Ygor Coelho é eliminado no Badminton, mas deixa Olimpíada feliz: “Me amarrei”

O brasileiro de 19 anos sofreu sua segunda derrota, por 2 sets a 0 e não tem mais chances de classificação

Ygor Coelho é eliminado no Badminton, mas deixa Olimpíada feliz: “Me amarrei”
Foto: (Reprodução)

O garoto de 19 anos, Ygor Coelho se despede da Olimpíada Rio 2016, após ser derrotado por 2 sets a 0, em um duplo 21 a 12, para o Alemão Marc Zwiebler. Na sua estreia, no sábado (13), o garoto do Morro da Chacrinha, no Rio, perdeu a disputa diante Scott Evans da Irlanda por 2 sets a 1.

Ygor Coelho entrou no Badminton através do seu pai, Sebastião, criador do projeto social Miratus – que revelou outra atleta olímpica, Lohaynny Vicente – mas não foi neste domingo (14), Dia dos Pais, que Ygor conseguiu dar uma vitória para seu Sebastião. Mas ter disputado uma Olimpíada em seu país, na sua cidade, já foi o bastante e o mais importante. Antes da estreia do filho, Sebastião pediu para que ele “curtisse” a experiência.

“Tenho que dar um abraço nele. Hoje é Dia dos Pais, ele merece, me ajudou bastante. Ele me orientou, me deu as melhores dicas para eu conseguir estar aqui. Ele acabou se dando esse presente, me fazendo estar aqui hoje”, disse Ygor.

A eliminação não foi motivo para que a torcida brasileira presente no Riocentro – Pavilhão 2 comemorasse e abraçasse o brasileiro. Ygor Coelho foi ovacionado e aplaudido de pé pelo público. Enquanto brasileiro circulava pela área de competição para escutar os torcedores, o alemão Marc, se empolgou tirou a camisa e foi vaiado.

A falta de experiência e o nervosismo atrapalharam Ygor em sua primeira participação em Jogos Olímpicos. Experiência essa, que Ygor espera ter na próxima Olimpíada, em Tóquio 2020.

“Me amarrei, foi sensacional essa experiência de jogar uma Olimpíada. Eu quero ser mais forte um dia, quero que em Tóquio 2020 eu possa ser um dos mais fortes, um dos favoritos. Lá eu vou estar mais experiente”, afirmou.

Com as eliminações de Ygor Coelho e Lohaynny Vicente, o Brasil encerra sua participação no Badminton no Rio 2016, uma vez que não disputa a modalidade por duplas mistas.