Agora vice-líder, Di Grassi espera que Audi consiga se aproximar da performance da Techeetah
Foto: Fórmula E

O brasileiro Lucas di Grassi conseguiu subir ao pódio na segunda de seis etapas da decisão da sexta temporada da Fórmula E em Berlim, realizada nesta quinta-feira (06), ao terminar a corrida na terceira colocação.

Este foi o sexto pódio de Di Grassi em oito provas disputadas em Berlim, e o brasileiro da Audi Sport ABT Schaeffler agora é o vice-líder da competição com 58 pontos, empatado com o belga Stoffel Vandoorne (Mercedes Benz EQ). Ambos estão 68 pontos atrás do português Antonio Félix da Costa, líder da temporada.

Na corrida disputada nesta quinta em Berlim, Di Grassi largou em sexto, chegou a ser segundo colocado por pouco tempo e teve que suportar uma forte pressão de Robin Frijns nas voltas finais, até receber a bandeirada em terceiro lugar.

"Foi uma corrida bastante cansativa, especialmente na parte final, na qual tivemos briga o tempo todo pelo terceiro lugar. Em certa altura achei que poderia terminar em segundo e de fato passei o Buemi, mas ele ainda tinha um modo ataque e com isso não deu para defender a posição", explicou o piloto brasileiro.

A Fórmula E fará uma pausa nesta sexta-feira e, no sábado (08), volta para Tempelhof para a realização da terceira de um total de seis etapas que serão disputadas no local até o dia 13 de agosto. Dessa vez, será utilizado o traçado tradicional que costumeiramente é montado no antigo aeroporto, mas utilizando o sentido normal – ontem e hoje as corridas aconteceram no sentido inverso.

“É uma pausa mas ninguém vai descansar. Nosso foco é tentar ganhar performance e nos aproximarmos dos carros da DS Techeetah, que no momento estão em outro nível. Se queremos pensar em vitória em qualquer uma das quatro provas finais, precisamos dar esse passo à frente. Tempos pouco tempo, mas vamos trabalhar os dados colhidos nesta quinta e sexta-feira e tentar avançar no desenvolvimento do carro”, concluiu o brasileiro.

VAVEL Logo