Segunda etapa do European Le Mans Series terá 42 carros em Imola
(Foto: ELMS)

A segunda etapa do Europen Le Mans Series acontece no dia 15 de Maio no circuito de Imola na Itália. Serão 42 carros, destes, 14 LMP2, 20 LMP3 e oito LMGTE. Representando a Itália, 13 pilotos e três carros. Na classe LMGTE dos oito carros inscritos, cinco serão modelos Ferrari F458 GTE. Ao todo serão 122 pilotos, 42 carros de 25 nacionalidades diferentes.

A equipe G-Drive Racing de Simon DolanHarry Tincknell Guido Van Der Garde, chegam a Itália liderando o campeonato na classe LMP2, após a vitória em Silverstone. A também russa SMP Racing que chegou em segundo em Silverstone também é apontada como favorita a prova.

Lista de inscritos para as 4 Horas de Imola.

Com  cinco fabricantes diferentes na classe LMP2 (seis Ligier, cinco Oreca,  um único BR01, Gibson e Morgan). A atual campeã Greaves Motorsport espera um boa prova, assim como a TDS que faz a pole em Silverstone mas por um erro ainda la primeira curva perdeu a liderança e posteriormente abandonou a prova.

Este será o último teste para Sir Chris Hoy no Ligier #25 da equipe Algarve Pro Racing. O campeão olímpico de ciclismo está confirmado para as 24 Horas de Le Mans no próximo mês. Outro astro do esporte levando para a pista é o ex-jogador da seleção francesa de futebol Fabien Barthez que participa de sua segunda corrida em protótipos na Itália pela sua equipe Panis Barthez Competition.

Na classe LMP3, serão 20 carros. O destaque fica para a equipe italiana Villorba Corse, com Roberto Lacorte, Giorgio Sernagiotto e Nicollo Schiro correndo com um Ligier JS P3-Nissan. Em 2015 a equipe não conseguiu terminar a corrida.

Equipe inglesa, mas baseada na Itália a United Autosports começou o certame da melhor forma possível, com uma dobradinha na classe LMP3 em Silverstone. O trio anglo-americano formado por Alex Brundle, Michael Guasch e Christian Ingland. Os dois Ligier da equipe Eurointernational, estarão correndo com todos os pilotos italianos: Giorgio Mondini, Andrea Roda e Marco Jacoboni vai estar no #11, enquanto Andrea Dromedari e Fabio Mancini vai correr com o Ligier #12. O terceiro piloto ainda não foi confirmado.

Única classe GT no certame, a GTE terá oito carros, sendo a menor classe da prova. Ferrari, Porsche e Aston Martin estarão representada na corrida. As esperanças italianas vão estar na equipe AF Corse. A Ferrari #51 dos pilotos Marco Cioci, Piergiuseppe Perazzini e Rui Aguas. No #55 Anglo-Irlandês será formada por Duncan Cameron, Aaron Scott e Matt Griffin. Três outros italianos estão na classe: o campeão da FIAGT em 2010, Andrea Bertolini na JMW Motorsport ao lado de Rory Butcher e Robert Smith. A equipe venceu em Silverstone mas acabou punida por conta da falta de homologação de algumas partes do carro.

Davide Rigon estará na Ferrari #56 da AT Racing ao lado de de Alexander Talkanitsa Senior e Junior  Gianluca Roda está confirmado no Porsche #88 da equipe Proton Competition ao lado de Klaus Bachler e Christian Ried.

Os vencedores na classe em Silverstone, o Aston Martin #99 de Andrew Howard, Darren Turner e Alex MacDowall esperam ampliar a vantagem ganha após a punição da Ferrari da JMW.

Os 4 Horas de Imola acontecem no Autodromo Internazionale Enzo e Dino Ferrari na periferia da cidade que leva o mesmo nome. Com nove curvas para a direita e 12 para a esquerda o traçado tem  4.909 km. 

VAVEL Logo