Futebol de 7: Tudo o que você precisa saber para os Jogos Paralímpicos Rio 2016

Uma das duas versões nos Jogos Paralímpicos é o Futebol de 7, disputado por atletas com paralisia cerebral. Neste guia você poderá entender como funciona a modalidade

Futebol de 7: Tudo o que você precisa saber para os Jogos Paralímpicos Rio 2016
Guia Futebol de 7 Paralímpico

O futebol, esporte mais popular do mundo, tem duas versões nos Jogos Paralímpicos. Uma delas é o Futebol de 7, disputado por atletas com paralisia cerebral, o que leva o esporte a ter a sigla PC (ou CP, quando em inglês) em algumas referências. A modalidade é muito parecida com a praticada por atletas sem qualquer tipo de deficiência e as diferenças ficam apenas por conta de algumas adaptações específicas para as necessidades dos atletas paralímpicos. O esporte é um dos mais tradicionais na história das Paralimpíadas, sendo disputado desde 1984.

Entre as mudanças, podemos apontar como principal delas o número de jogadores em campo. Como o próprio nome do esporte já diz, temos apenas sete jogadores de cada lado. O tamanho do campo também é diferenciado. Enquanto no futebol olímpico os gramados obedecem um padrão de 105m de comprimento por 68m de largura, no futebol de sete temos campos de 75mx55m.

Além disso, o tamanho da baliza e a distância da marca do pênalti também são reduzidos. Em relação às regras, as maiores diferenças ficam por conta da ausência da regra do impedimento e na cobrança de arremessos laterais, que pode ser feita com apenas uma mão e de forma rasteira.

Outra informação importante sobre o esporte é em relação à divisão dos jogadores. Por se tratar de uma modalidade disputada por atletas com paralisia cerebral, é normal encontrar diferentes tipos limitações em cada um deles. Por conta disso, todos os jogadores são divididos em quatro classes, que vão dos números 5 a 8. As classes 5 e 6 representam aqueles com maior limitação, que encontram dificuldades em movimentos de alguns membros. A classe 8 traz atletas com maior potencial funcional. Essa divisão traz consigo algumas restrições quanto a utilização dos atletas. Cada equipe poderá ter apenas um jogador de classe 8 em campo, sendo obrigada a utilizar também um jogador das classes 5 ou 6. 

As oito seleções participantes serão: Argentina, Brasil, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Holanda, Irlanda, Rússia e Ucrânia. Essas oito equipes se dividirão em dois grupos. As duas melhores colocadas de cada grupo avançam à fase de mata-mata, contando com semifinais e final.

Local de disputa da modalidade: Estádio de Deodoro

Os jogos do Futebol de 7 serão disputados no Estádio de Deodoro, parte do complexo que se encontra no bairro homônimo. Situado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a instalação recebeu, durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, as competições do Rugby de 7, além das provas de esgrima e hipismo do Pentatlo Moderno. O complexo abriga ainda os Centros Olímpicos de Tiro e Hipismo.

O Estádio de Deodoro foi construído, de maneira temporária, ao redor de um campo de polo e conta com arquibancadas capazes de receber 15 mil pessoas. Para os espectadores, a melhor maneira de chegar ao local das provas fica por conta do transporte público. O sistema de trens do Rio possui uma estação na chamada Vila Militar, onde a instalação se encontra. Quem preferir os ônibus poderá fazer uso do sistema de BRT, chegando a uma estação de mesmo nome. A partir das estações, o público deverá andar por cerca de 700m até o estádio.

Foto: Divulgação/ Rio 2016
Foto: Divulgação/ Rio 2016

Rússia levou medalha de ouro em Londres 2012

Na última edição dos Jogos Paralímpicos, realizada na cidade de Londres, em 2012, quem saiu com a medalha de ouro foi a seleção da Rússia, conquistando sua segunda medalha de ouro, a quinta no total, garantindo o posto de país com maior número de medalhas no esporte. O feito foi consumado após uma vitória por 1 a 0 sobre a Ucrânia, que aparece na segunda posição do quadro de medalhas, com quatro no total, sendo duas de ouro.

A campanha russa na edição foi irretocável. Na fase de grupos, a seleção do Leste Europeu passeou, aplicando duas goleadas por 8 a 0 sobre Argentina e Países Baixos, e vencendo a seleção do Irã por 3 a 1, garantindo classificação para as semifinais com a melhor campanha dos dois grupos. Nas semis, mais uma vitória por 3 a 1, contra o Brasil, que teve que se contentar com a disputa do terceiro lugar. Enquanto isso, a Ucrânia, após vencer o Irã por 2 a 1, seguiu na briga pelo ouro, sendo derrotada e perdendo a chance de conquistar o tricampeonato olímpico. Na decisão do bronze, o Irã goleou o Brasil por 5 a 0 e conquistou seu segundo bronze na história.

Finalistas em 2012, Rússia e Ucrânia chegam como favoritas. Brasil corre por fora.

As seleções com maior chance de medalha podem ser identificadas se observarmos os resultados das últimas quatro edições dos Jogos Paralímpicos. Em Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012, apenas seis seleções chegaram às semifinais. Foram elas: Rússia, Ucrânia, Brasil, Irã, Argentina e Portugal. Os últimos ficaram com um quarto lugar em 2004. O Irã conquistou duas medalhas de bronze nas duas últimas edições, enquanto que o Brasil chega com uma prata, em 2004, e um bronze conquistado em 2000. Rússia e Ucrânia fizeram três dessas quatro finais, com vantagem para os russos, que chegam ao Rio com dois ouros, duas pratas e um bronze, ao ponto em que a Ucrânia aparece no quadro de medalhas com dois ouros e duas pratas. Portugal conseguiu apenas um quarto lugar em Sydney 2000.

Portanto, é justo afirmar que Rússia, atual campeã mundial e Ucrânia, campeã europeia são as grandes favoritas do Futebol de 7 na Rio 2016. No entanto, o Brasil também chega com bastante força, muito por conta do apoio da torcida. O Irã, que poderia ser levado em consideração por conta de suas últimas participações, não estará presente nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Curiosidades sobre o esporte

- Uma curiosidade que chega a ser infeliz é a ausência de um torneio feminino da modalidade, que nunca foi realizado desde que o esporte foi incluído no programa paralímpico.

- Considerando as regras do quadro de medalhas, podemos dizer que, no Futebol de 7, quem lidera o mesmo são os Países Baixos, com três medalhas de ouro conquistadas em Seul 1988, Barcelona 1992 e Atlanta 1996. Foram as únicas medalhas do país na modalidade.

- Geralmente, os atletas pertencentes às classes 5 ou 6 atuam como goleiros, por conta de suas limitações de movimentos.