Temporada nova, pole position velha: Hamilton larga em primeiro com recorde da pista
Foto: Divulgação/Site Oficial F1

Temporada nova, pole position velha: Hamilton larga em primeiro com recorde da pista

Inglês bateu o tempo de Schumacher com um 1m:22.043s

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

A primeira pole da temporada tem dono e não é nenhuma novidade: Lewis Hamilton larga de melhor posição do grid, enquanto seu parceiro de equipe, Valtteri Bottas, fecha a primeira fila para a Mercedes.

Foi a 84ª pole position na carreira do Inglês, que hoje detém o maior número de primeiras colocações em qualificações. Mas essa foi especial, já que além de quebrar o recorde da pista, Hamilton igualou Senna e Schumacher no número de poles em um só GP, chegando a 8. As duas lendas marcaram o mesmo recorde em Ímola e Suzuka.

“Não sabia deste recorde e fico muito feliz com isso. Estou com minha família aqui em Melbourne e penso em meu pai, que me ajudou tanto a estar aqui hoje”, disse Hamilton.

A disputa pela primeira colocação foi acirrada entre os companheiros de equipe da Flechas de Prata, com Hamilton marcando a pole em sua última tentativa, nos instantes finais do Q3, com um tempo apenas 0s112 mais rápido que o Finlandês.


Ferrari decepciona

Os bons tempos nos testes antes da qualificação mostravam uma Ferrari capaz de superar a Mercedes, mas não foi o que a Scuderia Italiana demonstrou em Melbourne. Vettel ficou atrás de Bottas, e vai largar de um tímido terceiro lugar, enquanto seu companheiro de equipe, Charles Leclerc — que tinha surpreendido positivamente nos testes —, acabou apenas com a quinta colocação, atrás de Verstappen.

Luta pelo meio do grid

A Haas saiu na frente das concorrentes pelo lugar de melhor do resto, levando os dois carros para o Q3 e marcando tempos para largar em sexto, com Grosjean, e sétimo, com Magnussen. Lando Norris (McLaren), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) e Sergio Pérez (Racing Point) completaram o top 10. Quem começou com o pé esquerdo foi a Renault, que não conseguiu levar nenhum carro ao Q3. Hulkenberg larga em 11º, logo a frente de seu companheiro de equipe, Ricciardo.


O final do grid

Quem olha a tabela de classificação após o Q3 pode se surpreender ao ver a cor azul da Redbull em 17º. Gasly acabou decepcionando em sua primeira qualificação com a nova equipe, e vai precisar de uma  corrida de recuperação se quiser marcar bons pontos. Para ele, a estratégia prejudicou sua posição no grid.

"Fomos um pouco otimistas com um stint (uma volta rápida) e estou realmente decepcionado com isso. Nós apenas não esperávamos que os outros melhorassem tanto. Fomos pegos pela evolução da pista e isso nos custou muito", lamentou.


A Williams terminou com a última fila do grid, com George Russel marcando um tempo 1s300 mais lento que Carlos Sainz, 18º. Kubica fez sua reestreia pela F1, mas com certeza não foi o resultado que ele esperava. O polonês teve problemas e acabou batendo de leve no muro em uma de suas voltas rápidas, custando a última posição do grid, com 1s700 atrás de seu companheiro de equipe.

A largada em Melbourne acontece às 2h10 (Horário de Brasília) neste domingo (17).
 

VAVEL Logo