Derrotado pelo parceiro Hamilton, Bottas justifica: "Safety Car me prejudicou"
Foto: Reprodução / F1

Após acompanhar de perto Lewis Hamilton vencer o GP da Inglaterra, Valtteri Bottas admitiu o erro da estratégia acerca do cronograma da corrida. Segundo o finlandês, essa imperfeição foi o motivo da derrota para seu parceiro de Mercedes.

Melhor no qualifying, Bottas havia vencido a primeira batalha e seguia firme na corrida com pneus médios. Porém, quando o imprevisível Safety Car entrou na pista, Lewis foi para os boxes e fez a troca de pneus, colocando os duros. Em seguida, Bottas foi forçado a parar e se contentar com o segundo posto.

"Talvez não tenha sido o dia mais sortudo para mim, mas é a vida. Eu acho que a vitória era 100% possível hoje, apenas o timing do Safety Car me prejudicou."

"Depois da minha primeira parada, senti que estava no controle. Eu estava acompanhando a distância para Lewis de perto. Então, eu ainda estava efetivamente liderando a corrida até que houvesse um Safety Car, daí Lewis conseguiu uma parada. Depois precisei parar também."

Bottas demonstrou sua decepção ao ter que parar novamente por ter continuado nos médios.

"Eu também fui para os médios, isso significou que eu tive que parar no final novamente, apenas por isso, não foi meu dia. Mas, pelo menos, o ritmo era bom e me senti bem por aí."

A estratégia pré-corrida da Mercedes

O piloto finlandês também revelou que os planos da Mercedes não previam a parada de um carro, com a equipe esperando dois pilotos, embora as estratégias estivessem potencialmente divididas.

"Havia uma ideia para dividir os carros, um de nós colocando os duros para o segundo período. Mas ainda assim a ideia era que o carro fizesse um médio-duro-médio ou médio-duro-macio. Então, uma parada a mais, honestamente, estava fora de questão e isso foi um erro da gente. Foi um ponto aprendizado para nós."

O próximo GP é na Alemanha, com largada marcada para as 10h10 do domingo (28), no Circuito de Hockenheimring, que tem 4.574km.

VAVEL Logo