Lewis Hamilton larga na frente em Mônaco
Lewis Hamilton desbanca companheiro Nico Rosberg e larga no P1 em Mônaco (Foto: F1.com)

Andando atrás do companheiro de equipe e rival na briga pelo título Nico Rosberg, Lewis Hamilton marcou a pole no GP de Mônaco neste sábado (23). O inglês, que havia largado em segundo na Espanha, marcou sua quinta pole de seis corridas no ano, confirmando a dominação da Mercedes. O segundo foi Nico Rosberg, seguido de Sebastian Vettel, da Ferrari. A corrida é amanhã, às 09h horário de Brasília.

Com todos os pilotos saindo de pneus macios - opção mais lenta no fim de semana -, foi o espanhol da Toro Rosso, Carlos Sainz Jr., que abriu a primeira volta cronometrada. A partir daí a briga pela liderança, que não vale muito nesta altura do treino, foi intensa, com Max Verstappen tomando a frente, mas logo Vettel começou a liderar, sendo passado por Hamilton e depois Rosberg. Duas Mercedes mantendo a consistência durante todo o treino.

Diferente da Mercedes, a Williams de Felipe Massa e Valtteri Bottas não conseguiu andar bem em Mônaco, estando a beirar a zona de eliminação, precisando colocar os pneus mais rápidos - supermacios - para conseguir tentar fazer os tempos necessários, mas apenas o brasileiro conseguiu passar para o Q2 (13º), enquanto seu companheiro finlandês não conseguiu fazer a volta necessária. O outro brasileiro, Felipe Nasr, também acabou sendo eliminado na primeira parte do treino, bem como seu companheiro, Marcus Ericsson. Quem conseguiu colocar seus carros, novamente no Q2 foi a Mclaren.

Rosberg fez o melhor tempo do Q1, em 1min16.528. Hamilton foi 2º (+0.060) e Verstappen, 3º (+0.222). Os eliminados foram: Nasr, Bottas, Ericsson, Stevens e Merhi, respectivamente.

Começando o Q2, o primeiro a sair foi Sebastian Vettel com pneus supermacios e, portanto, o primeiro a abrir volta válida, passando a linha de chegada em 1min18.171, mas logo sendo ultrapassado pelo mexicano Sergio Perez, com 1min17.592. Mas o alemão tomou a ponta de novo, fazendo o tempo mais rápido do final de semana até então com 1min16.224. Mas quando as Mercedes entraram na pista, mostrando o porquê de dominarem a Fórmula 1, com Rosberg fazendo 1m15.471 e pegando o status de volta mais rápido até o momento. Seu companheiro, Hamilton, fez exatamente o mesmo tempo de Vettel, ficando em terceiro porque o tetracampeão fez o melhor tempo no 3º treino livre. Mas, em uma outra tentativa, o inglês conseguiu fazer o segundo tempo.

A Mclaren do bicampeão espanhol Fernando Alonso apagou depois de fazer sua primeira volta, encerrando as participações do asturiano no treino de classificação. Mas, diferente de Alonso, Jenson Button conseguiu fazer tempos decentes com a sua Mclaren e brigar até o fim por um lugar ao sol no Q3, mas foi dessa vez que a equipe inglesa conseguiu colocar algum carro seu na última parte, terminando com o inglês da equipe em 12º e Alonso em 15º.

Rosberg, novamente, fez o melhor tempo no Q2 com 1min15.471. Hamilton 2º (+0.393) e Vettel em 3º (+0.710). Os eliminados foram: Grosjean, Button, Hulckenberg, Massa e Alonso, respectivamente.

A disputa pela pole position começou com Hamilton pulando para a frente fazendo 1min15.304, seguido de seu companheiro, Rosberg (+0.136), perseguido de perto pelo Vettel (+0.545). Depois de terem dado seus melhores, os pilotos voltaram para os boxes e trocaram os jogos de pneus para supermacios zerados, com exceção de Perez que, sem pneus novos, não voltou para a pista. Mas o único que poderia bater a pole de Hamilton até então era Rosberg, mas o alemão não conseguiu completar uma volta suficiente para bater o tempo do companheiro, voltando aos boxes antes de zerar o cronômetro.

Confira o grid completo:

VAVEL Logo