Medalhista de prata no judô, Lúcia Teixeira supera dificuldades para subir ao pódio na Rio 2016

Atleta chegou a parar de atuar na modalidade, sofreu com dúvidas de seus familiares sobre o esporte mas foi capaz de dar volta por cima

Medalhista de prata no judô, Lúcia Teixeira supera dificuldades para subir ao pódio na Rio 2016
Lúcia celebrou segunda medalha de prata consecutiva nos Jogos Paralímpicos | Foto: Pedro Henrique Guimarães/VAVEL Brasil

Medalhista de prata em Londres 2012, a judoca brasileira Lúcia Teixeira repetiu o feito nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 ao chegar à decisão da categoria até 57kg. Na final, acabou sendo derrotada pela ucraniana Inna Cherniak nesta sexta-feira (9).

Lúcia não se abateu com a segunda colocação e destacou o apoio da torcida diante da derrota. “Foi um momento único estar disputando em casa e poder dividir a medalha com todos os brasileiros, ainda mais com minha filha que também estava lá. É difícil ir para a disputa de ouro e perder, em Londres foi frustrante mas aqui, assim que eu perdi, recebi um apoio e um carinho muito grande. Pessoas me abraçando sabendo que eu tinha dado melhor”, disse a judoca em entrevista coletiva realizada neste sábado (10), no Parque Aquático Olímpico.

“Comecei no judô para acompanhar os meus irmãos e fui criada como se eu não tivesse deficiência visual. Aí comecei a trabalhar e a estudar e tive que parar com o esporte. Porém em 2006 conheci o paradesporto e após seis anos parada voltei ao judô sem o apoio da minha família. Me convidaram dizendo que se eu voltasse eu seria campeã, e acreditei. No mesmo ano, participei do brasileiro no Rio para saber até onde seria capaz de ir. Fui campeã e mediante à medalha meus familiares não tiveram o que dizer”, completou Lúcia.

Segundo a medalhista de prata, a esperança de público na Rio 2016 sempre foi a melhor possível. “Acreditava sim em uma boa presença dos brasileiros na Paralimpíada. Esperamos terminar a Olímpiada para fazer nossa publicidade, foi onde estourou e bombou, ainda mais por ser aqui no Rio, já esperávamos por isso. É uma cidade muito acolhedora que se envolve com tudo e foi o resultado de todo o trabalho”, finalizou a atleta.

Lucia participou da coletiva ao lado de Daniel Martins, medalha de ouro nos 400m rasos da categoria T20 e de Fabio Bordingon – prata nos 100m na categoria T35.

Medalhista comemora prata na Rio 2016 | Foto: Pedro Henrique Guimarães/VAVEL Brasil
Foto: Pedro Henrique Guimarães/VAVEL Brasil