Desapontada, Ferrari discorda do julgamento da Mercedes
Ross Brawn durante julgamento realizado na semana passada (Foto: Divulgação)

O escândalo envolvendo a equipe Mercedes sobre o teste proibido de pneus está longe de acabar. A Ferrari declarou nesta segunda-feira que se sentiu "desapontada" com o resultado do inquérito aonde o time alemão escapou com uma punição branda. A pena para o time é a proibição da participação nos testes coletivos do próximo mês.

A defesa da Mercedes argumentou no tribunal de apelação da FIA que a Ferrari também testou pneus recentemente fora dos calendários oficiais estipulados pela entidade. O argumento usado foi um teste com um modelo Italiano de 2011 pilotado por Felipe Massa.

Um porta-voz da Ferrari em entrevista ao jornal alemão Bild declarou que: “foi lamentável que a defesa tenha tomado este lado”. Ainda segundo o periódico, a Mercedes fez um acordo com a FIA para preservar a presença da equipe na F1 que a partir do ano que vem vai fornecer motores para as equipes Willians, Force Índia e McLaren.

VAVEL Logo