GP da Toscana marca sétima vitória e terceira dobradinha da Mercedes no ano
Foto: Divulgação / Mercedes

Depois da Mercedes não aparecer no pódio do GP da Itália, na semana passada, a equipe alemão não deu sopa para o azar no GP da Toscana, também em solo italiano, e liderou a prova de ponta a ponta. Na casa da Ferrari, em Mugello, Valtteri Bottas até que roubou a primeira posição de Lewis Hamilton na largada, mas depois o britânico voltou à liderança da prova e desbancou seu companheiro de time.

Marcando o milésimo Grande Prêmio da tradicional Ferrari na Fórmula 1, a corrida deste domingo (13) teve muitos incidentes. Dos 20 pilotos que largaram, oito abandonaram — nenhum deles eram da Mercedes. E com um carro que corre além da média, a dobradinha Lewis/Valtteri foi vista pela terceira vez no ano. Já quando se trata de ambos estarem no pódio, esse número aumenta para seis das nove corridas.

Liderando com folga em todos os quesitos

Foto: Divulgação / Mercedes
Foto: Divulgação / Mercedes

Ainda é cedo, mas o título dos construtores já pode ser dado simbolicamente à Mercedes. Dona de 324 pontos, a equipe alemã lidera a passos largos. São 151 pontos à frente da segunda colocada Red Bull. Entre os pilotos, Hamilton comanda com 189 pontos, seguido por Bottas, que tem 135.

A décima prova da temporada 2020 será em Sochi, o GP da Rússia, entre os dias 25 e 27 de setembro. Lá, a Mercedes  vai buscar novamente as melhores posições. E você acompanha tudo aqui, na VAVEL Brasil, que leva todas as informações importantes desde o primeiro treino livre até as repercussões pós-corrida de domingo.

VAVEL Logo