Com pouco mais de 20 voltas completadas, Red Bull deixa testes coletivos em Jerez, e aposta suas fichas no Bahrein
Vettel vai conseguir tirar "no braço" inferioridade do carro? (Foto: Motorsports.com)

O domínio de Sebastien Vettel e Red Bull nas últimas temporadas contrasta com os problemas que a escuderia enfrentou a ponto de abandonar os testes em Jerez de la Frontera, na Espanha.

Tanto Vettel, quanto o estreante Daniel Ricciardo, deram pouco mais de 20 voltas antes dos carros literalmente se “desmontarem” na pista. "Adrian voltou para a prancheta, definitivamente,” revelou Daniel Ricciardo.

Em um primeiro momento a Red Bull tinha apontado a fornecedora de motores Renault como a responsável pelas quebras, visto que Toro Rosso e Caterham também enfrentaram problemas. Porem Helmut Marko revelou que Newey desenvolveu um carro “a frente do seu tempo”, e que não levou em conta os problemas térmicos oriundos de um motor turbo.

Já na sexta-feira (1º), sob uma garoa cinzenta o carro deu apenas dez voltas, sem grandes progressos. O foco agora são os testes que serão realizados no circuito de Bahrein. "Temos duas semanas até o próximo teste assim que o tempo está do nosso lado" , revelou Ricciardo.

Já Ferrari e McLaren, bem como Mercedes, também enfrentaram problemas, porém deram mais de 70 voltas sem apresentar grandes quebras. 

VAVEL Logo