Grande Prêmio da Bélgica de F1 ao vivo online
Live LoaderVAVEL Live SmallLive Match

Ficamos por aqui com o nosso tempo real do Grande Prêmio da Bélgica de 2017. Muito obrigado a todos que nos acompanharam. A próxima corrida é o Grande Prêmio da Itália, já no próximo domingo, dia 3 de setembro, em Monza. A pista favorece os carros da Mercedes, mas a Ferrari quer fazer bonito diante de sua apaixonada torcida e promete esquentar a disputa. Até lá!!!

Os três recebem seus troféus e comemoram com champanhe, para a festa da torcida na pista e nas arquibancadas de Spa!

Hamilton, Vettel e Ricciardo chegam ao pódio. Hino inglês para o vencedor e alemão para a equipe Mercedes. 

O momento em que Hamilton cruza a linha de chegada para vencer em Spa (Foto: Divulgação/F1)
O momento em que Hamilton cruza a linha de chegada para vencer em Spa (Foto: Divulgação/F1)

Agora Vettel tem 220 pontos na liderança do campeonato, com Hamilton em segundo com 213. Se vencer a próxima corrida, na Itália, o inglês no mínimo empata com o alemão na frente. Que campeonato!

Nico Hülkenberg é o sexto, Romain Grosjean o sétimo, e Felipe Massa, após largar em 16º, chega em oitavo, com uma grande recuperação. Esteban Ocon é o nono, e Carlos Sainz Jr fecha o grupo de pontuáveis em 10º.

Vettel é o segundo e segue na ponta do campeonato. Daniel Ricciardo, em uma grande corrida, foi o terceiro, com Kimi Räikkönen em quarto e Valtteri Bottas em quinto.

O inglês da Mercedes vence pela terceira vez em Spa, quinta em 2017, e agora está apenas 7 pontos atrás de Sebastian Vettel no campeonato!

LEWIS HAMILTON VENCE O GRANDE PRÊMIO DA BÉLGICA DE 2017 DE FÓRMULA 1!!!!

Volta 44/44: Última volta para Hamilton! Falta pouco para a terceira vitória do inglês em Spa!

Volta 43/44: Agora Hamilton consegue abrir 1s4 de frente. Os dois vão dando um show, no limite do ritmo de seus carros e fazendo voltas rápidas em sequência, um grande pega no fim da prova!

Volta 42/44: Vettel faz a melhor volta, com 1min46s577, e bate o recorde da pista de Spa-Francorchamps!

Vettel se esforça, mas não consegue chegar em Hamilton (Foto: Divulgação/F1)
Vettel se esforça, mas não consegue chegar em Hamilton (Foto: Divulgação/F1)

Volta 41/44: Hamilton agora é mais rápido por míseros oito milésimos de segundo, e a distância segue em 1s3.

Volta 40/44: Com cinco para o final, Hamilton foi melhor por muito pouco e aumentou a vantagem para 1s3.

Volta 39/44: Vettel vai forçando tudo que pode, mas Hamilton não cede e a vantagem segue pouco acima de 1s - sem asa traseira móvel para o alemão.

Volta 38/44: Vettel diminui um pouco mais a vantagem, agora para 1s1 - ainda não suficiente para usar o DRS.

Volta 37/44: Hamilton estabiliza a vantagem de Vettel em 1s3 e mantém a ponta com segurança.

Vettel atacou na relargada, mas Hamilton manteve a ponta (Foto: Divulgação/F1)
Vettel atacou na relargada, mas Hamilton manteve a ponta (Foto: Divulgação/F1)

Volta 36/44: Com 1min46s603, de novo Hamilton faz a melhor volta e evita que Vettel utilize o DRS.

Volta 35/44: Com 1min47s698, Hamilton fez a melhor volta da prova e abriu 1s4 para Vettel.

Volta 34/44: Vettel quase toma a ponta, mas Hamilton por pouco mantém a frente! Mais atrás, Ricciardo pula para terceiro e Räikkönen para quarto, com Bottas perdendo duas posições. Grande relargada!

