Jornalista Celso Miranda recorda momento tenso com de Ferran: "Nem olhou na minha cara"
Celso Miranda foi próximo de pilotos brasileiros da CART (Foto: Divulgação/Bandsports)

Celso Miranda, até hoje, é uma das referências brasileiras quando o assunto é automobilismo. Hoje narrador, ele já foi repórter nas transmissões da década de 1990 e primeira metade da década de 2000 da Championship Auto Racing Teams (CART), chamada no Brasil de Fórmula Mundial, e da Indy Racing League (IRL).

O profissional lembrou de três passagens envolvendo dois pilotos distintos em uma live no programa "Cadeira Cativa", do portal Grande Prêmio. As duas primeiras histórias envolvem Gil de Ferran, com quem o jornalista tinha relações próximas.

"Lembro de uma vez em que estávamos fazendo uma matéria e faltava algum gancho. Na terceira vez que estava abordando o mesmo assunto, ele pediu para eu parar de gravar. Ele comentou que sabe que eu queria que ele dissesse que a corrida seria emocionante, mas a corrida vai ser um porre. Eu vou largar na frente e vou sumir. Vou trabalhar para que a corrida seja chata", riu.

Outra situação envolvendo Celso Miranda e o piloto foi bem menos amistosa.

"Em Toronto, certa vez, ele, de novo, saiu na pole. Ele estava na Penske e a equipe iria dominar o fim de semana. Aquela corrida era dele. Deu uma bandeira amarela depois de 16 voltas e o Roger Penske chamou ele pro pit stop. Em momento algum ele discutiu, só perguntou se o chefe de equipe tinha certeza disso. Ele foi, trocou pneu, fez o reabastecimento e voltou no meio do pelotão. Ele ficou com a cabeça completamente transtornada, depois bateu. Ele ia para o pit na minha direção, fui entrevistá-lo. Eis que ele fala 'não se atreva, nem venha. Eu vou acabar com a transmissão e com a minha carreira'. Quando ele chegou perto de mim, ele nem olhou na minha cara", declarou.

"Primeiro piloto que falou que errou"

Vencedor do primeiro grande prêmio da CART no Brasil, a IndyCar Rio 400, André Ribeiro deu uma lição para o então repórter. "Ele foi o primeiro piloto, em qualquer categoria que eu cobri, que falou que errou. Ele me explicou o acidente e disse que tinha errado. Foi a primeira vez que eu ouvi um piloto dizer isso", finalizou.

VAVEL Logo