Lando Norris surpreende e faz pole do GP da Rússia
Divulgação/McLaren

Surpresa no treino classificatório para o GP da Rússia. Apesar do domínio da Mercedes nas outras atividades, Lando Norris conquistou a pole position na última volta e, após nove anos, a McLaren vai largar na frente numa etapa da Fórmula 1. Carlos Sainz, da Ferrari, fez o segundo melhor tempo, seguido por George Russell, da Williams.

Favoritos desde o início das atividades em Sochi, Lewis Hamilton e Valteri Bottas decepcionaram na última bateria. O vice-líder do mundial de pilotos vai largar na quarta posição, e o finlandês, seu companheiro de equipe, em sétimo. Sergio Perez, da Red Bull Racing, ficou com o nono tempo.

Q1 - Nada de novo

A primeira parte do treino não trouxe surpresas. Apesar das chuvas, os pilotos da Mercedes fecharam a bateria com os melhores tempos. Lewis Hamilton fez a melhor volta em 1m45s992, seguido de perto por Bottas, que virou 1m46s396.

Sergio Perez ficou com o terceiro melhor tempo da bateria, fazendo a volta em 1m46s455. Seu companheiro de equipe e líder do mundial de pilotos, Max Verstappen, entrou na pista apenas para testar o carro, já que vai largar no fim de grid por ter efetuado a troca de motor. Raikkonen, Schumacher, Giovinazzi, Mazepin ficaram pelo caminho.

Q2 - O domínio continua

Parecia que o destino do grid de largada estava desenhado. Os pilotos da Mercedes dominaram a segunda bateria, com o melhor tempo ficando para Hamilton. O inglês fez a melhor volta em 1m45s129. Bottas, por sua vez, permaneceu na cola do companheiro, virando em 1m45s306.

A surpresa do Q2 foi Fernando Alonso. O piloto da Alpine fez o terceiro melhor tempo da bateria, fechando a volta em 1m45s514. Com direito a muita reclamação, Sebastian Vettel ficou fora do Q3, junto com Pierre Gasly, Yuki Tsunoda, Nicholas Latifi (sem tempo) e Charles Leclerc (sem tempo).

Q3 - Emoção e surpresa

A chuva, que já vinha diminuindo ao longo do treino, parou de vez em Sochi. Com os pilotos na pista, a Mercedes seguia na frente. No entanto, Russell optou por trocar os pneus para a última parte da atividade. Lando Norris, Daniel Riccardo e Carlos Sainz também optaram por irem aos boxes.

Quando Hamilton se dirigia para a troca de pneus, ele bateu na entrada do pitlane e teve que trocar o bico do carro. O incidente mexeu com a Mercedes e os pilotos não conseguiram repetir o bom desempenho na reta final. Quando tentava fazer sua última volta, o inglês rodou na pista e se chocou com a barreira de proteção.

Melhor para Carlos Sainz. O espanhol fechou a última volta com o tempo 1m42s510 e caminhava para sua primeira pole position da carreira. No entanto, logo em seguida, Lando Norris anotou 1m41s993 e ficou com a primeira colocação no grid de largada.

Divulgação/McLaren
Divulgação/McLaren

Confira os 10 primeiros do grid de largada:

O GP da Rússia acontece neste domingo, às 9h (horário de Brasília), e marcará mais um capítulo da disputa pelo título entre Max Verstappen e Lewis Hamilton.

VAVEL Logo