Recordar é viver: Paraguai elimina Brasil na Copa América 2011

Recordar é viver: Paraguai elimina Brasil na Copa América 2011

Brasil e Paraguai pelas quartas de final da Copa América de 2011, ambos oriundos do grupo B em primeiro e terceiro lugar respectivamente, Brasil domina no tempo normal e dá vexame nos pênaltis

gabrielacastrogds
gabriela castro
Brasil(1)Júlio César, (13)Maicon, (3 Lúcio, (4)Thiago Silva, (6)André Santos, (5)Lucas Leiva, (8)Ramires, (10)Paulo Henrique Ganso, (7)Robinho, (9)Alexandre Pato, (11)Neymar.
Paraguai(1)Justo Villar, (02)Daríon Verón, (14) Paulo Silva, (5)Antolín Alcaraz, (17) Aureliano Torres, (13)Enrique Vera, (15) Víctor Cáceres, (16) Cristian Riveros, (21) Marcelo Estigarribia, (18) Nelson Haedo Valdez, (19) Lucas Barrios.
ÁRBITROSergio Pezzotta (ARG)

La Plata, 16h do dia 17 de julho de 2011, Estádio Ciudad de La Plata, Brasil enfrenta a seleção paraguaia do técnico Gerardo Martino pela primeira fase do mata-mata na Copa América num estádio acolhido pelo frio de 14°C, valia vaga na semifinal.

Após uma fase de grupo nada empolgante para o torcedor brasileiro, com uma vitória e dois empates, o Brasil se classificou em primeiro da chave B, tendo a Venezuela em segundo, com também uma vitória e dois empates, e o próprio Paraguai em terceiro com nenhuma vitória e três empates.

O confronto foi marcado pelo vexame brasileiro nos pênaltis após o tempo normal de jogo, embora a seleção canarinha tenha feito mais volume e criado mais oportunidades ao gol, tanto que já o fez a partir dos três minutos da partida com Ramires num chute forçado de fora da área. Daí em diante a equipe cresceu mais. Neymar cobrou todas as faltas mandando-as para dentro da área, mas o nome da partida foi o goleiro Justo Villar.

Numa formação clássica 4-4-2 de ambas as equipes, o primeiro tempo terminou com dominância de posse bola brasileira e um minuto de acréscimo.

Na segunda metade da partida teve um salto do ataque brasileiro e um jogo mais pegado. Muitas finalizações ao gol, cartões amarelos, um Alexandre Pato várias vezes deixado na cara do gol e o goleiro Justo Villar consagrando grandes defesas.

O jogo foi para os pênaltis onde ambos os times erraram as suas primeiras tentativas, Elano pelo Brasil e Barreto pelo Paraguai, mandaram a bola pra fora. Em seguida Thiago Silva encaixou nas mãos do goleiro e André Santos chutou por cima da trave. Pela equipe paraguaia, Estigarribia e Riveros marcaram o gol. Estava nas mãos de Fred manter o Brasil vivo nas cobranças, mas novamente veio um chute pra arquibancada.

VAVEL Logo