Volta 33/44: O safety-car vai deixar a pista nesta volta.

Pérez teve um furo de pneu e voltou em 14º (Foto: Divulgação/F1)
Pérez teve um furo de pneu e voltou em 14º (Foto: Divulgação/F1)

Volta 32/44: Hamilton lidera, seguido por Vettel, Bottas, Ricciardo e Räikkönen. Hülkenberg, Grosjean, Massa, Magnussen e Ocon. Todos estão colados e a relargada promete ser muito boa!

O acidente entre Pérez e Ocon, que trouxe o safety-car (Foto: Divulgação/F1)
O acidente entre Pérez e Ocon, que trouxe o safety-car (Foto: Divulgação/F1)

Volta 31/44: Os pilotos aproveitam a entrada do SC e vem para as trocas de pneus.

Volta 30/44: Acidente entre as duas Force India! Na tentativa de ultrapassar Pérez, Ocon acerta seu companheiro, que tem o pneu traseiro esquerdo furado. O mexicano sai espalhando borracha e pedaços de carro na pista, e o safety-car é acionado.

Alonso é o terceiro a abandonar a prova (Foto: Divulgação/F1)
Alonso é o terceiro a abandonar a prova (Foto: Divulgação/F1)

Volta 29/44: Fazendo a melhor volta, com 1min48s300, Pérez ultrapassa seu companheiro Ocon e é o 10º.

Volta 28/44: Pérez foi o primeiro do top-10 a parar, colocando os pneus supermacios em sua Force India.

Volta 27/44: Tônica da temporada: com problemas na McLaren-Honda, Fernando Alonso abandona mais uma vez.

Volta 26/44: Agora Hamilton devlve o ritmo de Vettel e abre para 1s9, conseguindo uma boa vantagem na frente.

Volta 25/44: Depois da punição, Räikkönen se recupera e ultrapassa Hülkenberg para retomar o quinto lugar.

Volta 24/44: Vettel agora foi mais rápido e tirou para 1s3, mas Hamilton segue de forma segura na frente.

Volta 23/44: Com 1min48s616, Bottas faz a volta mais rápida da prova.

Volta 22/44: Muito bem na volta, Hamilton cruza abrindo 1s7 para Vettel, sendo quase 0s4 mais rápido neste giro.

Volta 21/44: Hamilton consegue abrir para 1s3 e evitar que Vettel use a asa móvel por agora.

Volta 20/44: Vettel diminui um pouco, mas ainda não consegue abrir a asa traseira móvel, com a vantagem em 1s2.

Räikkönen teve que pagar um stop-and-go (Foto: Divulgação/F1)
Räikkönen teve que pagar um stop-and-go (Foto: Divulgação/F1)

Volta 19/44: Pérez é punido com 5s em seu tempo, por cortar a curva Les Combes tentando uma ultrapassagem.

Volta 19/44: Hamilton consegue um fôlego e a vantagem agora é de 1s4 na liderança.

Volta 18/44: Räikkönen terá que pagar um stop-and-go de 10s, por não reduzir a velocidade durante a bandeira amarela causada pelo abandono de Verstappen.

Volta 17/44: Com um ritmo melhor calçando os macios, Vettel encosta em Hamilton e inicia uma briga pela ponta. A diferença é de 0s7.

Volta 16/44: Räikkönen para e Volta em quarto. Com isso, o top-5 se reestabelece: Hamilton, Vettel, Bottas, Räikkönen e Ricciardo.

Volta 15/44: Enfim Vettel para e põe os macios em 2s6. Hamilton, que foi 2s mais rápido que Vettel na pista, assume a ponta, com Räikkönen (que não parou em 2º) e Vettel em 3º.

Volta 14/44: Agora é Bottas quem para, calçando os macios em 3s3. O finlandês volta em 5º.

