Porsche apresenta novo 911 GT3-R em Nurburgring
Com o lançamento da versão GT3-R, a gama de modelos de competição da marca se completa ao lado do 911 RSR e 911 GT3 Cup. (Fotos: Divulgação Porsche)

Durante as 24 horas de Nurburgring no último Domingo (17), a Porsche apresentou a nova versão do 911 GT3-R destinado a competir nos diversos campeonatos GT3 ao redor do Mundo.

Com o lançamento se encerra as versões de competição do 911, que já disporem da 911 GT3 Cup, 911 RSR e agora GT3-R. O novo modelo é baseado na última versão do 911 de série e desenvolve aproximadamente 500 cv.

O carro possui uma nova célula de sobrevivencia e tem um entre eixo alongado em 8,3 centímetros se comparado com a versão passada do GT3-R. Isso garante uma distribuição de peso mais equilibrada e um tratamento mais previsível em curvas. Através da aplicação de soluções leves sistemáticas para carroceria e suspensão, os engenheiros otimizaram de forma significativa a posição do centro de gravidade em comparação com o modelo anterior.

Na parte da carroceria o novo 911 GT3 RS carro tem sua base em alumínio compostos de aço inteligente, que tem provado ser a base ideal para carros de corrida. O teto, tampa frontal e carenagem, caixas das rodas, portas, partes laterais e traseiras, bem como a tampa traseira são feitos de material particularmente leve de fibra de carbono (CFRP). Todas as janelas, e pela primeira vez até mesmo o pára-brisas, consistem em peças de policarbonato.

O motor é um quatro litros, boxer, com injeção direta de combustível, que opera a pressões de até 200 bar. Conta com comando de válvulas variável, o que garante um melhor aproveitamento do combustível. Além disso, o motor normalmente aspirado oferece melhor dirigibilidade. O carro conta com uma caixa de marchas de 6 velocidades, sequencial, com trocas atrás do volante.

A aerodinâmica do 911 GT3 R, também segue o exemplo da versão de produção em série. Com aberturas de ar distintas sobre as caixas de rodas dianteiras, auxiliam na obtenção de um maior downforce no eixo diantiero.

Medindo dois metros de largura por 40 centímetros de profundidade, a asa traseira empresta equilíbrio aerodinâmico. A partir de seu irmão mais velho 911 RSR, o GT3 R adotou o conceito do radiador centralmente posicionado. Ao eliminar os radiadores laterais, a posição do centro de gravidade foi melhorada, o radiador fica mais protegido contra danos de colisão. A ventilação do ar quente através da grade e capô dianteiros também foi reforçada.

O sistema de freios do 911 GT3 R, também sofreu outras modificações e, graças ao aumento da rigidez e controle mais preciso do ABS, é ainda mais adequado para corridas de longa duração. No eixo da frente, pinças  de alumínio, combinados com discos de freio ventilados de aço e ranhuras com um diâmetro de 380 milímetros garantem o desempenho. No eixo traseiro  foram adotadas discos de 372 milímetros.

Outro foco de desenvolvimento foi na segurança do GT3 R. A capacidade do tanque de combustível foi aumentada e agora sporta 120 litros, com válvula de segurança de corte de combustível. As portas e as janelas laterais podem ser removidos, e a escotilha de fuga no teto agora e maior. Em caso de um acidente, o novo assento em forma de concha oferece ainda mais proteção para o piloto.

O novo modelo custa a partir de 429 mil Euros e começa a ser entregue as equipes de clientes em Dezembro.

Mercado americano será o primeiro a receber o novo modelo

Os planos da Porsche com o novo 911 GT3-R começam pelos EUA. Com lançamento previsto para as 24 horas de Daytona de 2016, já que a classe GTD vai seguir a risca os regulamentos da GT3 homologada da FIA.

"Todo mundo em Weissach está trabalhando com esse objetivo", Disse o presidente da Porsche Motorsport  Jens Walther disse ao site Sportscar365 durante o lançamento do carro na semana passada em Nürburgring.

"Todo o processo de desenvolvimento teve  um curto espaço de tempo, porque a temporada européia não começa até março e nós temos que entregar os carros aos clientes no início de dezembro para se certificar de que possam se preparar para os testes em Daytona." Disse.

