Fórmula E: Sacha
Fenestraz ficou animado com teste pela Jaguar
Foto: Fórmula E

O teste de novatos da Fórmula E realizado no último fim de semana em Marraquexe, foi uma grande experiência para alguns jovens pilotos.

É por isso que Sacha Fenestraz ficou muito feliz depois de poder testar um carro Panasonic Jaguar Racing pela primeira vez. O piloto franco-argentino, consolidado no automobilismo japonês, contou seus sentimentos em seu teste em Marraquexe.

“A verdade é que estou muito empolgado, ansioso para ver o que vai acontecer. É algo completamente novo para mim. Eu estava fazendo o simulador na base da equipe, mas entre o simulador e a realidade há muita diferença. Será interessante, é algo completamente novo, completamente diferente, minha primeira vez em um carro elétrico. Fico feliz em voltar para a pista, para a cidade, pois não estou neste ambiente há muito tempo”, disse ele como introdução a uma entrevista.

Como você conseguiu essa oportunidade?

"Na verdade apareceu um pouco tarde. A Jaguar ligou para o meu manager e eles estavam interessados ​​em me colocar para ver como eu ia. Para o futuro que você nunca sabe, espero estar aqui um dia. É uma boa oportunidade para eu também me mostrar aqui e não apenas no Japão, volto um pouco à Europa."

Como isso aconteceu?

"Eles viram os resultados de Macau do ano passado e isso também fez com que se interessarem em circuitos urbanos com Macau, o que é algo muito semelhante. Isso também ajudou a me dar essa oportunidade e fiz alguns testes em simulador para ver se funcionava e tudo correu mais do que bem, por isso estou aqui e estou muito feliz."

Como você vê a Fórmula E?

"Incrível! Os pilotos são de alto nível! Vimos Pechito no ano passado, muitos pilotos que estavam na Fórmula 1, pilotos de testes ... Há um nível incrível e acho que será interessante. Amanhã são apenas os novatos, mas acho que se um dia eu puder estar aqui, será um sonho, porque acho que a Fórmula E é o futuro ... a longo prazo ... mas hoje em dia já é uma categoria bem conhecida, então estou muito animado para ver um fórmula elétrico."

Você falou com Pechito? Ele te deu algum conselho?

"Sim. Falei um pouco com ele, não tive muito tempo porque estou no Japão com o fuso horário diferente. Mas eu sempre conversei com ele sobre a Fórmula E e ele sempre me disse: é um carro muito difícil, em uma volta você deve fazer uma coisa, em outra volta, outra coisa, então você precisa se adaptar muito rapidamente. Pelo que vi no simulador, é muito fácil cometer erros, então você deve estar com 99% do seu potencial. Se você está sempre em 100%, como em qualquer circuito da cidade, geralmente não termina a volta; portanto, sempre tem que estar no mínimo em 99%; tentar não cometer erros e ir passo a passo sem tentar pular as etapas, mas acho que a coisa mais difícil, o que Pechito sempre me disse é: você está acostumado a pisar fundo, mesmo em uma curva, e só desacelerar no último momento… mas aqui você aprende justamente a não fazer isso. Toda a questão da bateria é algo muito novo para mim."

 

E isso também tem a ver com sustentabilidade, não é?

"Sim, se você está pisando fundo o tempo todo, não chega ao final da corrida. Obviamente, é bom pisar fundo, mas você tem que pensar na bateria, você tem que pensar à frente e também ser multitasking, eles pedem muitas coisas nas voltas, você tem que fazer muitas coisas, não apenas dirigir, pensar em energia, mudar as coisas no volante... Será interessante, estou muito empolgado e grato pela oportunidade que a Panasonic Jaguar está me dando."

E depois do teste, quais são as expectativas?

"Tentar diminuir as emoções, mas acho que volto à Inglaterra para ter uma reunião com a equipe e conversar sobre o teste, ver como foi … passar novamente pelo simulador. Na próxima semana estarei bastante ocupado, mas é uma oportunidade única. Eu nunca pensaria estar aqui, um ano ou dois atrás, depois do ano complicado que tive em 2018, e poder voltar a uma pista desse nível é muito bom. Então, eu estou muito feliz e muito animado."

VAVEL Logo