Volta 13/44: Hamilton vai aos boxes, põe os pneus macios em 2s3 e volta em 4º, ainda esperando os líderes pararem.

Volta 12/44: Massa vai aos boxes e põe os pneus macios, caindo pra 15º-

Volta 11/44: Vettel faz a melhor volta, com 1min49s911.

Verstappen é o segundo a abandonar a prova (Foto: Divulgação/F1)
Verstappen é o segundo a abandonar a prova (Foto: Divulgação/F1)

Volta 11/44: Massa já ganha mais uma posição, agora de Carlos Sainz Jr, e é o 11º-

Volta 10/44: Enquanto Verstappen acenava para os milhares de holandeses que foram até Spa, Marcus Ericsson foi o primeiro a ir para os boxes.

Volta 9/44: Com isso, Ricciardo é o 5º, Hülkenberg o 6º, Ocon o 7º, Pérez o 8º, Grosjean o 9º e Alonso o 10º.

Volta 8/44: Verstappen encosta sem acreditar: é o sexto abandono do holandês por problemas na temporada.

Volta 8/44: Problemas para Max Verstappen! Mais uma vez no ano, o holandês tem problemas mecânicos e vai abandonar a prova.

Volta 7/44: Alonso perde mais uma posição, dessa vez para Grosjean, e é o 11º, saindo da zona de pontuação. 

Wehrlein foi o primeiro a abandonar (Foto: Divulgação/F1)
Wehrlein foi o primeiro a abandonar (Foto: Divulgação/F1)

Volta 6/44: Massa ganha mais uma posição, e agora é o 13º colocado.

Volta 5/44: Hamilton é o primeiro a virar abaixo de 1min50s, fazendo 1min49s926. 

Hamilton largou bem e manteve a ponta (Foto: Divulgação/F1)
Hamilton largou bem e manteve a ponta (Foto: Divulgação/F1)

Volta 4/44: Hamilton devolve Vettel e faz a melhor volta, 1min50s328.

Volta 3/44: Primeiro abandono da corrida: Pascal Wehrlein, da Sauber.

Volta 3/44: Com 1min50s613, Vettel já faz a volta mais rápida. Mais atrás, Hülkenberg retoma o 7º lugar de Alonso, e Pérez ultrapassa Magnussen para ser o 10º.

Volta 2/44: Alonso ultrpassou Hülkenberg e retomou o sétimo lugar. Lá atrás, Massa ganhou uma posição e é o 14º-

Volta 1/44: Hamilton pula bem na ponta, com Vettel e Bottas logo atrás. Räikkönen é quarto, Verstappen o quinto e Ricciardo o sexto. Hülkenberg é o sétimo, Alonso pulou para oitavo, Ocon é nono e Magnussen o 10º.

COMEÇA O GRANDE PRÊMIO DA BÉLGICA DE 2017!!!!

Os pilotos vão alinhando, vai começar a prova!

Spa é uma das pistas mais desafiadoras do calendário, e por isso é uma das preferidas entre pilotos, equipes e fãs. Com 7km de extensão, é a mais longa do campeonato, e por isso é a que tem menos voltas (44).

Exatamente às 14h na Bélgica (9h em Brasília), começa a volta de apresentação em Spa-Francorchamps.

Os pilotos já estão alinhados no grid, falta pouco para o início da volta de apresentação!

Jolyon Palmer, que largaria em 10º, teve que trocar o câmbio de sua Renault. Com isso, o inglês, que foi ao Q3 pela segunda vez no ano ontem, começa em 15º.

Ontem, Schumacher teve um recorde histórico igualado por Lewis Hamilton: o inglês chegou a 68 poles e empatou com o alemão como maior da história no quesito. 

Mick Schumache pilotando a Benetton do primeiro título de seu pai (Foto: Divulgação/F1)
Mick Schumache pilotando a Benetton do primeiro título de seu pai (Foto: Divulgação/F1)

Antes da prova, um momento emocionante. Vinte e cinco anos depois da primeira vitória de Michael Schumacher na F1, justamente em Spa, seu filho Mick pilotou a Benetton B194, carro com o qual seu pai conquistou seu primeiro título, em 1994.

