Na despedida do Parque Aquático Olímpico, Brasil é tricampeão do Desafio Raia Rápida

Brasileiros brilharam nos nados peito, borboleta e no revezamento

Na despedida do Parque Aquático Olímpico, Brasil é tricampeão do Desafio Raia Rápida
(Foto: Bruna Alvarado/VAVEL)

O show foi novamente no Brasil! Na manhã deste domingo (25), no Parque Aquático Olímpico, foi realizada a quinta edição do Desafio Raia Rápida. E, como esperado, a medalha de ouro veio para os donos da casa. Com show no revezamentos e nas classes individuais, os nadadores Bruno Fratus, Henrique Rodrigues, Henrique Martins e João Gomes superaram a concorrência sul-africana e estadunidense e coroaram o país com tricampeonato da competição.

O Brasil já havia sido campeão nas modalidades individuais, mas utilizou o revezamento para se isolar mais ainda na liderança. O país atingiu a marca de 15 pontos, seguido da vice-campeã África do Sul com 11, do terceiro colocado Estados Unidos com sete, e da lanterna Itália com apenas 3. Foi a terceira conquista, feito atingindo também nas edições de 2015 e 2014.

Brasileiros brilham no nado peito e borboleta

A primeira bateria eliminatória foi o nado costas e Henrique Rodrigues até avançou para a segunda fase, mas não qualificou-se para a grande final. Na ocasião, terminou com apenas um ponto conquistado e foi superado pelos nadadores da África do Sul e da Itália no ranking.

Mas, logo depois teve show brasileiro em dose dupla. João Gomes e Henrique Martins, com ampla vantagem diante de seus rivais, nadaram forte e garantiram outros três pontos cada para o Brasil na classificação. Sendo assim, o país já seria campeão individual, independente do resultado no nado livre.

Na categoria em questão, Bruno Fratus até tentou, mas ficou na segunda colocação contra o campeão olímpico em Sydney 2000 Anthony Ervin, dos Estados Unidos. No revezamento, a chance do Brasil ser superado era remota, mas o quarto garantiu a medalha de ouro fechando a prova na primeira colocação. Tricampeonato garantido com 15 pontos.