O novo carro vai substituir o 911 GT América que entrou em produção em 2014 em substituição aos antigos Porsche GTC que competiram na ALMS. Assim o fabricante por fornecer o novo modelo para o TUSC e o Pirelli World Challenge já que os regulamentos são quase os mesmos.

"Isso ajuda a todos nós", disse ele. "Ajuda o desenvolvimento, na logística por trás dele, por peças de reposição e de homologação das peças. Ele também ajuda nossos clientes porque eles podem usar o mesmo equipamento e ir para diferentes séries."

"Além disso, se eles querem vender o carro depois de um ano e atualizar para um novo, há um mercado para o carro em uma série diferente. A plataforma poderá ser utilizado em mais séries internacionais.”

"A alguns anos várias equipes asiáticas e europeias vinham competir em Sebring com seus carros, e isso agora vai voltar a acontecer."

Sobre a possibilidade de um novo campeonato sprint organizado pela IMSA em concorrência ao PWC pode ocasionar. "Eu acho que IMSA tem uma longa tradição em corridas de endurance e todas as equipes que competem lá construíram programas de resistência", disse ele. "Toda a sua equipe está construído em torno de corridas de endurance. Com o Pirelli World Challenge, já temos uma série sprint. As duas séries já estão estabelecidas, e não vejo algo saudável para o automoblismo americano.” Finalizou.

Especificações.

Motor

- Motor boxer de seis cilindros refrigerado a água (montado na traseira)

- 4000 cm3; AVC de 81,5 milímetros; deu 102 milímetros

- Saída: mais de 368 kW (500 hp) sujeito a FIA BoP (redutora de ar)

- Tecnologia de quatro válvulas

- Injeção direta de combustível

- Lubrificação por cárter seco

Transmissão

- Sequencial de seis velocidades  

- Diferencial de deslizamento Mecânico

- Trocas por paddle shift

Carroçaria

- Projeto composto com alumínio de aço inteligente

- Soldas roll-cage de acordo com o Anexo J da FIA

- Portal de escape removível no teto

- Leve design exterior:

- portas em fibra de carbon, tampa traseira, asa traseira, arcos de roda, dianteira e traseira da carenagem

- Vidros de policarbonato

- policarbonato removível em portas e janelas

- Célula de combustível de segurança, aprox. 120 litros, com combustível com corte válvula de segurança em conformidade com os regulamentos da FIA

- Sistema de tomada de ar (quatro jacks)

Suspensão

- Eixo dianteiro McPherson, regulável em altura, cambagem e largura

- Os cubos das rodas livres

- Lâminas ajustáveis para ​​barra estabilizadora (esquerda e direita)

- Direção Assistida com a alimentação de pressão electro-hidráulica

- Eixo traseiro

- Multilink suspensão traseira independente, regulável em altura, cambagem e largura

- Os cubos das rodas livres

- Lâminas ajustáveis ​​barra estabilizadora (esquerda e direita)

Sistema de freio

Dois circuitos de freio separados para eixos dianteiro e traseiro; ajustável pelo condutor através de sistema de barra de equilíbrio

Eixo dianteiro

- De seis pistões de alumínio com pinça de freio de corrida

- Disco de freio de aço ventilados e ranhuras, D = 380 milímetros

Eixo traseiro

- Quatro pistões de alumínio pinça de freio de corrida

- Disco de freio de aço ventilados e ranhuras, D = 372 milímetros, sino disco de alumínio

Rodas / pneus

Eixo dianteiro

- Rodas BBS rodas de liga de acordo com as especificações e design Porsche, 12.0J x 18 compensado 17, dimensão do pneu: 300 / 650-18 frente; 13J x 18 compensar 37,5, dimensão do pneu: 310 / 710-18 traseira

Elétrica

- Módulo de potência COSWORTH IPS32

- Race ABS

- Controle de tração

Peso / dimensões

- Peso total: 1,220 kg (sujeito a BdP)

- Comprimento total: 4,604 milímetro

- No geral eixo dianteiro largura: 1.975 milímetros

- No geral eixo traseiro largura: 2.002 milímetros

- Distância entre eixos: 2463 milímetros



 

VAVEL Logo