Brasil vence Itália em jogo de golaços e vai à final da Copa do Mundo de Futebol de Areia

Seleção Brasileira brilha com três gols de bicicleta, passeia sobre a Itália por 8 a 4 e garante presença na 15ª final de Mundial na história

Brasil vence Itália em jogo de golaços e vai à final da Copa do Mundo de Futebol de Areia
Divulgação / CBF
Itália
4 8
Brasil

Seis anos depois, o Brasil voltará a disputar uma final da Copa do Mundo de Futebol de Areia, disputada em Nassau (BAH). Após fracassar em 2013 e 2015, a Seleção Brasileira goleou a Itália por 8 a 4 e enfrentará o Taiti na decisão, amanhã às 16h30. Os gols brasileiros foram marcados por Mauricinho (3), Rodrigo, Catarino, Lucão, Bokinha e Mão. Já pelos italianos, marcaram Marutti, Ramacciotti, Gori e Corosiniti. 

Brasil marca golaços, mas deixa a Itália empatar em duas saídas de bola

A partida começou animada, com Mão e Del Mestre salvando as duas seleções. Após buscar, Mauricinho abriu o placar ao emendar linda bicicleta, 1 a 0. Na saída de bola, em jogada ensaiada, Marucci empatou com um chutaço no ângulo oposto de Mão, 1 a 1. Depois desse gol, a partida voltou a ficar movimentada, porém a falta de pontaria impedia que mais gols saíssem.

A pontaria brasileira voltou a ficar afiada quando Mão lançou no peito de Rodrigo e o camisa 9 mostrou que também joga muito, e marcou mais um golaço de bicicleta, 2 a 1. Porém, a defesa brasileira voltou a vacilar e novamente na saída de bola, Ramacciotti tocou de cabeça, encobrindo Mão, e acertando o ângulo, 2 a 2. A partida se encaminhou até o fim do período com o placar mantido.

Soberana, Seleção Brasileira atropela no segundo período

No segundo período, a Seleção Brasileira começou com tudo e com 20 segundos, Datinha levantou na medida para a finalização de Catarino certeira no canto, 3 a 2. O gol deu uma esfriada no ímpeto italiano e o Brasil voltou a ter o domínio da partida, quase ampliando com Datinha, mas o goleiro italiano impediu. Em mais uma boa jogada individual, Mauricinho chegou pelo lado direito a bateu sem chances para Spada, 4 a 2. Na saída de bola, a Itália buscou diminuir, mas Lucão salvou.

Melhor na partida, os brasileiros marcaram mais uma pintura de bicicleta: Lucão levantou a bola e emendou uma bicicleta, mandando no ângulo, 5 a 2. Desnorteada, a Seleção Italiana seguiu sem achar os brasileiros na areia e viram Datinha novamente ajeitar, dessa vez de calcanhar, para Mauricinho marcar o sexto, 6 a 2. E para o segundo período terminar da melhor maneira, o experiente goleiro Mão saiu de uma enrascada e, contando com ajuda do 'montinho artilheiro' atrapalhou o goleiro Spada e, marcou o sétimo gol, 7 a 2.

Itália buscou reação, mas experiência do Brasil fez com que a vitória fosse confirmada

Com a grande vantagem no placar, a Seleção Brasileira aproveitou o terceiro período para gastar o relógio e tentar manter a Itália longe do gol do Mão. Porém, Gori sofreu pênalti de Daniel enquanto armava uma bicicleta. Na cobrança, o camisa 10 italiano bateu forte no meio do gol e diminuiu, 7 a 3. Segundos depois, a defesa brasileira vacilou e Corosinti aproveitou para chutar no alto, 7 a 4. A reação italiana foi paralisada quando Rodrigo acertou mais uma bicicleta e Bokinha completou para o gol, 8 a 4.

Depois do gol, o Brasil voltou a ficar mais com a bola, mas parou de finalizar, pois buscava gastar o relógio. Mauricinho tentou marcar o nono gol, mas Del Mestre espalmou para escanteio. Nos minutos finais, Filipe teve boa oportunidade ao sofrer falta, mas desperdiçou ao chutar por cima do gol. Também por cima finalizou Rodrigo ao puxar um ataque em velocidade. A última chance foi de Bruno Xavier, pela linha de fundo.