Rosberg vence na Alemanha e aumenta vantagem na briga pelo título

Neste domingo (20), Nico Rosberg venceu o GP da Alemanha e aumentou vantagem na liderança do campeonato mundial de Fórmula 1.  O piloto alemão da Mercedes, que viu a seleção alemã ser campeã na Copa do Mundo agora teve a oportunidade de vencer em casa resultando numa combinação perfeita para Alemanha, com a dobradinha piloto e equipe da casa vencendo.

"É uma sensação incrível vencer em casa. Este é um dia muito especial para mim. Obrigado a todos pelo apoio’’, disse Rosberg após a vitória.

Quem também se destacou na corrida foi o inglês Lewis Hamilton, companheiro de Nico na Mercedes fez uma corrida de recuperação partindo da vigésima posição no grid. O inglês iria largar em 15º posição por causa do acidente no treino classificatório, com o carro destruído a Mercedes precisou trocar o câmbio do carro que lhe resultou a perda de cinco posições o deixando em 20º no grid.

A punição não desanimou Hamilton que fez várias ultrapassagens e incluindo filas triplas em duas vezes quando tentou ultrapassar Alonso (Ferrari) e depois quando também veio para ultrapassar Kimi Raikonnen, na primeira tentativa Hamilton forçou e acabou tocando na Ferrari do finlandês e danificou o bico. Na segunda tentativa Hamilton conseguiu ultrapassar Kimi sem problemas. O inglês da Mercedes conseguiu terminar no pódio e durante a corrida ganhou 17 posições.

Na corrida, a Williams provou que está melhorando a cada corrida, Valtteri Bottas Largou em segundo para não mais perder a posição, o finlandês se provou constante e rápido e nas voltas finais se defendeu da pressão de Lewis Hamilton. O finlandês da Williams conseguiu o terceiro pódio consecutivo na F1. 
 
O brasileiro Felipe Massa fez um excelente treino classificatório assegurando a terceira posição no grid com o carro da Williams. Na largada o brasileiro largou bem e tentou ganhar a posição do companheiro de equipe mas ao entrar na curva o carro do brasileiro capotou depois um forte toque do dinamarquês da McLaren Kevin Magnussen. Apesar do forte acidente que resultou na capotagem de Massa a FIA considerou como acidente de corrida e não puniu o piloto da McLaren.
Irritado com acidente, Massa declarou: ‘’ Eu estava na frente. Entrei na curva na frente dele. O carro de trás tem que olhar. Em uma curva, você não pode ter três carros lado a lado. É um garoto que vem da GP2 e que causa esses acidentes.’’ Disse Massa.
 

Com a quarta vitória na temporada Rosberg lidera o campeonato com 190 pontos, com diferença de 14 pontos para o vice líder Lewis Hamiltom. Daniel Ricciardo da RBR segue em terceiro com 106 pontos.

Confira o resultado do GP da Alemanha

1) Nico Rosberg             (ALE/Mercedes), 67 voltas em 1h33m42s914
2) Valtteri Bottas            (FIN/Williams-Mercedes)         + 20s789 
3) Lewis Hamilton          (ING/Mercedes)                       + 22s530 
4) Sebastian Vettel        (ALE/Red Bull-Renault)            + 44s014 
5) Fernando Alonso       (ESP/Ferrari)                            + 52s467 
6) Daniel Ricciardo        (AUS/RBR-Renault)                 + 52s549 
7) Nico Hulkenberg        (ALE/Force India-Mercedes)   + 1m04s178
8) Jenson Button           (ING/McLaren-Mercedes)        + 1m24s711
9) Kevin Magnussen      (DIN/McLaren-Mercedes)        - 1 volta
10) Sergio Pérez            (MEX/Force India-Mercedes)  - 1 volta
11) Kimi Raikkonen        (FIN/Ferrari)                            - 1 volta
12) Pastor Maldonado   (VEN/Lotus-Renault)               - 1 volta
13) Jean-Eric Vergne     (FRA/STR-Renault)                 - 1 volta
14) Esteban Gutiérrez    (MEX/Sauber-Ferrari)             - 1 volta
15) Jules Bianchi            (FRA/Marussia-Ferrari)           - 1 volta
16) Kamui Kobayashi     (JAP/Caterham-Renault)         - 2 voltas
17) Max Chilton              (ING/Marussia-Ferrari)            - 2 voltas
18) Marcus Ericsson      (SUE/Caterham-Renault)        - 2 voltas
 
Abandonaram:   
19) Adrian Sutil  (ALE/Sauber-Ferrari)                               47 voltas 
20) Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault)                                  44 voltas
21) Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault)                        26 voltas
22) Felipe Massa  (BRA/Williams-Mercedes)                  0 voltas 


 

VAVEL Logo