Vergne diz que tudo pode acontecer na decisão em Berlim da Fórmula E
Foto: Fórmula E

A Fórmula E se prepara para decidir a sexta temporada após a paralisação do campeonato por causa do coronavírus, com seis provas que serão disputadas em nove dias no Aeroporto de Tempelhof, em Berlim na Alemanha a partir do dia 05 de agosto.

E o atual bicampeão da categoria, o francês Jean-Eric Vergne, comentou sobre a decisão do campeonato em uma coluna publicada no site Lance! nesta sexta-feira (17), onde destacou que a DS Techeetah acertou em trazer o português Antonio Félix da Costa, atual líder da temporada, e que a disputa pelo título está aberto.

"Acho que a DS TECHEETAH tomou a decisão certa ao trazer Antonio para o time. Corremos juntos no passado e ele provou ser rápido e consistente desde o início da 6ª temporada. Somos colegas de equipe, mas também somos oponentes", lembrou Vergne, que defende o título nesta temporada.

"O objetivo é vencer o companheiro de equipe e, até agora, Antonio alcançou os melhores resultados em 5 corridas. Mas com 6 provas à frente, acredito que tudo é possível, principalmente porque é um campeonato competitivo, como a Fórmula E costuma sempre ser."

Vergne também fez questão de ressaltar que apesar da disputa pelo título entre os pilotos, tanto ele quanto o companheiro de equipe, Antonio Félix da Costa, querem garantir o segundo título entre as equipes para a DS Techeetah.

"Embora a disputa ainda esteja aberta pelo título entre os pilotos, não devemos esquecer que também temos a oportunidade de garantir o segundo título consecutivo para a DS TECHEETAH, e faremos o que for necessário."

Após cinco provas, a liderança do campeonato pertence a Antonio Félix da Costa, com 67 pontos, onze a mais do que o neozelandês Mitch Evans, da Panasonic Jaguar Racing. Por usa vez, Jean-Eric Vergne é oitavo colocado com 31 pontos conquistados até o momento.

VAVEL Logo