Susie Wolff interrompe jejum de 22 anos sem mulheres na Fórmula 1

A escocesa de 31 anos, Susie Wolff, atual piloto de testes da Williams, estreou no primeiro treino livre do GP da Inglaterra, e se tornou o centro das atenções na Fórmula 1 pelo fato de ser a primeira mulher a pilotar na categoria depois de 22 anos. A última mulher a pilotar na F1 foi a italiana Giovanna Amati em 1992 pela equipe Brabham.

Susie pilotou o carro da Williams por 20 minutos, completando apenas quatro voltas no circuito de Silverstone e teve de abandonar o treino por um problema na pressão de óleo do carro. Mesmo assim, a piloto entrou na história da categoria.

Susie é sexta mulher a correr na Fórmula 1, a primeira foi a italiana Teresa de Filippis (1958 e 1959), sucedida pela também italiana Lella Lombardi que entrou para historia da categoria como a primeira mulher a pontuar, no GP da Espanha de 1975. Depois foi a vez da inglesa Divina Gallica em 1976 e 1978,  a quarta mulher a competir na Fórmula 1 foi a sul africana Desiré Wilson em 1980. A penúltima mulher foi a italiana Giovanna Amati, em 1992 quando também rompeu o jejum de 12 anos, atualmente a escocesa Susie Wolff que estreou pela Williams e rompeu o jejum de 22 anos sem mulheres na categoria.

A chefe de equipe da Williams, Claire Williams afirmou: "Ela (Susie) se dedicou muito e colocou suor sangue e lágrimas para estar aqui. O que aconteceu aqui mostra que a F1 poder ser injusta, mas o que aconteceu não foi culpa dela, fou um problema no carro".

Susie Wolff (ex-DTM, principal categoria de turismo da Alemanha) voltará a pilotar o carro da Williams nos treinos livres para o GP da Alemanha, além dela, a suíça Simona di Silvestro está como ‘’piloto filiada’’ da Sauber fazendo testes pela equipe para poder tentar a vaga na temporada de 2015. Simona já tem experiência em categorias grandes saiu da Indy para tentar uma vaga na F1.

VAVEL Logo