Alfa Romeo no breu! Raikkönen diz que últimas corridas foram ‘pesadelos’
Foto: Reprodução/Alfa Romeo

Alfa Romeo no breu! Raikkönen diz que últimas corridas foram ‘pesadelos’

Equipe do finlandês somou só três pontos nas últimas quatro corridas

leo_silva997
Leonardo José

Kimi Raikkönen está longe de medir suas palavras nas entrevistas, então é a Alfa Romeo quem ouve as avaliações do experiente finlandês, ainda mais quando se passa por uma má fase. Definitivamente, a equipe está no breu após o recesso de agosto.

A Alfa Romeo marcou apenas três pontos em quatro corridas desde o GP da Bélgica. Na Rússia, Raikkönen saiu no Q1 após um erro e fechou a prova em 13º lugar. A largada deu ao finlandês uma penalidade de drive-through, mas ele conseguiu voltar à briga devido a vários períodos do Safety Car e Virtual Safety Car. E foi a falta de ritmo que preocupou Kimi.

"Obviamente a culpa foi minha, mas no final conseguimos voltar à corrida com os Safety Cars e conseguimos nos desviar, mas infelizmente não tivemos velocidade suficiente. Nós poderíamos ficar com a Toro Rosso e eu poderia passar por um cara, mas basicamente eu o passei porque eles estavam lutando um contra o outro e [Pierre Gasly] foi longe.”

“Temos que entender as últimas quatro corridas. Elas foram pesadelos e precisamos descobrir o que está acontecendo de errado e onde, limpar e entender as coisas. Então, acho que das últimas corridas, apenas Spa tivemos velocidade, o resto foi mais ou menos brigando com ela.”

Giovinazzi também com problemas

Apesar de Antonio Giovinazzi ter largado do 12º lugar, ele foi pego em um incidente na primeira volta junto a Romain Grosjean e Daniel Ricciardo, que comprometeram a corrida do italiano. Assim, o piloto da Alfa Romeo lamentou seu início manuseado à 15ª posição.

“Definitivamente não era o tipo de corrida que eu esperava, mas é o que é. Fiquei no meio do caminho entre Ricciardo e Grosjean na primeira volta: não sei se Daniel sabia que eu tinha Romain do lado de fora, mas acabei comendo um sanduíche [ficar entre dois carros]. Tentei decolar e evitar o contato, mas isso não foi suficiente e nos tocamos. Precisamos verificar se houve mais danos, uma vez que foi um grande sucesso e o carro não parecia muito certo depois.”

Fala, chefão!

Mesmo que o ritmo de corrida de Giovinazzi tenha sido prejudicado por danos externos, o chefe da equipe, Frederic Vasseur, disse que a Alfa Romeo está lutando para tirar o máximo proveito de seu pacote nas últimas provas.

“Infelizmente, essa foi outra corrida comprometida na primeira volta. Antonio começou bem e parecia ganhar alguns lugares, mas se viu espremido entre Grosjean e Ricciardo. Não havia nada que ele pudesse fazer para evitar o contato e, infelizmente, isso danificou o carro. Nós trocamos Antonio por [pneus] duros e um bico novo, e depois mais macios durante um período do Safety Car. Ms ele sempre lutava para compensar a diferença.”

“Quanto a Kimi, uma penalidade por partida falsa significava voltar ao ponto desde o fundo do campo. Foram algumas corridas difíceis, por isso precisamos nos reagrupar e encontrar nosso ritmo novamente para as corridas finais da temporada.”

As esperanças da Alfa Romeo de chegar à Racing Point, sétima colocada no campeonato de construtores, estão diminuindo rapidamente, mas ainda há pelo menos cinco corridas até o fim da temporada de Fórmula 1.

VAVEL Logo
CHAT