Sem chuva, Estácio e Cubango se destacam e disputam título da Série A do Rio
Foto: Raphael David | Riotur

Sem chuva, Estácio e Cubango se destacam e disputam título da Série A do Rio

Seis escolas fecharam o Carnaval do Grupo de Acesso. Neste domingo, as escolas do Especial pisam na Avenida

araujo_luis
Luis Araujo

Na segunda noite de desfiles da Série A, outras seis escolas passaram pela Sapucaí: Unidos de Bangu, Renascer de Jacarepaguá, Estácio de Sá, Porto da Pedra, Império da Tijuca e Acadêmicos do Cubango.

Estácio e Cubango apresentaram melhor performance e se destacaram entre as demais. Veja o resumo de cada agremiação que desfilou neste sábado (2), desta vez, sem chuva forte.

Unidos de Bangu

Foto: Richard Santos / Riotur
Foto: Richard Santos / Riotur

Primeira escola a se apresentar, a Unidos de Bangu trouxe “Do ventre da Terra, raízes para o mundo”, um enredo sobre os caminhos da batata no mundo. O tema, desenvolvido pelos carnavalescos Alex de Oliveira e Edson Pereira (que também assina a Vila Isabel no Especial), não empolgou o público nas arquibancadas. Falhas de acabamento em alegorias e pouco canto da comunidade também prejudicaram a passagem da agremiação na Avenida.

Renascer de Jacarepaguá

Foto: Fernando Grilli | Riotur
Foto: Fernando Grilli | Riotur

A escola realizou um desfile animado com cores vibrantes para falar sobre as celebrações do dia 2 de fevereiro no Rio Vermelho para Iemanjá, ainda que tenha passado com alegorias e fantasias simples. Apesar de não sobressair em relação ao enredo, o samba contagiou o público e a bateria fez uma excelente performance em seu primeiro ano com o mestre Junior Sampaio.

Estácio de Sá

Foto: Fernando Grilli | Riotur
Foto: Fernando Grilli | Riotur

Estácio mostrou que está forte na briga pelo título. A escola conseguiu unir técnica e emoção no desfile do enredo “A fé que emerge das águas”, quando abordou o Cristo Negro de Porto Belo, Panamá. Destaque para sua comissão de frente, que representou uma crucificação e saiu, assim como a agremiação, ovacionada da Marquês de Sapucaí.

Porto da Pedra

Foto: Raphael David | Riotur
Foto: Raphael David | Riotur

Homenageando o ilustre ator Antônio Pitanga, a Unidos de Porto da Pedra teve um bom desempenho em sua passagem pela Sapucaí, com destaque ao ótimo trabalho de Márcio Moura, coreógrafo da Comissão de Frente, que elaborou uma coreografia simples e emocionante, ponto alto do desfile.

Império da Tijuca

Foto: Richard Santos | Riotur
Foto: Richard Santos | Riotur

Na contramão da crise financeira, a verde e branco trouxe alegorias muito luxuosas para a Avenida com enredo sobre a história sobre o Vale do Café. Com destaque para a comissão de frente, que fez uma performance emocionante, e para o intérprete, que puxou de forma impecável o samba aclamado na Sapucaí, a escola briga pelas primeiras posições do campeonato.

Acadêmicos do Cubango

Foto: Fernando Grilli | Riotur
Foto: Fernando Grilli | Riotur

Última escola a desfilar na Série A do Carnaval carioca, a Acadêmicos do Cubango está na disputa pelo título, mostrando que o trabalho da dupla de carnavalescos Gabriel Haddad e Leandro Bora deve ser evidenciado entre uma das melhores combinações de todo o grupo. Debaixo de chuva, a escola não se deixou desanimar e fez jus ao que o Carnaval do grupo merece, com muito bom gosto e enredo de fácil leitura.

Produção tem o oferecimento:

Pizzaria Família K. Veja como pedir aqui.

Delivery Japa Ao Vivo. Confira o cardápio aqui.

VAVEL Logo