Guia CarnaVAVEL: sete escolas desfilam para fechar com chave de ouro o Grupo Especial do Rio
Beija-Flor no primeiro dia de desfile na Sapucaí (Foto: RioTur)

Guia CarnaVAVEL: sete escolas desfilam para fechar com chave de ouro o Grupo Especial do Rio

Segunda noite de desfiles na Sapucaí terá as duas maiores campeãs do Carnaval carioca, Portela e Mangueira, dando o ar da graça

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Após um primeiro dia de desfiles que levantou a Marquês de Sapucaí, sete escolas entrarão para encerrar com chave de ouro o Carnaval do Rio de Janeiro no ano de 2019. Nesta segunda-feira (04), São Clemente, Vila Isabel, Portela, União da Ilha, Paraíso do Tuiuti, Mangueira e Mocidade passarão no Sambódromo buscando conquistar o público e os jurados. 

Aqui, no Guia da VAVEL Brasil, você fica ligado nos enredos, nos carnavalescos e em tudo que acontece nas seis escolas que estarão na segunda noite de desfiles na Sapucaí.

São Clemente

A Amarela e Negra irá reeditar o enredo "E o samba, sambou", de 1990. O carnavalesco Jorge Silveira e o presidente da escola, Renato Almeida Gomes se inspiraram no aclamado desfile de 29 anos atrás. O tema irá falar sobre a paixão dos sambistas e a saudade dos Carnavais de antigamente. Sem nenhum título no Carnaval carioca, a São Clemente busca surpreender, assim como fez no desfile da década de 90.

Vila Isabel

A Vila trará para o Carnaval de 2019 o enredo "Em nome do pai, do filho e dos santos, a Vila canta a cidade de Pedro", que homenageará o imperador Pedro II e falará sobre a origem da cidade de Petrópolis. De acordo com o carnavalesco Edson Pereira, o enredo contará como a cidade foi construída e terminará com a celebração da Princesa Isabel, que inspira o nome do bairro de Noel. A Unidos de Vila Isabel já foi campeã em 1998, 2006 e 2013, mas nos últimos anos não vem conseguindo boas colocações.

Portela

O enredo da escola de Madureira para esse ano é: "Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar um sabiá". A composição da carnavalesca Rosa Magalhães irá homenagear Clara Nunes, um dos principais nomes da música nacional e torcedora Portela. O enredo abordará aspectos da vida de Clara, além das participações da cantora nos carnavais da escola. Maior campeã da história do Carnaval carioca com 22 títulos - o último em 2017, a Portela chega mais uma vez para brigar lá em cima. 

União da Ilha

A Tricolor Insulana virá com o enredo "A peleja poética entre Rachel e Alencar no avarandado do céu", do carnavalesco Severo Luzardo, que homenageará o Ceará e o povo cearense, baseado nos mestres José de Alencar e Rachel de Queiroz. O desfile visa transmitir na avenida todo o amor mostrado pelos dois nos livros. 

Paraíso do Tuiuti

Vice-campeã no ano passado, a Paraíso do Tuiuti trará para a Sapucaí outro enredo de cunho político. Fruto do carnavalesco Jack Vasconcelos, "O salvador da Pátria" falará sobre a história do bode Ioiô, figura amada no Ceará, como forma de protesto. De acordo com um conto popular, Ioiô foi eleito vereador em 1922, uma forma de crítica e protesto da população local em relação ao mundo político. Assim como em 2018, a Tuiuti visa entrar para surpreender.

Mangueira

Segunda maior campeã do Carnaval do Rio de Janeiro com 19 títulos, a Mangueira vai para o Sambódromo com o enredo "História pra ninar gente grande", que recontará a história do Brasil e homenageará Marielle Franco, vereadora assassinada no dia 14 de março de 2018. O enredo é de autoria do carnavalesco Leandro Vieira. A Verde e Rosa promete fortes emoções em seu desfile.

Mocidade

Com o enredo "Eu sou o tempo. Tempo é vida", a Mocidade Independente de Padre Miguel abordará a relação entre o homem e o tempo. De acordo com Alexandre Lousada, carnavalesco da Mocidade, o desfile mostrará as fases da vida das pessoas junto ao tempo, além de passar pela história da agremiação. Hexacampeã do Carnaval, a escola busca agitar a Sapucaí e conseguir mais um título.

VAVEL Logo