Tarde da natação tem Etiene Medeiros avançando para as semifinais dos 50m livre

Brasileiros dos 1500m livre masculino acabaram não conseguindo classificação para a final

Tarde da natação tem Etiene Medeiros avançando para as semifinais dos 50m livre
Etiene comemora após conseguir vaga na semifinal dos 50m livre feminino (Foto: Divulgação/Time Brasil)

O penúltimo dia da natação apresentou, em suas duas primeiras provas, um grande contraste, tendo a prova mais curta da competição, os 50m livre feminino e a mais longa, os 1500m masculino, sendo disputadas em sequência. A expectativa para os 50m livre feminino se voltava para a brasileira Etiene Medeiros, que tinha chances de avançar às semifinais da prova. Outra brasileira na disputa era Graciele Hermann. Outros destaques eram as irmãs Bronte e Cate Campbell, da Austrália, Sarah Sjöström e a estadunidense Simone Manuel. Todas elas, salvo Graciele, avançaram para as semifinais. Etiene garantiu a 16º posição, com 24.82.

Na sequência, tivemos a prova dos 1500m livre masculino, com Brandonn Almeida e Miguel Valente. O maior destaque da prova ficava por conta de Sun Yang, detentor de 3 medalhas nessa edição da Olimpíada e recordista mundial. Gabriele Detti, Mack Horton e Gregorio Paltrinieri também eram candidatíssimos à medalha. Os brasileiros não conseguiram bons tempos e acabaram ficando de fora da final. Brandonn fechou a prova com 15:14.73 e Miguel em 15:22.57. Paltrinieri fechou com o melhor tempo: 14:44.51.

Por último, fechamos a primeira parte das atividades com os revezamentos 4x100m medley, para ambos os gêneros. O primeiro deles foi o feminino, onde o Brasil não tinha chances muito altas de avançar, mas nadava na raia de número 1 da primeira bateria. As meninas fecharam com o tempo de 4:02.83 e não conseguiram avançar para a final, ficando na sétima colocação da sua bateria, vencida pelas canadenses. Na segunda série do revezamento, os Estados Unidos conseguiram a vitória, com o melhor tempo dentre os oito revezamentos classificados: 3:54.67. Já no masculino, as chances eram maiores e os homens conseguiram a classificação. O tempo de 3:32.96 foi suficiente para garantir a sétima colocação e uma vaga na final. A Grã-Bretanha fechou a prova com o melhor tempo: 3:30.47. Os EUA passaram com o segundo melhor, mas devem ter revezamento todo diferente na final, incluindo a presença de Michael Phelps.