Eric Boullier confirma que Mclaren não deixará a Honda fornecer motores à Red Bull
(Foto: XPB Images)

E quando tudo parecia estar indo bem para a Red Bull usar os motores Honda em 2016, a equipe Mclaren decidiu vetar o possível acordo, alegando que os motores Honda são exclusividade deles.

O veto partiu de Ron Dennis que é responsável pela Mclaren, quando ficou sabendo que Yasushisa Arai, responsável pela Honda na F1, estava negociando com a Red Bull o fornecimento dos motores japoneses.

Eric Boullier chefe da equipe Mclaren, quando questionado sobre a decisão de Ron Dennis, explicou o porque eles não querem fornecer a Red Bull.

“Esta não é uma questão de Ron Dennis dizer ‘não’ e Arai dizer ‘sim’. Não há discussão sobre isso. Podemos ver claramente que a Red Bull está com um problema, porém foi criado por ela própria, e não pelos seus rivais. Nós não somos uma instituição de caridade, então não estamos aqui para a ajudar ninguém”.

“Não estamos querendo este tipo de coisa. Há rumores, mas eu acho que a posição da McLaren-Honda tem sido muito clara”, acrescentou , em entrevista a revista britânica 'Autosport'.

E assim mais uma porta se fecha para a Red Bull, eles que foram muito corajosos em bater na porta da Honda já que os motores japoneses nem de longe são competitivos. E a situação da Red Bull no momento é muito difícil, porém eles ainda podem tentar uma conciliação com a Renault para terem os motores franceses na temporada de 2016, entretanto eles teriam que ser competitivos caso ao contrário eles vão abandonar a F1.
 

VAVEL Logo