Hamilton destaca vantagem de Verstappen, mas comemora "pole" na Sprint Race do GP do Brasil
Foto: Divulgação / F1

 Pole position da sprint race do GP Brasil 2021, Lewis Hamilton nunca escondeu o quanto é especial, para ele, correr no país. Fã do tricampeão Ayrton Senna, o heptacampeão mundial foi entrevistado por Paul di Resta após a sessão, nesta sexta-feira (12). 

Antes de começar a falar, Hamilton falou sobre cravar o melhor tempo em uma sessão em um país especial para ele. "Primeiramente, estou muito feliz de voltar ao Brasil. Um dos fiscais de pista disse para mim que eu deveria usar mais o capacete de Ayrton Senna mais vezes, porque é a primeira pole em muito tempo. Hoje foi uma grande classificação, estou feliz. Temos a punição amanhã, mas vamos dar tudo", comentou o piloto da Mercedes.

Falando sobre a punição de cinco posições por substituição de peças no GP Turquia, Lewis comentou que a perseguição ao principal concorrente ao título será árdua. "Não é fácil perseguir. Max Verstappen está na pole agora, vai ser difícil pegá-lo, mas vou dar meu melhor para escalar o pelotão. Não sei o que amanhã reserva, mas espero que o tempo esteja melhor, o que torna um pouco mais difícil para todos. Sou muito grato, é que faz tanto tempo que parece a primeira", finalizou.

Tempos

Na sessão, Hamilton anotou 1m07s934, 0s438 mais rápido que o piloto da Red Bull. Após a sessão, foram identificadas infrações no carro do britânico que podem eliminá-lo - e fazer com que ele largue na última colocação da sprint race.

VAVEL Logo