Chefão da McLaren, Zak Brown ameça deixar F1 caso novas regras não reforcem equilíbrio
(Foto: FIA)

Chefão da McLaren, Zak Brown ameça deixar F1 caso novas regras não reforcem equilíbrio

Formula 1, FIA e diretores de todas equipes se reúnem para tratar do regulamento para a partir de 2021

leo_silva997
Leonardo José

Na semana que vem, a "reunião geral" entre Fórmula 1FIA e representantes de todas as 10 equipes do grid será realizada. Os integrantes vão discutir as mudanças de regulamento para 2021. Alguns diretores de equipe têm ameaçado abandonar a categoria se as mudanças propostas para o regulamento não forem sincronizadas com os planos das equipes. O último chefe a ameaçar uma saída foi o mandatário da McLaren, Zak Brown, em entrevista ao site The Observer.

"Uma vez nivelado, isto deve acelerar a competitividade de todos. A F1 teve uns períodos de domínio, mas a boa F1 é que ninguém domine mais. Isto significaria uma equipe vencendo dois campeonatos seguidos, não cinco ou seis [...] Precisa ser fiscalmente responsável e competitivo para as equipes, e se sentirmos que as novas regras não nos colocam nessa situação, teríamos que rever nossa participação na F1."

Zak também revelou que escolheu dois fatores cruciais para definir a permanência da equipe na competição: o lado competitivo e o financeiro.

"Para a McLaren, há dois pontos a serem resolvidos: ser financeiramente viável e ser possível brigar de maneira justa e competitiva. Se não for assim, consideraremos seriamente nossa posição na Fórmula 1. Esta não é uma posição que queremos estar."

O chefão da McLaren também reconheceu o superioridade da tradição da Ferrari, mas pediu uma revisão na distribuição de renda por parte da FIA.

"A distribuição das receitas deve ser mais equilibrada, deve ser mais orientada ao desempenho. Numa menor intensidade do que hoje, mas a sua história também tem que ser levada em consideração. Todos concordamos que a Ferrari é o maior nome e deveria ser remunerada como tal, mas não no nível que é hoje."

Finalizando a entrevista, Zak Brown demonstrou otimismo com as pautas da reunião.

"Estou otimista que todos participarão. É uma negociação, mas estou otimista que a F1 fará a coisa certa e manterá todas as 10 equipes e teremos uma F1 muito melhor e mais competitiva de 2021 em diante."

VAVEL Logo