Squadra G-Force alcança primeiro Top10 com Sérgio Jimenez no VeloPark
(Foto: Divulgação)

Squadra G-Force alcança primeiro Top10 com Sérgio Jimenez no VeloPark

Em apenas três etapas time já larga na nona posição do grid da maior categoria do automobilismo brasileiro

fernando-rhenius
Fernando Rhenius

A etapa do Velopark da Stock Car está apenas na terceira etapa e a Squadra G-Force já tem motivos de sobra para comemorar. O time que faz em 2018 sua estreia na mais badalada categoria do país conseguiu pela primeira vez alcançar um lugar no disputado Top10 do grid de largada. O feito foi conquistado por Sérgio Jimenez que vai largar na nona posição na rodada dupla deste final de semana.

O sábado foi marcado por um classificatório bastante tumultuado. Depois de uma sexta-feira de sol e calor, o dia de hoje foi de chuva e um temporal na hora da tomada de tempos, que suspendeu por duas horas a sessão classificatória.

"Muito bom esse resultado. Estamos no início de um trabalho, onde montamos um time de profissionais competentes e experientes e poder já estar competitivo e brigando nas primeiras filas é muito bom", comemorou o chefe da equipe, Guilherme Ferro.

Sérgio Jimenez também celebrou o feito. "Foi uma boa classificação. Tivemos problema de manhã e na segunda volta tivemos problema na bomba de combustível, que tirou todo o nosso treino e íamos meio que para o escuro no qualy e aí choveu. Parou de chover antes do Q1 e em tese ia parar de chover para o Q2. E no Q1 não fizemos uma boa classificação, já que tivemos um pneu que murchou e foi bem difícil manter o carro na pista. Entramos em último para o Q2, onde fui o primeiro a ir para a pista e na hora que eu entrei o carro aquaplainou muito e quando fui fazer a curva 1 acabei escapando e batendo de leve na barreira de pneus só machucou a carenagem e ocasionou toda a bandeira vermelha, onde esperamos duas horas para classificar no Q2. Não consegui fazer uma volta limpa, mas estou feliz com o resultado. A equipe tem feito um ótimo trabalho", disse Jimenez, que já venceu por duas vezes na GT3, no circuito gaúcho mais curto do calendário.

Por outro lado, Ferro lamentou o problema no carro #09 do jovem piloto Guga Lima, que entrou em modo de segurança na hora da classificação. Neste domingo, a primeira bateria tem início às 12h25 e a segunda às 13h35, ambas com 40 minutos mais uma volta de duração com transmissão ao vivo pelo Sportv.

 Classificatório atípico prejudica Diego Nunes

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A sessão foi marcada por uma chuva inesperada que interrompeu o treino por mais de duas horas. Metade do grid entrou para o quali 1 com a pista seca, e o segundo grupo com a pista molhada, logo após as primeiras voltas foi acionada a bandeira vermelha para os comissários analisarem a segurança dos pilotos.

Diego Nunes que vinha com uma alta expectativa para uma boa classificação no menor circuito da temporada, teve suas chances eliminadas, e só conseguiu com a chuva e com a quantidade de água na pista ficar com a décima sétima posição. “Estava mais complicado de segurar o carro, muita gente aquaplanando, e o carro escapando muito, infelizmente não foi como esperávamos, o primeiro grupo que andou no seco teve mais sorte dessa vez”, disse o piloto do carro #70.

 

VAVEL Logo
CHAT