Insatisfeito, Vettel tem futuro incerto na F1: "Este não é o esporte pelo qual me apaixonei"
Foto: Divulgação/Site Oficial F1

Insatisfeito, Vettel tem futuro incerto na F1: "Este não é o esporte pelo qual me apaixonei"

Tetracampeão mundial ficou furioso com a decisão da direção de prova no domingo, que lhe custou a vitória no Canadá

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

O GP do Canadá de 2019 entrará para a história da Formula 1. Tudo por conta do incidente entre Vettel e Hamilton, na parte final da corrida. O alemão caminhava para a primeira vitória da temporada, tirando o que seria uma sétima vitória da Mercedes em sete corridas no ano, mas um erro nas curvas 3 e 4 fez Vettel sair da pista e, ao retornar, forçar Hamilton a frear para não bater no muro. A confusão fez a direção de prova punir o piloto da Ferrari em cinco segundos, que foi adicionado ao seu tempo final de corrida e lhe tirou a vitória.

Com todo a confusão, Vettel quase não subiu ao pódio, e mostrou sua insatisfação ao colocar a placa de número dois na frente do carro de Hamilton no estacionamento pós corrida, em uma ação que ficará marcada como a imagem do ano na F1.

"Eu queria poder correr nos velhos tempos ao invés de hoje em dia. Não é só sobre a decisão desse domingo, é sobre várias outras decisões. Nós deveríamos poder falar o que pensamos, mas não podemos. Eu discordo de onde a F1 está hoje. Eu voltei para a pista e o Lewis teve de reagir, mas para mim isso é automobilismo", disse.

A resposta levantou questões sobre o futuro de Vettel na F1. Ele tem contrato com a Ferrari até o fim de 2020, e pode decidir sair do esporte se discordar das novas regras para 2021. Algumas pessoas acreditam que ele pode deixar o esporte antes do fim do contrato, já que perder o campeonato de forma fácil para Hamilton pelo terceiro ano seguido não seria bom para sua imagem. Ao falar sobre o futuro, o alemão não conseguiu responder.

"Não estou pronto para esse tipo de questão. Eu só sinto que hoje em dia nós olhamos para tantas coisas que não olhávamos no passado. Este não é o esporte pelo qual me apaixonei. Nós soamos como advogados quando falamos sobre essas coisas. Eu sou um purista, gosto de relembrar os velhos tempos, os carros e pilotos do passado", finalizou.

Não sabemos sobre o futuro distante de Vettel na F1, mas sabemos que ele estará na próxima corrida, na França, entre os dias 20, 21, 22 e 23 deste mês.

VAVEL Logo