Chefe da STR, Franz Tost diz que Kvyat está ‘pronto para ir à Red Bull’
Foto: Divulgação / STR

Chefe da STR, Franz Tost diz que Kvyat está ‘pronto para ir à Red Bull’

Diretor da Scuderia Toro Rosso está empolgado com o piloto russo

leo_silva997
Leonardo José

Diretor da Scuderia Toro Rosso (STR), Franz Tost já começa a projetar o retorno de Daniil Kvyat à Red Bull Racing. No entanto, o chefão da equipe italiana crê que Pierre Gasly, parceiro de Verstappen na RBR, merece mais tempo na construtora austríaca.

Esse holofote posto sobre o piloto russo da Toro Rosso se deu devido ao pódio que ele conquistou no GP da Alemanha, no último final de semana, onde ficou em terceiro lugar. O resultado foi o melhor da equipe desde 2008. Assim, Kvyat agora tem 27 pontos; o pressionado Gasly está um pouco à frente, com 55, o que incomoda os estrategistas da RBR.

Em 2015, Kvyat corria pela RBR, mas deixou a equipe no ano seguinte, preparando o terreno para Max Verstappen. Logo, o russo foi parar na STR.

Tost empolgado com o russo

Quando questionado sobre a maturidade de Kvyat, Tost disse ao site Motorsport.com que o piloto está ‘mais experiente agora’ e está apto para retornar à RBR.

“Essa é a razão de eu sempre dizer que preciso de pilotos por três anos, para instruir o piloto, e então ele está pronto para ir à Red Bull. Porque a Red Bull é outro nível. A Red Bull é uma equipe lutando por vitórias, lutando por campeonatos. E por isso você é atacado com outra pressão, você está trabalhando em outro nível. E você não pode comparar isso com a Toro Rosso.”

Austríaco, Franz Tost é chefe da STR desde 2006 (Foto: Reprodução / F1)
Austríaco, Franz Tost é chefe da STR desde 2006 (Foto: Reprodução / F1)

Tost também justificou a saída de Kvyat da RBR dizendo que era um movimento necessário devido à ida de Vettel à Ferrari.

“Ele é outro piloto que estava na Red Bull, e era mais jovem. Ele só ficou uma temporada na Red Bull, por causa da mudança, de quando Vettel foi para a Ferrari.”

Mesmo pressionado, Pierre Gasly recebeu apoio do chefão da equipe austríaca.

“Todos nós conhecemos Pierre. E Pierre também é um piloto altamente qualificado, eu o classifico muito alto, apesar de seu ano até agora ele não ter tido muita sorte, e não ter mostrado a performance esperada”.

“Mas você não deve esquecer que Max Verstappen está estabelecido neste time, e ele é inacreditavelmente rápido, e você sabe, talvez o carro não se encaixe tão bem ao estilo de pilotagem de Pierre, e ele tenha que se acostumar com isso. Mas isso leva tempo, e espero que a Red Bull lhe dê tempo, porque ele estará lá.”

Com essa moral dada ao holandês Verstappen, Tost encerrou o tema na entrevista. Logo, percebe-se a corda bamba que Pierre Gasly tem que atravessar em 2019; Daniil Kvyat só observa.

VAVEL Logo