Formula 1 em 2019: 10 mudanças
Foto: Divulgação/Twitter Oficial F1

Formula 1 em 2019: 10 mudanças

Novos talentos, novas regras, novas rivalidades, novas parcerias. Fique por dentro das principais mudanças para a nova temporada da F1

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

A temporada de 2019 da Formula 1 começa nesta quinta-feira (14), em Melbourne, na Austrália, e nós separamos as 10 mudanças principais na nova temporada, confira:

Ferrari e suas mudanças drásticas

A decisão de trocar o campeão mundial Kimi Raikkonen pelo jovem talento Charles Leclerc já era grande, mas a decisão de promover Mattia Binotto para o lugar de Maurizio Arrivabene, como chefe de equipe, foi mais espantosa ainda.

Apenas Mercedes e Haas mantiveram seus pilotos

Essa será a temporada com mais trocas de pilotos da história. Red Bull, Ferrari, Renault, Racing Point, Alfa Romeo, Toro Rosso e Williams mudaram pelo menos um de seus pilotos.

A temporada acaba em dezembro

A última corrida será em 1º de dezembro. O que não torna a temporada muito mais longa que o normal, mas soa legal.

Redbull terá motor Honda

As constantes declarações de Christian Horner sobre o desempenho do motor Renault, na última temporada, deixaram o clima desagradável entre a equipe e a montadora, que decidiram encerrar o contrato.

Ricciardo na Renault

No meio de todo a confusão entre as equipes no último ano, Ricciardo optou  por desembarcar na França, em uma jogada de carreira que surpreendeu a todos.

Adeus, triple header

Triple header era a expressão usada para as três corridas que aconteciam sem intervalo, ou seja, em três finais de semana consecutivos. Era legal para os fãs, mas um pesadelo para a logística das equipes.

Adeus, Force India

Agora a equipe se chama Racing Point.

Bem-vinda de volta, Alfa Romeo

Uma das equipes mais icônicas da F1 está de volta depois de comprar o nome da Sauber. Kimi Raikkonen será o piloto número um.

A pausa no meio da temporada mudou uma semana

O GP da Hungria agora acontece em agosto, enquanto o GP de Bélgica acontece no início de setembro.

Ponto extra para a volta mais rápida

Pela primeira vez na sua história, a F1 adotará um sistema de recompensa para piloto e equipe que fizer a volta mais rápida da corrida. No total serão 21 pontos a mais no campeonato.

VAVEL Logo