Valente e Brandonn Almeida vêm aí!

Oussama Mellouli vence a primeira bateria com 15:07.78

Agora vamos às eliminatórias dos 1500m livre masculino

Pernille Blume, da Dinamarca, vence a última bateria com o tempo de 24.23. Etiene Medeiros consegue a vaga com o 16º tempo! Teremos Brasil nas semifinais dos 50m livre

Com 24.26, Francesca Hallsall vence a bateria. Etiene fechou em 24.82 e ainda tem chances de entrar, mas precisa torcer muito

Vem aí Etiene Medeiros pelo Brasil! Simone Manuel também merece destaque depois do tabu quebrado ontem nos 100m livre

Graciele Hermann fecha com 25.60 e não deve avançar às semifinais

Aliaksandra Herasimenia, da Bielorrússia, vence com o tempo de 24.41

Agora tem brasileira nos 50m livre

A holandesa Dekker vencer a bateria dos 50m com 24.77

A portorriquenha Vanessa Garcia fecha sua série com 24.94 e vence a oitava bateria, de doze programadas

Pela Noruega, Susann Bjornsen vence a sétima série com a marca de 25.05

Na sexta eliminatória, chegando à metade da prova, quem vence é Karen Torrez, da Bolívia, com o tempo de 26.16

Faye Husain, do Kuwait, mas competindo pela delegação dos Atletas Olímpicos Independentes, vence a quinta bateria com o tempo de 26.86

Colleen Furgeson das Ilhas Marshall, vence a quarta série com a marca de 28.16

Na terceira bateria, quem vence é Dirngulbai Misech, com o tempo de 29.19

A segunda bateria fica com Anastasiya Tyurina, do Tadjiquistão, marcando 31.15

Na primeira bateria, vitória para Ei Ei Thet, com o tempo de 30.25

Começamos as atividades desta tarde com as eliminatórias dos 50m livre feminino

Já no masculino, o Brasil vem mais forte, nadando na raia 6 da segunda bateria. O favoritismo para as medalhas fica com Estados Unidos, França e Austrália.

As provas seguintes são de revezamento. Teremos os 4x100m medley masculino e feminino. No feminino, o favoritismo é dividido por China e Suécia, com os melhores tempos de classificação, e Estados Unidos, sempre fortíssimas candidatas a medalha. O Brasil nada na raia 1 da primeira bateria

Já nos 1500m livre, teremos dois brasileiros competindo: Brandonn Oliveira e Miguel Valente. O chinês Sun Yang é bastante aguardado, sendo o recordista da prova, além de já ter ganhado duas medalhas na Rio 16. No entanto, Gregorio Paltrinieri, Gabriele Detti e Mack Horton também merecem atenção

Sun Yang após conquistar a medalha de ouro nos 200m livre (Foto: Clive Rose/Getty Images)
Sun Yang após conquistar a medalha de ouro nos 200m livre (Foto: Clive Rose/Getty Images)

A primeira prova tem um total de doze baterias, um recorde nessa edição. Teremos as brasileiras Graciele Herrmann, na décima série, e Etiene Medeiros, na 11ª. Os destaques ficam com a recordista mundial Ranomi Kromowidjojo e com as australianas Cate e Bronte Campbell, além de Simone Manuel e Sarah Sjöström

Etiene Medeiros se prepara para nadar na Olímpiada (Foto: Divulgação/Time Brasil)
Etiene Medeiros se prepara para nadar na Olímpiada (Foto: Divulgação/Time Brasil)

Conforme vamos nos aproximando do fim das competições da natação, chegamos ao ponto em que teremos as eliminatórias da prova mais curta e também da mais longa da Olimpíada! A prova que abre as disputas na parte da tarde é a dos 50m livre feminino. Na sequência, temos os 1500m livre masculino

Como de costume na natação da Rio 2016, teremos apenas baterias eliminatórias durante o início da tarde. À noite serão disputadas semifinais e finais de algumas provas

Seja muito bem-vindo, leitor da VAVEL Brasil! Acompanhe conosco mais um dia de competições na natação dos Jogos Olímpicos Rio 2016!