Mercedes de Rosberg largará na pole em Silverstone
Rosberg conquista sua 4° pole do ano (Foto: Motorsport)

Com um 'chove e não chove' na Inglaterra, Nico Rosberg levou sua Mercedes para a pole position do GP de Silverstone. Neste sábado (5), o piloto alemão sobrou no fim do treino, e garantiu a posição para a corrida. Sebastian Vettel ficou em segundo e Jenson Button, correndo em casa, largará na terceira posição. A menção honrosa vai para Jules Bianchi, da Marussia, largando em 12°.  

O Q1 começou com uma pequena chuva, e todos os pilotos foram com pneus intermediários. Porém, no fim da sessão, a chuva parou e os pilotos que já estavam de pneu de pista seca melhoraram muito seus tempos: Rosberg, Kvyat e Hamilton foram os três primeiros. Destaque para a dupla da Marussia, com Bianchi em 4° e Chilton em 6° -- e os dois carros passando para o Q2.

Quem vacilou feio foram a Williams e a Ferrari, que demoraram em mandar os carros para pista, sendo que no fim do treino começou a chover novamente. Resultado: os quatro carros ficaram de fora do Q2, junto com a Caterham, que não cumpriu a regra dos 107%.

Na segunda parte do treino, a chuva seguia em só algumas partes do circuito. Os pilotos saíram com pneus intermediários e Vettel chegou a fazer a volta mais rápida, porém foi anulada porque o alemão excedeu os limites da pista. No fim do Q2 a chuva parou, os pilotos colocaram os pneus de pista seca e as duas Mercedes sobraram. No fim ainda Gutiérrez bateu com sua Sauber. Nessa hora, um destaque para a Marussia: Bianchi conseguiu uma 12º colocação, a melhor posição de largada da história da construtora.

No Q3 os pilotos saíram com pneus slick, porém chovia em alguns trechos do circuito. Sérgio Perez fez o primeiro tempo, mas Hamilton logo tomou a ponta com 1:39.232, e Rosberg em segundo com 1:39.426. O único piloto que ainda não tinha ido para a pista era Sebastian Vettel.

No fim do treino, as condições não eram boas e Sebastian Vettel, na primeira parcial, tinha passado 2s5 acima do tempo de Hamilton. Mas, com o cronômetro zerado e a pista seca, Vettel descontou 3s5 e assumiu a liderança. Rosberg também estava em volta rápida, fez 1:37.386 e tomou a pole de Vettel com incríveis 4s6 de diferença. E, na 3° posição, o surpreendente Jenson Button que conquistou a melhor posição de largada da McLaren essa temporada. Lewis Hamilton decepcionou e largará somente em 6°: o piloto estava em volta rápida e tirou o pé. Horas depois, o piloto assumiu o erro, já que era no terceiro setor que os pilotos ganhavam tempo.

Confira o Grid

1) Nico Rosberg (Mercedes)  1m35s766        
2) Sebastian Vettel (Red Bull) 1m37s386 +1s620
3) Jenson Button (McLaren) 1m38s200 +2s434
4) Nico Hulkenberg (Force India) 1m38s329 +2s563
5) Kevin Magnussen (McLaren) 1m38s417 +2s651
6) Lewis Hamilton (Mercedes) 1m39s232 +3s466
7) Sergio Pérez (Force India) 1m40s457  +4s691
8) Daniel Ricciardo (Red Bull) 1m40s606  +4s840
9) Daniil Kvyat (STR-Renault) 1m40s707  +4s941
10) Jean-Eric Vergne (STR) 1m40s855  +5s089
11) Romain Grosjean (Lotus) 1m38s496 
12) Jules Bianchi (Marussia) 1m38s709
13) Adrian Sutil  (Sauber) Sem tempo
14) Valtteri Bottas (Williams) 1m45s318 
15) Felipe Massa (Williams) 1m45s695 
16) Max Chilton (Marussia) 1m39s800*
17) Fernando Alonso (Ferrari) 1m45s935
18) Kimi Raikkonen (Ferrari) 1m46s684
19) Esteban Gutiérrez (Sauber) 1m40s912**
20) Pastor Maldonado (Lotus) 1m44s018*** 
21) Marcus Ericsson (Caterham) 1m49s421
22) Kamui Kobayashi (Caterham) 1m49s625

*Chilton trocou o cambio e perdeu 5 posições
**Gutiérrez perdeu 10 posições por ter sido liberado dos boxes de maneira perigosa do GP da Áustria
***Maldonado foi excluído por não ter o litro de combustível obrigatório após a classificação.

VAVEL Logo