No último dia do Badminton no Rio 2016, Chen Long vence Lee Chong Wei e fica com o ouro

Chinês Chen Long derrotou Chong Wei e ficou com o ouro no simples masculino; esta é a terceira final consecutiva em que o malaio fica com a prata. Viktor Axelsen fica com o bronze

No último dia do Badminton no Rio 2016, Chen Long vence Lee
Chong Wei e fica com o ouro
Foto: Getty Images/Sean M. Haffey

Hoje foi o ultimo dia do Badminton nos Jogos Rio 2016. Neste sábado (20) aconteceram as decisões pelas ultimas medalhas da modalidade: ouro e bronze no simples masculino. O bicampeão olímpico – Pequim 2008 e Londres 2012 –  Lin Dan da China que disputava o bronze perdeu a medalha para Viktor Axelsen da Dinamarca por 2 sets a 1, e terminou sua participação em quarto lugar – uma surpresa. Já na grande decisão Lee Chong Wei da Malásia – que havia derrota Lin Dan na semifinal – enfrentando Chen Long, segundo melhor colocado no ranking.

Está era a chance de o malaio lavar a alma, após ter perdido duas finais olímpicas para Lin Dan, mas não foi desta vez.  Outro chinês acabou com os planos de Lee Chong Wei: Chen Long. O segundo melhor ranqueado venceu os dois set por duplo 21-18 e levou a medalha de ouro. Chong Wei fica com a terceira medalha de prata em Jogos Olímpicos (já pode pedir música).

Na disputa pelo bronze, Lin Dan que começou a competição como grande favorito acabou ficando sem medalha. Viktor Axelsen fez história e se emocionou após fechar o terceiro set por 21-17. A ultima medalha da Dinamarca no Badminton tinha sido com Poul-Erik Høyer Larsen em Atlanta 1996, quando o atleta ficou com o ouro.

Após dez dias de competição no Riocentro – Pavilhão 4, o Rio de Janeiro e o Brasil dão adeus ao Badminton. O brasileiro viu uma nova página na modalidade sendo escrita e história sendo feita. Primeira participação de brasileiros em Jogos Olímpicos, quebra da hegemonia chinesa, medalha de ouro no feminino para uma espanhola, favoritos sendo derrotados e principalmente grandes apresentações. De “bad”, o Badminton no Rio 2016, não teve nada.