Toomas Heikkinen segura Petter Solberg para vencer etapa belga do Mundial de Rallycross
Heikkinen é o terceiro vencedor diferente em três etapas realizadas neste ano (Foto: Divulgação/FIA World Rallycross)

A terceira etapa do Mundial de Rallycross, realizada no circuito de Mettet, na Bélgica, mostrava que seria mais um show do norueguês Petter Solberg, da SDRX, mas a garra do finlandês Toomas Heikkinen, da Marklund, lhe deu a primeira vitória na temporada 2015, que até agora teve três pilotos diferentes vencendo as três etapas até então realizadas.

Na primeira semifinal, Johan Kristoffersson começa na frente com Heikkinen logo atrás, enquanto Andreas Bakkerud faz um movimento arriscado por fora e pula para terceiro. Na confusão das primeiras curvas, Manfred Stohl acaba sendo tocado e para na barreira de pneus.

Com Heikkinen fazendo o coringa, Timmy Hansen toma o segundo lugar, e logo depois também assume a ponta após Kristoffersson sofrer um furo em um dos pneusde seu Volkswagen Polo. Com um pouco mais de pressão, Heikkinen passa Hansen na quinta volta, graças a um furo em um pneu da Peugeot 208 de Hansen. Graças aos infortúnios suecos, Andreas Bakkerud e Reinis Nitiss colocaram a Olsbergs MSE na final, logo atrás de Heikkinen.

A segunda semifinal prometia muito pela disputa de Mattias Ekström contra Petter Solberg. Na primeira saída, Solberg queimou a largada e foi punido com uma passagem extra pelo coringa, e na segunda largada, Solberg mantém a ponta, mas PG Andersson salta para segundo, enquanto Tord Linnerud abusa da tomada da primeira curva e roda.

Na volta três, as posições se mantinham inalteradas, mas Solberg ainda tinha os coringas para fazer, enquanto seus adversários já o haviam feito. Solberg e Andersson vão para o coringa, mas se mantém na frente, com Solberg abrindo vantagem. Finalmente ele vai para o segundo coringa na última volta, e PG Andersson passa na frente, vencendo a bateria. Solberg ainda conseguiu segurar Ekström e chegar em segundo, se classificando para a final.

Petter Solberg já parecia mais relaxado para a final, apesar da largada queimada na semifinal, enquanto Andersson não parecia se importar em dividir a primeira fila com o companheiro de equipe, Toomas Heikkinen. Perguntado se era muita responsabilidade para ele largar junto de seu companheiro, Andersson declarou: “Pode ser difícil para ele, mas não para mim”.

Na largada da final, os Polos da Marklund bloqueiam Solberg, mas Andersson erra feio e cai para último. Mattias Ekström sofre contato e perde o para-choque dianteiro de seu Audi S1, mas continuou na disputa até a volta três, quando problemas de suspensão, aliados a carenagem destruída tiraram o piloto da DTM da corrida.

Na terceira volta, Solberg perseguia Heikkinen quando foi para o coringa, mas perdeu tempo na saída da curva. Na volta seguinte, Heikkinen vai para o coringa, e abusando da largura do circuito, segura Solberg e se mantém na ponta.

Solberg era mais rápido que Heikkinen devido a um pneu furado no Volkswagen Polo do piloto finlandês, mas sem nenhuma abertura para ultrapassar, Solberg se contentou com o segundo lugar enquanto Heikkinen levava a Marklund para a primeira vitória na temporada e a Volkswagen para o seu segundo triunfo, com direito a zerinhos logo após o fim da corrida para levar o público presente em Mettet a loucura. Reinis Nitiss ainda foi capaz de levar o seu Ford Fiesta até terceiro lugar após aguentar a pressão de PG Andersson.

Resultado da final da etapa da Bélgica do Mundial de Rallycross:

POSIÇÃO

NÚMERO

PILOTO

PAÍS

EQUIPE

TEMPO

1

57

TOOMAS HEIKKINEN

FIN

MARKLUND MOTORSPORT

4:02.117

2

1

PETTER SOLBERG

NOR

SDRX

+0.840

3

15

REINIS NITISS

EST

OLSBERGS MSE

+6.705

4

45

PER-GUNNAR ANDERSSON

SUE

MARKLUND MOTORSPORT

+7.583

5

13

ANDREAS BAKKERUD

NOR

OLSBERGS MSE

+27.425

6

10

MATTIAS EKSTRÖM

SUE

EKS RX

NÃO COMPLETOU

Com os resultados do fim de semana, Petter Solberg continua absoluto na liderança, com 82 pontos, enquanto Johan Kristoffersson, com 60 pontos, vê Toomas Heikkinen e Andreas Bakkerud se aproximarem, com 57 e 56 pontos, respctivamente. Entre as equipes, a consistência da Olsbergs MSE os mantém na frente, com 104, mas SDRX, com 102 pontos, e Marklund, com 100 pontos, vêm logo atrás.

No próximo final de semana, no dia 22 de Maio, o Mundial de Rallycross desembarca na Inglaterra, mais específicamente em Lydden Hill, berço do Rallycross e a casa do companheiro de Petter Solberg na SDRX, Liam Doran.

VAVEL Logo