Apesar das previsões contrárias, a promessa é de tempo firme em Spa. Pista seca até o momento, com pouco mais de 20min para a largada.

Grande Prêmio da Bélgica foi disputado pela primeira vez em 1925, e a desde a primeira temporada de Fórmula 1, em 1950, faz parte do campeonato.

Temporada de Fórmula 1 de 2017 será a 68ª Temporada de Fórmula 1 da FIA Formula One World Championship, uma competição para o campeonato para carros de Fórmula Um, que é reconhecido pela Federação Internacional do Automóvel (FIA), e é conhecida como a mais alta classe de competição para carros de corrida. Equipes e Pilotos competirão para serem campeões do mundo e serem campeões de construtores.

Mudança nas equipes: No início de janeiro de 2017, a empresa que operava a Manor Racing, a Just Racing Services, foi colocada em administração judicial[34] e, em 27 de janeiro de 2017, a equipe encerrou suas atividades e não participará da temporada de 2017.[35]

Mudança nas equipes: A equipe Sauber irá utilizar os motores Ferrari de 2016.

Mudança nas equipes: A equipe Toro Rosso voltará a utilizar os motores Renault em 2017, após ter usado propulsores Ferrari defasados em 2016.

Mudança nos Pilotos: Campeão da Temporada 2015 da GP2, Stoffel Vandoorne se junta a McLaren como Segundo Piloto. Vandoorne já havia pilotado uma corrida para a equipe em 2016 , quando ele substituiu o lesionado Fernando Alonso. Vandoorne irá substituir Jenson Button, que vai tirar um ano sabático das corridas, enquanto permanecerá com a equipe em um papel de piloto reserva.

Mudança nos Pilotos: Nico Hulkenberg deixa a equipe Force India e vai pilotar na equipe Renault. Para seu lugar na equipe indiana, foi contratado o francês Esteban Ocon, que correu pela Manor em 2016.

Mudança nos Pilotos: Pascal Wehrlein, no qual pilotava pela Manor em 2016, foi para Sauber para a temporada de 2017, substituindo Felipe Nasr, quem pilotou em 2015 e 2016.

Mudança nos Pilotos: Kevin Magnussen acerta com a Haas e vai pilotar em 2017 no lugar de Esteban Gutiérrez.

Mudança nos Pilotos: Nico Rosberg anunciou a sua aposentadoria depois de conquistar o título em 2016.

Mudança nos Pilotos: Valtteri Bottas assume a vaga deixada por Nico Rosberg na Mercedes. Felipe Massa volta da aposentadoria para o lugar deixado por Valtteri na Williams e se junta com o estreante, Lance Stroll.

Mudança no Calendário: O Grande Prêmio da Europa vai mudar de nome para Grande Prêmio do Azerbaijão. A data da corrida foi alterada para evitar conflitos com as 24 Horas de Le Mans, que tinha sido uma fonte de controvérsia no Grande Prêmio da Europa de 2016.

Mudança no Calendário: O Autodromo Enzo e Dino Ferrari (mais conhecido como Imola) assinou um acordo com Bernie Ecclestone para sediar o GP para 2017; contudo, o acordo teve que ser ratificado pela Federação Italiana de Automobilismo para que o evento ocorresse e foi omitido do calendário provisório. O circuito sediou o Grande Prêmio da Itália em 1980 e o Grande Prêmio de San Marino de 1981 a 2006.

Mudança no Calendário: Há poucas mudanças nas ordens das etapas com relação a 2016 - apenas inversão de ordens entre China e Bahrein e também entre Malásia e Cingapura.

Mudança no Calendário: O Grande Prêmio da Alemanha foi retirado do calendário após os organizadores dos circuitos de Hockenheimring e Nürburgring serem incapazes de concordar com os termos comerciais com a Formula One Management.

VAVEL Logo